Proposta das empresas de ônibus, que queriam levar preço da passagem para R$ 7,58, foi rejeitada

O Conselho Municipal de Trânsito e Transportes (Comutran), em reunião na noite desta terça-feira (10), aprovou o reajuste de 9% na tarifa dos ônibus municipais. A medida busca fazer frente ao aumento, em 30 meses, de mais de 80% do diesel e de 9,5% no salário dos trabalhadores rodoviários. Ou seja, o reajuste, no entendimento do Conselho, é um forma de garantir o equilíbrio econômico e financeiro do sistema. E mais do que isso: garantir que o sistema continue existindo.

Com o reajuste de 9%, a tarifa passará de R$ 4,40 para R$ 4,80, caso seja paga no cartão. No pagamento por dinheiro, a tarifa ficará em R$ 4,95.

"Diante do aumento do custo da operação, principalmente impulsionado pelo aumento de 80% no preço médio de distribuição do óleo diesel em Petrópolis e da obrigatoriedade contratual de se manter o equilíbrio econômico e financeiro, se fez necessária a revisão tarifária para propiciarmos o pleno funcionamento do sistema de transporte público da nossa cidade", disse o diretor-presidente da CPTrans, Jamil Sabrá.

Enquanto o custo do sistema vem aumentando (devido ao diesel e aos reajustes dos rodoviários), a receita vem caindo: o número de passageiros pagantes vem diminuindo a cada ano, devido à migração de passageiros para outros modais de transporte (carros, motos, aplicativos de transporte etc.). Assim, com o reajuste da tarifa de ônibus, o Comutran busca garantir o equilíbrio econômico e financeiro do sistema.

Como dito ao longo da reunião do Comutran, o transporte público coletivo vive uma crise nas cidades grandes e médias de todo o país, aprofundada a cada ano. Há uma tendência de queda do número de passageiros nos ônibus municipais. Com isso, há cada vez menos pessoas "dividindo a conta" do sistema de transporte público, o que encarece a tarifa (já que o sistema é custeado apenas pelos passageiros pagantes).

Em relação à qualidade dos serviços prestados pelas empresas de ônibus, a CPTrans tomará medidas duras contra a Cascatinha, a Petro Ita e todas as empresas que apresentam deficiência na prestação do serviço.

A “Qualidade da Água para consumo humano após o desastre” será o tema de uma roda de conversa marcada para esta quarta-feira (11), no Colégio Rui Barbosa, no Alto da Serra e na quinta-feira (12), na Escola Geraldo Ventura Dias, no Meio da Serra. A ação, desenvolvida pela Secretaria de Saúde, por meio de uma parceria entre a Vigilância Ambiental e Fundação Nacional de Saúde (Funasa), será voltada para os moradores do Alto da serra e Comunidade São Francisco, na Horta.

O encontro com os moradores das regiões é um dos desdobramentos das ações de análises da água para consumo humano nas áreas afetadas pelas chuvas dos dias 15 de fevereiro e 20 de março. 

No trabalho, realizado junto com a Funasa, Ministério da Saúde (MS) e Laboratório Central de Saúde Pública Noel Nutels (Lacen), o secretário de Saúde, Marcus Curvelo, explica que foram feitas 349 coletas em minas, poços e nos reservatórios da concessionária Águas do Imperador, como por exemplo, em clínicas médicas, hospitais, creches, abrigos - como as associações de moradores, escolas e igrejas, casas, condomínios residenciais - e outros locais considerados estratégicos, por exemplo.

“As análises, no entanto, já são feitas de forma rotineira semanalmente do primeiro ao quinto distrito, porém, foram intensificadas nos locais mais afetados pelas chuvas. Aquelas que deram resultado insatisfatórios haviam sido colhidas em poços e minais e os responsáveis por esses locais foram orientados a tomar algumas medidas, como o uso de hipoclorito de sódio (água sanitária), limpeza adequada dos reservatórios de água”, explica o secretário de Saúde.

Com mais de 97,7% do público vacinável alcançado com a primeira dose da vacina contra a covid-19, a Secretaria de Saúde está promovendo novas mudanças nos postos de imunização. A partir da próxima segunda-feira, dia 16 de maio, a campanha acontece apenas nas unidades de Saúde.

“Com a segunda dose, já chegamos a 90,2% da população e mais de 142 mil petropolitanos já receberam o primeiro reforço. As equipes de imunização fizeram um excelente trabalho e com a ampla cobertura do público vacinável, esse redimensionamento está sendo possível”, destaca o prefeito Rubens Bomtempo.

O secretário de Saúde, Marcus Curvelo, explica que os atendimentos do drive thru do Hipershopping Petrópolis, no Alto da Serra, passarão a ser realizados na UBS do Morin. Já o instalado no Parque Municipal Prefeito Paulo Rattes, em Itaipava, passará a funcionar na UBS do distrito, enquanto o posto de imunização do Supermercado Extra, no Quitandinha, será levado para a UBS da mesma região.

“Até a manhã desta terça-feira (10), 260.871 pessoas acima de cinco anos, incluindo imunocomprometidos, já tinham recebido a primeira dose, enquanto 240.875 foram imunizados com a segunda aplicação da vacina. Estamos avançando, mas é fundamental que a população continue se imunizando e buscando completar o esquema vacinal”, completa o secretário de Saúde.

Veja as mudanças:

Drive Thru Hipershopping Petrópolis, no Alto da Serra – Os atendimentos passarão a acontecer na UBS do Morin – Público adulto.
De segunda-feira a sexta-feira – 8h30 às 16h30

Drive Thru Parque Municipal Prefeito Paulo Rattes, em Itaipava - Os atendimentos passarão a acontecer na UBS Itaipava – Público Adulto
De segunda-feira a sexta-feira – 8h30 às 19h – Público adulto
De segunda-feira a sexta-feira – 8h30 às 16h – Público pediátrico

Posto Extra Quitandinha - Os atendimentos passarão a acontecer na UBS Quitandinha
De segunda-feira a sexta-feira – 8h30 às 19h Público adulto e pediátrico

Outros postos de vacinação:

Centro de Saúde Coletiva (Rua Santos Dumont, no Centro da Cidade)
UBS Itamarati
ESF Posse
ESF Menino Jesus de Praga (João Xavier)

Instabilidade no tempo se mantém para a quinta-feira (12), com previsão de dia chuvoso

A previsão do tempo é de chuva fraca a moderada a noite para esta quarta-feira (11), informa a Defesa Civil. O dia será de céu parcialmente nublado, com previsão de ventos fracos a moderados. A temperatura varia entre 11°C e 24°C.

As condições do tempo podem permanecer instáveis na quinta-feira (12). A mudança do tempo se deve ao transporte de umidade pelo oceano, que poderá manter o dia chuvoso ao longo do período.

Equipes da Defesa Civil seguem de plantão e qualquer atualização meteorológica para o município será comunicada por meio de avisos e alertas, por SMS ou informes em grupos de comunicação por aplicativo.

Para receber os avisos por SMS, basta cadastrar o CEP por meio de mensagem de texto para o número 40199. O acesso aos avisos também é possível por meio de grupos por aplicativo, através do link https://t.me/defesacivilpetropolis.

O Hospital Alcides Carneiro (HAC) recebeu novas camas e poltronas para a pediatria. O novo mobiliário chegou na sexta-feira (6) e vai ampliar a capacidade de atendimento da unidade, principalmente no período de inverno, quando há aumento no número de casos relacionados a síndromes respiratórias, principalmente entre as crianças.

"O Hospital Alcides Carneiro é a maior unidade de saúde da nossa cidade, sendo referência na pediatria e maternidade. Estes equipamentos chegam para proporcionar uma assistência ainda mais adequada às nossas crianças e aos familiares que as acompanham", declarou o prefeito Rubens Bomtempo.

O novo mobiliário já foi instalado e está sendo usado pelos pacientes. “Já estamos garantindo uma maior oferta de leitos com as novas camas e poltronas”, declarou o diretor-presidente do Serviço Social Autônomo do Hospital Alcides Carneiro (Sehac), Ricardo Patuléa.