Ponto de ônibus na entrada do Cidade Nova foi retirado em 2021

Os moradores do bairro do Carangola já contam novamente, desde a terça-feira (10), com um novo abrigo de ônibus. O equipamento que estava instalado no local por mais de vinte anos, foi retirado em 2021, no governo anterior, deixando os moradores da região sem um lugar seguro para o embarque e desembarque.

Para recolocar o equipamento, foi preciso uma operação por parte da prefeitura de demolição de um muro construído por um morador, sem autorização do município.

A iniciativa da prefeitura tem como objetivo favorecer a coletividade proporcionando mais comodidade e conforto àqueles que dependem de transporte público.

A prefeitura notificou o morador solicitando a demolição do muro de forma voluntária, diante á inércia, a prefeitura determinou a demolição e a recolocação do abrigo de ônibus no mesmo local onde existia há mais de vinte anos.

A operação contou com equipes da Comdep, Defesa Civil, Guarda Municipal, Polícia Militar e técnicos do núcleo de fiscalização da Prefeitura.

Além do abrigo, os moradores da região poderão contar com novo mobiliário urbano no espaço, como mesa de xadrez e bancos. A prefeitura também está melhorando e substituindo a iluminação pública por lâmpadas de led na região.

 

Uma série de palestras promovidas pela Prefeitura, no Centro de Atenção Psicossocial Infanto Juvenil – Capsi Sylvia Orthof, vão marcar a campanha Janeiro Branco, de conscientização, combate e prevenção de doenças mentais. Além de familiares e responsáveis por crianças e adolescentes atendidas no espaço, o evento é voltado para profissionais de saúde, principalmente aqueles que atuam nos Postos de Saúde da Família (PSFs) do município.

“O Janeiro Branco tem o objetivo de chamar a atenção de todos para os cuidados e necessidades relativas a saúde mental. Neste evento, estamos levando profissionais dos PSFs para que todos tenham a real noção do trabalho realizado e para que estejam preparados para identificar pacientes que estejam precisando de ajuda nos territórios onde atuam”, explica o prefeito Rubens Bomtempo.

As palestras serão realizadas entre os dias 12 e 30 de janeiro, seguindo temas como “Depressão e Ansiedade na Adolescência”, “Terapia Ocupacional” e “Arte de Brincar”, assim como “Trabalhos dos Cuidadores”. Os encontros acontecerão na sala de espera da unidade, que fica na Rua Marechal Floriano Peixoto, 418, no Centro.

O número de casos de depressão e ansiedade, no Brasil, vem aumentando a cada ano. Inclusive, estudos da Organização Mundial da Saúde (OMS), em 2019, apontaram que o país é o mais ansioso do mundo. “Por isso, a questão da saúde mental, principalmente por conta da pandemia e, no caso de Petrópolis, ainda tivemos duas grandes tragédias, precisa ser tratada com cuidado. Este é o primeiro evento que realizamos, mas nosso objetivo é que a campanha cresça e alcance o maior número de pessoas, pois a conscientização de todos é fundamental”, disse o secretário de Saúde, Marcus Curvelo.

Confira o calendário de palestras:

12.01 – 9h
“Arte de Brincar”, com a cuidadora Claudia Kappaun

17.01 – 9h
“Palestra sobre Trabalho dos Cuidadores no Capsi”, com a cuidadora Claudia Kappaun.

24.01 – 9h
“Depressão e Ansiedade na adolescência”, com a enfermeira Vitória Barbatti

30.01 – 9h
“Terapia Ocupacional” com a terapeuta ocupacional Maria C. Meira Santana

 

Desde o dia 3 de janeiro, pessoas internadas no Pronto Socorro Leônidas Sampaio, no Alto da Serra, estão sendo acompanhados por uma equipe multidisciplinar composta por enfermeiro, farmacêutico, nutricionista e assistente social. O objetivo da Prefeitura é a elaboração de um relatório, o qual, no caso de transferência, é encaminhado junto com o paciente para o hospital que irá recebe-lo, garantindo um melhor atendimento clinico.

“O projeto foi elaborado pela própria equipe da unidade e visa dar um atendimento de mais qualidade ao paciente, pois os profissionais garantem um relatório ainda mais completo e criterioso. Sem dúvida, é uma iniciativa importante e que deve servir de exemplo para outras unidades da rede”, disse o prefeito Rubens Bomtempo.

O relatório começou a ser testado na unidade em novembro. “Esse acompanhamento multidisciplinar facilita a troca de informações, melhora o desempenho das atividades, facilita as relações individuais e permite avaliar o problema do paciente a partir de diferentes perspectivas. Assim, é possível elaborar um diagnóstico minucioso”, explica o secretário de Saúde, Marcus Curvelo.


40 novos veículos em circulação nos próximos meses

Neste mês de janeiro, sete comunidades passarão a contar com ônibus seminovos. São elas: Meio da Serra, Rio de Janeiro, Alto Independência, Sargento Boening, Vila Felipe, Caxambu e Duques. O anúncio foi feito durante encontro do prefeito Rubens Bomtempo, o presidente da Companhia Petropolitana de Trânsito e Transporte (CPTrans) Fernando Badia e representantes do Sindicato das Empresas de Transporte de Petrópolis (Setranspetro).

A reunião teve como finalidade avaliar o cumprimento do termo de cooperação assinado no início deste mês, entre a Prefeitura, por meio da CPTrans, e o Setranspetro. O acordo tem como base uma lei de 2021, que condiciona a renovação da frota do transporte público ao pagamento do Vale Educação.

A previsão é que em seis meses, 40 novos ônibus estejam em circulação. “Assim como foi acordado nas reuniões, a frota vem sendo renovada gradativamente. É um compromisso nosso que o sistema de transporte público seja seguro e atenda de forma mais eficiente os passageiros”, disse o prefeito Rubens Bomtempo.

Os locais que estão recebendo os veículos são os que registraram maior quebra de veículos nos últimos meses. Em dezembro, 13 veículos seminovos entraram em operação nas regiões de Pedro Ivo, Rio de Janeiro, Siméria, Olga Castrioto, Alto Independência, Capitão Paladini, Boa Vista e Atílio Maroti.

“A região do Alto Independência, por exemplo, foram seis veículos seminovos. Com o ônibus que chegará em janeiro, 100% da frota que circula na localidade estará renovada”, comentou o presidente da CPTrans, Fernando Badia. “Se compararmos os dados de setembro e janeiro já percebemos que a média de quebras teve redução. Atílio Marotti e Alto Independência, por exemplo, não registraram quebras nos primeiros dias de janeiro”, acrescentou Badia. Outras regiões como Pedro Ivo, Siméria, Olga Castrioto, Capitão Paladini e Boa Vista também tiveram índices quase zerados de problemas mecânicos.

Desde que essa gestão assumiu, como forma de melhorar o transporte público, vem promovendo ações como o encerramento dos serviços da viação Cascatinha em oito linhas do Carangola, que passaram a ser operadas pela Cidade das Hortênsias, em julho. A decisão foi baseada nas constantes quebras de veículos, que geraram perdas de viagens e atrasos nos horários.


As vencedoras da casa e vitrine mais enfeitadas receberam as premiações dos concursos. A entrega foi feita na tarde de sexta-feira (6) pela Prefeitura. A promoção fez parte do Natal Imperial, que terminou no domingo (8) depois de 40 dias de uma programação cultural extensa em vários pontos da cidade. O Natal Imperial é realizado pela Prefeitura, com patrocínio da Claro, por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura (LIC) da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado do Rio de Janeiro, e com a promoção da Dellarte (empresa licitada pela Prefeitura, por meio do IMC.

“Com a parceria do Petrópolis Convention e Visitors Bureau podemos, juntos, realizar essa promoção e estar entregando os prêmios para as vencedoras. Esses concursos fomentam as culturas e tradições natalinas e tornam a cidade mais bela e atraente no período do Natal”, disse o prefeito Rubens Bomtempo.

A enfermeira Elisabeth Canella, de 65 anos, foi a vencedora da casa mais enfeitada. Ela contou que há mais de 15 anos enfeita o imóvel para o Natal e que já participou do concurso por duas vezes, sendo esta a primeira vez que vence.

“Esse concurso é importante para as pessoas manterem o espírito do Natal e trazer união para a família. Quando eu era pequena não tinha ceia e nem a casa era enfeitada. Quando tive a minha casa passei a fazer essas coisas”, contou a moradora, acrescentando que “está muito feliz com o prêmio” e que agora é “esperar o sol chegar para usar, para aproveitar mais diárias e poder descansar”.

A loja de fábrica Katz foi a vencedora do concurso da vitrine mais enfeitada. A Katz venceu o concurso pela segunda vez. “Todos os anos enfeitamos a loja. São duas semanas de montagem. É importante para a divulgação e hoje por estar bem localizada a loja acaba sendo bastante visitada”, contou a gerente Fabiana Behu, 45 anos.

A entrega dos prêmios foi feita pelo Sandro Gomes, diretor administrativo e financeiro do IMC. A vencedora da casa mais enfeitada ganhou uma diária em suíte dupla padrão standard, com café da manhã incluído em um dos quatro hotéis da rede Castelo de Itaipava em Petrópolis. São eles: Castelo de Itaipava Hotel, Bomtempo Resort Itaipava, Bomtempo II - Chalés da Mata e Atelier Molinaro Bistrô.

Já a vencedora da vitrine mais enfeitada ganhou uma diária em apartamento duplo standard com café da manhã, no Hotel Grão Pará; uma diária em apartamento duplo standard com café da manhã, no Hotel Vila e dois “Day Use” em qualquer hotel da rede Kastel.


Íntegra do Plano segue agora para aprovação da Câmara de Vereadores

O Plano Municipal de Turismo 2023-2030 foi aprovado, na tarde da última segunda-feira (09), por todos os 23 membros do Conselho Municipal de Turismo presentes na reunião extraordinária convocada pela Prefeitura de Petrópolis, por meio da Secretaria de Turismo.

O plano com 310 páginas e mais de 6 mil anexos, foi elaborado por técnicos da Fapur, a Fundação de Apoio à Pesquisa Científica e Tecnológica da UFRRJ, e construído de forma participativa. Poder público, membros Comtur, da sociedade civil, do trade turístico e demais instituições ligadas ao setor participaram de reuniões onde puderam expor as principais necessidades para aprimoramento desta que é uma das principais vertentes econômicas de Petrópolis.

“Ficamos muito felizes com o resultado do trabalho e, principalmente, com a participação de todos. Um plano feito a muitas mãos, por todos que são verdadeiramente engajados e comprometidos com o turismo na nossa cidade”, destacou o prefeito Rubens Bomtempo.

A elaboração do Plano Diretor de Turismo passou por 10 etapas, que incluiu duas pesquisas de campo, fases de elaboração participativa e, ainda, a realização de um minicurso para funcionários da Secretaria de Turismo, para transferência e multiplicação da metodologia de acompanhamento, avaliação e atualização do Plano Diretor de Turismo.

“A aprovação do Plano por parte do Comtur é mais uma importante etapa cumprida. Nas fases de elaboração participativa, chegamos a ficar reunidos por 12 horas para chegar a este documento que temos hoje. É um plano longo, de 8 anos, que vai precisar de constante acompanhamento e aprimoramento e tenho certeza que vamos colher bons frutos deste trabalho”, comemorou a secretária de Turismo, Silvia Guedon.

A íntegra do Plano foi enviada para os membros do Conselho que, durante a reunião, puderam fazer as últimas considerações que julgavam importantes e tirar dúvidas. Marisa Guadalupe Plum, membro do Conselho há mais de 20 anos, elogiou o resultado do Plano e a maneira com que a construção foi feita. “Este é um documento fundamental para o desenvolvimento do setor e para a competitividade de Petrópolis frente a outros destinos, nacionais e internacionais. Todos fomos ouvidos e pudemos fazer as considerações que julgamos pertinentes. Essa união e comprometimento de todos precisa continuar a partir da aprovação, para que seja possível direcionar os programas e projetos para atingir a excelência”, salientou Marisa.

Todas as observações feitas pelos membros do Comtur serão consolidadas pela equipe técnica da Fapur e a versão final do Plano Diretor de Turismo enviada, na próxima semana, para a Prefeitura.

“Petrópolis é um destino bastante consolidado e estou muito feliz e satisfeito em entregar este trabalho, principalmente porque houve a participação ativa de todos os interessados no desenvolvimento e aprimoramento do setor turístico. De todos os trabalhos que já fiz, foi o primeiro que eu vi isso acontecer e certamente traz ainda mais força para as ações previstas para o futuro do turismo de Petrópolis”, ressaltou o professor Joilson Cabral, coordenador da pesquisa.

Além dos membros do Comtur, a reunião desta segunda-feira contou ainda com a participação de secretários municipais, sociedade civil e do vereador Gil Magno, representante do poder legislativo no Conselho Municipal de Turismo. O próximo passo, para que seja definitivamente implementado, um Projeto de Lei será encaminhado para aprovação da Câmara de Vereadores.

“O poder público, Comtur e sociedade civil já fizeram um grande papel. Na Câmara Municipal vamos nos debruçar sobre este documento, para que os vereadores possam tomar ciência e colocar em discussão”, disse Gil Magno que, na última fase participativa, garantiu celeridade na aprovação do Plano Diretor de Turismo, por parte da Câmara de Vereadores.