A Prefeitura de Petrópolis segue avançando na implantação do Sistema Eletrônico de Informações (SEI). A ideia é que já no ano que vem todos os processos circulem apenas de forma eletrônica, com o fim do papel.

O prefeito Rubens Bomtempo; a secretária-chefe de Gabinete, Luciane Bomtempo; o secretário de Administração, Ramon Mello; e o controlador-geral do município, Thiago Gibrail, acompanharam a explicação do sistema feita pelo diretor do Departamento de Tecnologia da Prefeitura, Luiz Cláudio Abreu. Equipes técnicas do gabinete do Prefeito e da Secretaria de Administração também participaram.

“Informatizar o sistema é uma necessidade. Caminhávamos pra isso quando deixamos a Prefeitura, em 2016, com maior integração entre as pastas, mas o processo foi descontinuado. Desde quando voltamos, em dezembro de 2021, trabalhamos para recuperar o tempo perdido. Precisamos entrar no século 21, até para conseguir dialogar com as outras entidades e esferas”, disse o prefeito Bomtempo, lembrando que funcionários de todas as secretarias vão passar por processo de treinamento interno.

O Sistema Eletrônico de Informações (SEI) é fruto de termo de cooperação entre o município é o Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), que detém o código-fonte do sistema, já em uso atualmente por diversas entidades governamentais. Todos os processos - desde licitações a ofícios passando pelo protocolo - passarão a ser feitos de forma digital já a partir do próximo ano.

“Estamos tornando a Prefeitura mais moderna, eficiente e transparente com ação prática, concreta, e não apenas com discurso. A implantação do SEI é um passo fundamental para a máquina pública andar mais rápido, prestando um serviço de maior qualidade para o cidadão, com custo muito menor para o contribuinte”, disse o secretário de Administração, Ramon Mello.

Sexta, 04 Novembro 2022 15:10

CPTrans informa

A Companhia Petropolitana de Trânsito e Transportes (CPTrans) informa que não está promovendo nenhum tipo de leilão (online ou presencial). Anúncios, sites ou perfis em redes sociais informando sobre leilões da CPTrans são falsos.

A Companhia está tomando todas as medidas cabíveis sobre esse tipo de "golpe" e pede que quem foi lesado deve procurar a Delegacia de Polícia e fazer o boletim de ocorrência.