Segunda, 31 Janeiro 2022 11:03

30.01.2022 – Boletim Covid-19: vacinação

Neste domingo (30), as equipes da Secretaria de Saúde aplicaram 489 doses da vacina contra a covid-19. Foram 450 doses de reforço e 39 primeiras doses.

No total, a cidade conta com 245.931 vacinados com a primeira dose, 225.935 com a segunda dose e 89.375 com a dose de reforço (terceira aplicação para o público em geral e quarta para imunossuprimidos). A dose única chegou a 6.805 pessoas desde o início da campanha de vacinação e a dose adicional a 1.285 imunossuprimidos.

Detalhamento dos números de domingo

No domingo, 78 idosos foram vacinados com a dose de reforço. As equipes também aplicaram a primeira dose em 17 adolescentes

Por faixa etária, foram 372 adultos vacinados com o reforço e 22 com a primeira dose.

O acompanhamento da situação da covid-19 na cidade e o cadastro para a vacinação estão disponíveis no site da Prefeitura: https://petropolis.rj.gov.br/pmp/

O Balcão de Empregos do Departamento de Trabalho e Renda (Detra) tem 17 ofertas de emprego para esta semana. Entre os dias 31 de janeiro e 04 de fevereiro, os interessados podem buscar as oportunidades no site da prefeitura de Petrópolis (www.petropolis.rj.gov.br) e cadastrar os currículos.

As informações ficam automaticamente armazenadas no banco de dados e disponíveis para todas as vagas divulgadas. Estando no perfil solicitado pelo empregador, o Balcão de Empregos entrará em contato por telefone. Todos os currículos participam dos processos seletivos, desde que atendam aos requisitos exigidos pelo empregador. A responsabilidade pelas entrevistas e possíveis contratações fica a cargo do contratante.

Vagas disponíveis entre 31.01 e 04.02:

1 vaga – Auxiliar Técnico de Metrologia / Masculino / De 21 a 40 anos / Experiência de 1 ano na função / Ensino Médio / CNH cat. B / Disponibilidade para viajar;

3 vagas - Auxiliar de Vendas / Ambos os sexos / De 20 a 60 anos / CNH cat. A / Disponibilidade para viajar;

3 vagas - Cozinheiro de Restaurante / Masculino / De 26 a 45 anos / Ensino Médio / Experiência de 2 anos na função / Possuir cursos na área;

3 vagas - Cozinheiro de Restaurante / Ambos os sexos / De 25 a 60 anos / Ensino Superior / Experiência de 2 anos na função / Possuir cursos na área;

2 vagas - Médico em radiologia e diagnóstico por imagem / Ambos os sexos / De 30 a 70 anos / Registro de classe ativo / Experiência de 1 ano na função;

2 vagas - Promotor de Vendas / Ambos os sexos / De 20 a 60 anos / Experiência de 2 anos na função / CNH cat. A / Disponibilidade para viajar / Possuir veículo próprio / Possuir cursos na área;

1 vaga – Recepcionista / Ambos os sexos / De 20 a 60 anos / Habilidade para recepcionar clientes e colaboradores (Trabalho interno com sistema da empresa, telefone, Whatsapp e e-mail);

1 vaga - Recepcionista de hotel / Masculino / De 20 a 50 anos / Ensino Médio / Experiência de 1 ano em CTPS / Disponibilidade de horário;

1 vaga – Vendedor / Ambos os sexos / De 25 a 45 anos / Ensino Médio / Experiência de 1 ano na função.

A partir desta segunda-feira (31), a campanha de vacinação de crianças de 5 a 11 anos vai ganhar reforço. Um posto itinerante vai começar a percorrer as comunidades do município e a primeira a receber a equipe da Secretaria Municipal de Saúde será a Comunidade Oswaldo Cruz, no Valparaíso.

O posto será montado no espaço da antiga associação de moradores da comunidade e permanecerá no local de 10h às 15h. A expectativa é de aplicar a primeira dose do imunizante em, pelo menos, 200 crianças. “A vacinação será feita por livre demanda, ou seja, não é necessário agendamento. A intenção é levar o posto itinerante a outros pontos do município. Dessa forma, estaremos alcançando ainda mais crianças. Quanto mais pessoas forem imunizadas, mais rápido conseguiremos sair dessa pandemia”, diz o secretário de Saúde, Marcus Curvelo.

Neste momento, a vacinação também acontece em outros seis postos do município (Unidades Básicas de Saúde do Quitandinha, do Itamarati, de Itaipava e da Posse; além do Centro de Saúde Coletiva e da Casa da Educação Visconde de Mauá) porém, para receber as doses nesses locais, as crianças precisam ser cadastradas no site da Prefeitura, através do através do link: https://smspetropolis.net.br/cadastrarVacina.html.

Mais de 4 mil crianças entre 5 e 11 anos já receberam o imunizante contra a covid

Mais de 4 mil crianças com idade entre 5 e 11 anos já receberam a primeira dose da vacina contra a covid-19 e, como as injeções não são experiências agradáveis para os pequenos, a Secretaria de Saúde lançou, esta semana, o “Certificado de Coragem”. O “diploma” é entregue aos meninos e meninas no momento da vacinação, com o objetivo de incentivar os pequenos a enfrentar a agulhada.

“É fundamental acelerar cada vez mais a imunização de todos, principalmente, para protegê-los. Com esse diploma, eles saem muito mais felizes, orgulhosos e conseguem encorajar os amiguinhos”, disse o prefeito Rubens Bomtempo.

Para o secretário de Saúde, Marcus Curvelo, a vacinação das crianças representa mais tranquilidade para todos, principalmente para os pais e responsáveis. “A vacinação é ainda mais importante neste momento de grande circulação da variante Ômicron. Nossas crianças precisam estar protegidas".

A pequena Melissa Buffa Tate Lima, de 7 anos, tomou a primeira dose da vacina na quinta-feira (27), na Casa da Educação Visconde de Mauá. A mãe da menina, Taigra Tate, afirma que não só a vacina contra a covid-19, mas todos os tipos de imunizantes, são formas importantes de proteção.

“Não só para a minha filha, mas para toda a sociedade. Na hora da vacinação, ela realmente foi muito corajosa e saiu de lá orgulhosa com o certificado”, conta Taigra. O diploma destaca que a menina “enfrentou com determinação a agulhinha da vacina, demonstrando sua coragem e bravura, e agora protegida contra o Coronavírus”.


Segunda, 31 Janeiro 2022 10:56

28.01.22 - Boletim Epidemiológico

Petrópolis terminou a sexta-feira (28) com a taxa de ocupação dos leitos clínicos destinados para o tratamento da covid-19 no sistema público de saúde em 34,43%. Já em UTIs do SUS, a taxa foi de 46,43%. Levando em conta toda a rede de saúde da cidade, incluindo hospitais públicos e privados, 89 pacientes permanecem internados, sendo 56 em leitos clínicos e 33 em leitos de UTI.
As equipes da Secretaria de Saúde realizaram, até ontem, 227.593 testes, dos quais 52.242 tiveram resultados positivos e 172.629 negativos (considerando swab e rápidos).

Desde o início da pandemia, foram 1.580 óbitos registrados. Este número é atualizado nos boletins apenas após o registro do atestado de óbito e do resultado do exame do paciente no sistema da Vigilância Epidemiológica, o que é feito por equipe administrativa. É uma medida de segurança da Secretaria de Saúde, para evitar erros nos registros.

Óbitos:

Mulher, 48 anos, moradora em Itaipava. Internada em 19.01.2022 no HSM e transferida para o HNSA. Óbito registrado em 21.01.2022 no HNSA. Paciente com hipertensão arterial e diabetes.

Homem, 72 anos, morador no Alto da Serra. Internado em 15.01.2022 na UPA Cascatinha e transferido para o HNSA. Óbito registrado em 19.01.2022 no HNSA. Paciente com doença renal crônica e hipertensão arterial.

Homem, 64 anos, morador na Estrada da Saudade. Internado em 10.01.2022 no HAC. Óbito registrado em 21.01.2022 no HAC. Paciente com hipertensão arterial.

Departamento reforça que pesquisar pode gerar uma economia de mais de 50% no momento da compra

Quem tem filhos em idade escolar sabe o quanto o mês de janeiro é aguardado. Com a proximidade do retorno às aulas começa a busca pelos itens da lista de material. Um levantamento feito pelo Procon Petrópolis, nesta quinta-feira (27.01) mostra que a variação de preço na cidade de alguns itens da lista supera os 300%. "Existe uma diferença considerável para um mesmo material em uma papelaria “A” para uma papelaria “B”", reforça Fafá Badia, coordenador do Procon Petrópolis.

Entre os itens que apresentaram as maiores variações está o apontador. Em um dos estabelecimentos pesquisados, a unidade da marca ‘x’ custa R$1,35, em outro estabelecimento o valor de um modelo similar é de R$6. Ainda falando de marcas diferentes de um mesmo produto, os fiscais encontraram o item ‘tesoura sem ponta’ com valores de R$2,90 em um local e de R$10 em outro.

Quando avaliamos a diferença dos preços de produtos do mesmo fabricante, encontramos diferenças de 185%. É o caso dos cadernos de capa dura de uma matéria. Em uma papelaria custa R$14 e em outra loja chega a R$39.90. Diante dessa diferença de preços, o coordenador do Procon orienta os consumidores a pesquisarem bastante. “Pesquisando você nota a diferença entre os valores cobrados por produtos que têm a mesma função e com isso opta pela opção mais em conta. Essa atitude pode gerar uma economia de até 50% no valor final da compra. Outra orientação importante é que o consumidor evite algumas "pegadinhas" na hora da compra.”

Algumas dicas importantes:

• Procure não levar seus filhos às compras. O poder de “persuasão” dos pequeninos pode te levar a comprar produtos mais caros;
• Evite os produtos (sobretudo mochilas, estojos) de marcas ou personagens famosos. São mercadorias produzidas sob licença e, com certeza, com preços muito mais salgados;
• Não aceite lista de materiais que apontem um fornecedor ou fabricante “específico” para determinados materiais.

Compras on-line:

• Com a pandemia, as compras “on-line” têm se intensificado e os meios de pagamento se diversificado. Os preços tendem a ser mais baixos em ambientes virtuais, mas, trazem os seus riscos;
• Neste modelo de compras, busque se certificar da origem do site (utilize sites de controle e pesquisa como o Reclame aqui);
• Veja se o beneficiário do boleto emitido é, de fato, o fornecedor;
• E preste atenção nos prazos de entrega, para não ficar sem o produto no dia em que as aulas recomeçarem. Lembre-se!!! Os produtos comprados a distância (internet) possuem uma legislação específica e permitem a devolução em até 7 dias após a chegada (direito de arrependimento).

O coordenador do Procon Petrópolis reforça que a unidade está à disposição para esclarecer e agir imediatamente em casos de abuso. "Sob qualquer desconfiança, acionem o Procon para esclarecimentos." Os telefones do Procon Petrópolis para denúncias são:

Unidade Centro - (24) 2246-8470 / (24) 2246-8471 / (24) 2246-8472 / (24) 2246-8473 / (24) 2246-8474 / (24) 2246-8475 / (24) 2246-8476 / (24) 2246-8477

Unidade Itaipava - (24) 2222-1418 / (24) 2222-7448 / (24) 2222-7337

WhatsApp Denúncia - (24) 98857-5837