O Departamento de Trabalho e Renda (Detra) da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico disponibiliza, nesta semana, 44 oportunidades de emprego. Entre os dias 30 de maio e 03 de junho, os interessados em uma das vagas poderão cadastrar o currículo no site da Prefeitura de Petrópolis (www.petropolis.rj.gov.br) e aguardar avaliação das empresas.

As informações ficam automaticamente armazenadas no banco de dados e disponíveis para todas as vagas divulgadas. Todos os currículos participam dos processos seletivos, desde que atendam aos requisitos exigidos pelo empregador. A responsabilidade pelas entrevistas e possíveis contratações fica a cargo do contratante.

Vagas disponíveis entre 30/05 e 03/06 e pré-requisitos estipulados pelo empregador:

Aprendiz de Logística - ambos os sexos - de 18 a 22 anos - Ensino Médio - 1 vaga

Armador de Estrutura de Concreto - Masculino - de 21 a 60 anos - Ensino Fundamental - experiência de 1 ano na função - 6 vagas

Auxiliar de Cozinha - ambos os sexos - de 25 a 50 anos - Ensino Fundamental - experiência na função - 1 vaga

Auxiliar de Manutenção de Máquinas - masculino - de 18 a 40 anos - Ensino Médio - Interesse em adquirir aprendizado técnico para trabalhar com marteletes, serra mármore e circular - 1 vaga

Auxiliar de Serviços Gerais - Feminino - de 30 a 45 anos - Ensino Médio - experiência de 2 anos na função - 1 vaga

Carpinteiro - masculino - de 20 a 60 anos - Ensino Fundamental - experiência na função -
6 vagas

Cozinheiro Geral - ambos os sexos - de 18 a 60 anos - Ensino Fundamental - experiência de 1 ano na função - 1 vaga

Encarregado Civil - masculino - de 30 a 60 anos - Ensino Fundamental - experiência de 2 anos na função - 1 vaga

Garçom - ambos os sexos - de 25 a 40 anos - Ensino Fundamental - curso específico na área - 3 vagas

Gerente de Loja e Supermercado - ambos os sexos - de 20 a 60 anos - CNH cat. B - Ensino Fundamental - experiência de 1 ano na função - 1 vaga

Operador de Loja - ambos os sexos - de 18 a 70 anos - Ensino Fundamental - experiência na função - 3 vagas

Padeiro - ambos - de 18 a 60 anos - Ensino Fundamental - experiência na função -
1 vaga

Pizzaiolo - masculino - de 25 a 55 anos - Ensino Médio - experiência na função -
1 vaga

Porteiro - masculino - de 20 a 60 anos - Ensino Fundamental - experiência na função -
10 vagas

Servente de Obras - masculino - de 18 a 55 anos - Ensino Fundamental - 3 vagas

Técnico de Edificações - masculino - de 23 a 35 anos - Ensino Médio - curso específico na área - experiência de 1 ano na função - 1 vaga

Técnico de Manutenção Eletrônica - ambos os sexos - de 23 a 60 anos - Ensino Médio - CNH cat. B - disponibilidade para viajar - experiência de 1 ano em reparos de equipamentos eletrônicos e de informática - 1 vaga

Vendedor de Comércio Varejista - masculino - de 18 a 50 anos - Ensino Médio - experiência de 1 ano em vendas de materiais de construção - 1 vaga

Vendedor Externo - ambos os sexos - de 25 a 45 anos - Ensino Médio - CNH cat. B - experiência de 1 ano na função - disponibilidade para viajar - 1 vaga

A Prefeitura, por meio das secretarias de Saúde e de Esportes e a Companhia Petropolitana de Trânsito e Transporte (CPTrans) realiza, neste domingo (29), uma caminhada fazendo referência à campanha Maio Amarelo, mês dedicado à conscientização para a redução de acidentes de trânsito. A concentração está marcada para às 9h, na Avenida Barão do Rio Branco, no início do percurso da pista de lazer.

Participantes das academias da Saúde já confirmaram presença no evento. Para o prefeito Rubens Bomtempo, a mobilização contribui na conscientização de motoristas e motociclistas, assim como dos pedestres sobre a importância da segurança no trânsito. “Além disso, a integração das secretarias é fundamental para as ações de promoção da Saúde”, destaca.

O secretário de Saúde, Marcus Curvelo, destaca que o número de acidentes, principalmente envolvendo motociclistas, afeta toda a rede de saúde, principalmente na ocupação dos leitos com vítimas de trânsito politraumatizadas. “Em muitos casos são mais de 30 dias de internação com custos altíssimos para o município. Ou seja, com o trânsito seguro os gastos seriam menores e outras demandas poderiam ser atendidas com mais agilidade”, explica o secretário.

Com o tema ““Tabaco: Ameaça ao Nosso Meio Ambiente”, a Prefeitura, por meio da Área Técnica do Programa de Tabagismo do Centro de Saúde promove no dia 31 de maio uma programação especial em alusão do Dia Mundial Sem Tabaco. Palestras sobre os danos à saúde e ao meio ambiente farão parte das atividades, que acontecerão no polo centralizador do programa (que funciona no Centro de Saúde) e também nos postos que contam com Estratégia de Saúde da Família (ESFs).

O objetivo da campanha é conscientizar a população sobre o impacto ambiental do tabaco, desde o cultivo, passando pela produção, a distribuição e os resíduos. “Além disso, o tabagismo está relacionado a mais de 50 doenças, principalmente o câncer. A Organização Mundial da Saúde afirma que o ato de fumar deve ser considerado uma pandemia e precisa ser combatido”, frisa o prefeito Rubens Bomtempo.

Atualmente, três grupos estão sendo acompanhados pelas equipes de apoio a aqueles que precisam de ajuda para parar de fumar. Os interessados em participar do programa devem se cadastrar no Centro de Saúde Coletiva, na Rua Santos Dumont, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. As reuniões acontecem às segundas, quartas e sextas-feiras, às 9h. Às terças, os encontros são realizados às 14h. Também é oferecido horários extra, às sextas-feiras, às 18h.

“Além do acompanhamento com o grupo e do adesivo de nicotina que é disponibilizado aos pacientes, também fazemos a orientação psicológica e o encaminhamento médico quando necessário. E estamos retomando o atendimento também nos postos que contam com Estratégia de Saúde da Família”, explica o secretário de Saúde, Marcus Curvelo.

Segundo o Ministério da Saúde (MS), o tabagismo é responsável por 30% das mortes por câncer de boca, 90% por câncer de pulmão, 25% por doença do coração, 85% das mortes por bronquite e enfisema e 25% por derrame cerebral.

Obra de manutenção, a mais longa até agora, chega à fase final

A Prefeitura finaliza, no Valparaíso, a obra de manutenção viária mais longa desde o início da recuperação emergencial da cidade. A conclusão do trabalho está restabelecendo a rede de águas pluviais da localidade de Chapa 4 e, ao mesmo tempo, devolvendo ao clube Petropolitano o seu campo de futebol, onde o estouro da rede havia aberto crateras.

A manutenção de ruas, calçadas e redes pluviais costuma durar dois ou três dias, mas nesse caso do Valparaíso os trabalhos transcorrem desde 11 de abril. A rede de manilhas, de traçado antigo, corta o subsolo do campo de futebol de gol a gol, escoando as águas da Rua Marcílio dias até a galeria da Simon Bolivar, rumo ao Rio Quitandinha.

A rede pluvial foi arrebentada sob o gramado em decorrência das catástrofes climáticas de fevereiro e março. Por conta da força das águas, que inundaram parte do campo, duas grandes crateras foram abertas no gramado, ao mesmo tempo que a destruição de manilhas passou a obstruir o escoamento das águas rumo à rede da Simon Bolivar.

“O tempo está ligado à complexidade do serviço: tivemos que refazer a rede, enterrada a até quatro metros abaixo do campo”, explica na Secretaria de Obras, Habitação e Regularização Fundiária o diretor do Departamento de Manutenção Viária, Carlos Henrique Müller. Aberto o gramado com retroescavadeira, mais de 40 metros de rede foram refeitos, com novas manilhas.

A obra foi além da recomposição da galeria de águas pluviais. Sob o gramado do Petropolitano passam também dutos de outros serviços – entre eles, de eletricidade _, que exigiram cuidados especiais. Como a fiação do estádio é de alta tensão, foi preciso interromper várias vezes a transmissão de energia, para segurança dos trabalhadores.

A Prefeitura e o Sebrae Rio (Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas no Estado do Rio de Janeiro) iniciaram uma parceria para fortalecer a economia da cidade. A primeira reunião foi realizada na última semana, na sede da Prefeitura (na Avenida Koeler). O objetivo é que município e a entidade construam juntos políticas públicas com atenção especial ao micro e ao pequeno empresário.

O prefeito Rubens Bomtempo participou do encontro. Os principais temas debatidos foram: as compras governamentais, a desburocratização e a digitalização das ações do município.

"A pauta que o Sebrae Rio trouxe é a nossa pauta. Temos objetivos em comum. Entendemos a importância do micro e do pequeno empresário para a recuperação econômica da nossa cidade, para a reconstrução de Petrópolis", disse o prefeito Rubens Bomtempo.

Também participaram da reunião três secretários de governo: Paulo Roberto Patuléa (Fazenda), Marcelo Soares (Desenvolvimento Econômico) e Silvia Guedon (Turispetro).

"Apresentamos um portfólio de soluções, produtos, projetos e programas do Sebrae-RJ. Botamos ênfase em algumas questões que achamos muito importantes para revitalizar a economia do município. Por exemplo, as compras governamentais, sobretudo privilegiando as compras dos produtores e dos fornecedores locais. Fomos muito bem recebidos, criamos uma agenda de trabalho em comum e agora vamos desenvolver, detalhar as ações que vamos empreender em conjunto", disse o gerente de Políticas Públicas do Sebrae Rio, Tito Ryff.

No local, fiscais orientaram sobre a proteção de alimentos em relação à poeira

O Procon Petrópolis fiscalizou nesta quinta-feira (26) uma reforma que está sendo realizada em um supermercado do Quitandinha. A ação ocorreu após denúncias de consumidores, que relataram excesso de poeira e material de obra entre as gôndolas. O estabelecimento foi orientado quanto às adequações necessárias para o funcionamento.

“De fato, durante a fiscalização, constatamos que algumas correções deveriam ser feitas. Embora a legislação não proíba a reforma do imóvel com as atividades sendo desenvolvidas, deve-se tomar uma série de cuidados para que o consumidor não seja colocado em risco, conforme prevê o Código de Defesa do Consumidor (CDC)”, explicou o coordenador do Procon, Fafá Badia.

O estabelecimento deverá orientar o isolamento com cones dos corredores onde estão sendo feitas a retirada de produtos, além de remover a fiação aparente e cobrir com plástico alimentos que não possuírem embalagem própria. Na padaria, as reformas deverão ser feitas em horário noturno, quando o supermercado estiver fechado ao público.

“A principal atenção foi em relação às carnes, peixes e padaria, já que esses alimentos podem ser vendidos in natura e, portanto, não podem ser expostos a poeira”, disse Badia.

Iniciativa conta com o apoio do Sebrae e busca ações para fortalecer o setor

A Prefeitura, por meio da Secretaria de Turismo (Turispetro), e em parceria com o Sebrae, promove uma reunião com artesãos na próxima terça-feira (31). O objetivo é ouvir as demandas locais e propor ações para o fortalecimento do setor. O encontro será às 14h no Teatro Afonso Arinos, no Centro de Cultura Raul de Leoni.

“Com o apoio do Sebrae, acreditamos que será possível desenvolver programas e projetos importantes para nossos artesãos, a partir do diálogo que teremos com esses profissionais”, disse o prefeito Rubens Bomtempo.

Neste mês, a Prefeitura e o Conselho Municipal de Turismo (Comtur) também iniciaram a capacitação com um grupo de artesãos dentro do Programa de Sensibilização Turística de Petrópolis - Qualifica Turismo. A ação teve o apoio da Associação de Guias de Turismo de Petrópolis (AGP).

“O setor turístico gera emprego e renda, por isso a importância de promovermos essas capacitações e encontros com os diferentes segmentos do nosso trade”, frisou a secretária de Turismo, Silvia Guedon.

Projeto foi um dos contemplados por edital lançado pelo Fundo Municipal de Cultura

Estreou na quinta-feira (26) no Youtube o canal do projeto Memória Cultural Petropolitana. A iniciativa do produtor Vinicius Soares foi uma das contempladas pelo Edital Maria Luisa Rocha Mello de Seleção de Projetos Culturais, sendo patrocinado pelo Fundo Municipal de Cultura do Instituto Municipal de Cultura. A ideia é divulgar e preservar parte do acervo da Sala Cine Humberto Mauro (Centro de Cultura Raul de Leoni).

“Foram títulos com registros importantes da cena cultural de Petrópolis, de 1991 até 2002. É um projeto importantíssimo para preservar a história da nossa cidade. Ficamos felizes em ver os excelentes resultados do edital de seleção”, afirmou a presidenta do Instituto Municipal de Cultura, Diana Iliescu.

O produtor Vinicius Soares explica que o projeto surgiu com a intenção de conservar a memória da cena cultural de Petrópolis. A digitalização das fitas gerou um backup em e-mail próprio ( O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. ), HD externo e na plataforma de Youtube (https://www.youtube.com/watch?v=A4jC0peHvZg)

“Nossa intenção mais importante era a salvaguarda dessa memória da cena cultural de Petrópolis que a qualquer momento poderia se perder, tanto pela questão de acondicionamento inadequado das 16 fitas de VHS, quanto pela própria especificidade do material”, explicou Soares.

Para o secretário executivo da Petrópolis Film Commission, a restauração das obras é importante para a memória audiovisual da cidade. “Essas obras consistem em registros há muito tempo arquivados e que poderiam se perder, se não fosse a iniciativa desse projeto”, afirmou.

Vídeos digitalizados pelo projeto:

Exposição Agropecuária (1991)
Vídeo turismo (1992)
Petrópolis Cidade Iluminada (1995)
Reconstrução de Petrópolis (1996)
100 anos da 1ª Exibição de Filme Brasileiro (1997)
Scena Serrana (1999)
Quinteto de Sopros de Petrópolis (1999)
Ocupação das Praças (2000)
Independance (2000)
500 Vozes em Concerto (2000)
Aniversário de Petrópolis (2001)
Petrópolis em Serenata (2001)
Concertos de Primavera (2001)
Serenata Imperial (2002)

Jardins do Museu Imperial foram palco do projeto

Os alunos do terceiro e quinto períodos da Educação Infantil da Escola Municipal Monsenhor Cirillo Calaon, no Roseiral, participaram na manhã desta sexta-feira (27) do “De Conto em Conto”. A ação aconteceu nos jardins do Museu Imperial. O projeto começou no dia 11 de maio e acontece em 160 escolas e centros de Educação Infantil da rede municipal de Petrópolis.

O projeto de contação de histórias é promovido pela Prefeitura, por meio do Departamento de Educação Infantil da Secretaria de Educação. Em todas as unidades em que o projeto acontece será levado um tecido e junto com os alunos será feito um trabalho.

“Esse trabalho feito pelos alunos após a contação das histórias será apresentado no final do projeto. A previsão é fazer uma grande festa de encerramento nos jardins da Praça da Águia”, explicou a secretária de Educação Adriana de Paula.