Petrópolis terá, em 2023, um orçamento 29% maior do que o de 2022. De R$ 1,3 bilhão, passou para mais de R$ 1,7 bilhão. Um ganho que foi resultado do equilíbrio das contas públicas conquistado ao longo de 2022 pela Prefeitura.

Na prática, a população terá neste ano mais recursos municipais para a prevenção de desastres das chuvas, para obras, para a saúde, para a educação, para os esportes. Em nenhuma área, houve diminuição no orçamento.

“A cidade está vivendo um momento muito especial. Um trabalho que fizemos ao longo do ano na Secretaria de Fazenda, de recuperação das finanças públicas, de aumento do IPM (Índice de Participação dos Município), e que está trazendo frutos. Os números mostram isso. A Prefeitura terá em 2023 uma capacidade de investimentos que não chegamos nem perto de ter em 2022”, disse o prefeito Rubens Bomtempo.

O coordenador de Planejamento e Gestão Estratégica, Thiago Damaceno, destacou os principais pontos do orçamento de 2023: o crescimento do orçamento em R$ 388 milhões (sem aumentar imposto); a priorização em saúde e educação; o aumento da importância dada às obras e à Defesa Civil; e o empoderamento dos fundos municipais.

"É uma atitude inovadora do prefeito Rubens Bomtempo empoderar e colocar mais verba orçamentária no Fundo Municipal de Esporte, no Fundo de Defesa Civil, no Fundo de Meio Ambiente. Esses fundos são trabalhados nos conselhos municipais, com participação popular", disse Damaceno.

Defesa Civil: + 2.208%

O caso mais emblemático é o da Defesa Civil. O orçamento da área passou de R$ 217 mil em 2022 (definido pela gestão de 2021) para mais de R$ 5 milhões para 2023. Um aumento de 2.208%. Ou seja, um orçamento 23 vezes maior do que o do ano passado.

Meio ambiente: + 895%

O meio ambiente terá um aumento de 895% de 2022 para 2023. Passando de R$ 210 mil para R$ 2 milhões. Ou seja, um orçamento quase 10 vezes maior do que o do ano anterior.

Assistência social: + 161%

A assistência social é a área com o terceiro maior aumento para 2023: 161%. Passando de R$ 15,7 milhões para quase R$ 41 milhões. Mais que dobrou.

Esporte: + 78%

O esporte passou de quase R$ 1,5 milhão para R$ 2,6 milhões.

Obras: + 55%

A Secretaria de Obras passará de R$ 65 milhões para R$ 101 milhões.

Saúde: maior orçamento da Prefeitura

O maior orçamento da Prefeitura será o da Secretaria de Saúde. Passará de R$ 396 milhões para R$ 461 milhões, um aumento de 16%.

Educação: 2º maior orçamento da Prefeitura

O orçamento da educação passará de R$ 335 milhões para R$ 439 milhões, um aumento de 31%.

A rede de proteção e atendimento à mulher vai ganhar um importante reforço em Petrópolis. Um projeto de lei para a criação da Secretaria Municipal das Mulheres, está sendo elaborado pela Prefeitura e será encaminhado nos próximos dias para aprovação na Câmara Municipal. O anúncio foi feito pelo prefeito Rubens Bomtempo, durante a última reunião do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher (Comdim), na noite de quinta-feira (12).

Com a nova estrutura, a intenção da Prefeitura é otimizar, intensificar e criar políticas públicas em defesa das mulheres, principalmente nos temas relacionados a violência. Dos 92 municípios do Estado do Rio de Janeiro, apenas 10 cidades contam com secretarias voltadas para as mulheres. Dos 295.917 habitantes contabilizados no último Censo do IBGE, realizado em 2010, um total de 154.901 eram mulheres. Em 2021, a população total estimada, em Petrópolis, era de 307.144 habitantes. A perspectiva é de a população feminina continue sendo majoritária.

“Esse passo que estamos dando agora é uma conquista das mulheres. Já temos equipamentos importantes no município, porém, chegou o momento de construir instrumentos para defender esse legado e acumular forças para garantir que todos os frutos sejam entregues a gerações futuras”, disse o prefeito Rubens Bomtempo.

“Começamos a trilhar esse caminho há mais de 20 anos com a criação do Comdim e o nascimento do CRAM, por exemplo. Só conseguimos chegar até aqui, porque tivemos a sociedade civil do lado, como as associações de moradores, que se dispõem a conversar e avançar na pauta em defesa das mulheres e contra qualquer tipo de violência. Com essa nova secretaria será possível estruturar e elaborar políticas públicas que são fundamentais para o fortalecimento dessa rede de proteção”, disse a secretária Chefe de Gabinete e presidente do Comdim, Luciane Bomtempo.

Emocionada, a vice-presidente do Comdim, Viviane Marques, destacou a importância da nova secretaria. “As portas para que as mulheres que vivem em situação de risco recebam um atendimento ainda mais digno estão sendo abertas com a criação dessa secretaria. Neste momento, não tenho dúvidas de que a luta por políticas públicas que, de fato, façam a diferença na vida de todas nós, está valendo a pena. Queremos fazer com que as mulheres da nossa cidade se sintam mais fortalecidas e, dessa forma, vislumbrem e galguem um futuro com menos preconceito e mais dignidade”.

“Essa era uma notícia esperada por muitos anos. Um grande sonho de todas as conselheiras da sociedade civil e que hoje está sendo concretizado. Tínhamos a certeza que conseguiríamos esse espaço tão necessitado e que, sem dúvida, fará toda a diferença na vida de todas as mulheres petropolitanas”, frisa a conselheira Ângela Alcântara.

O contribuinte terá a partir de segunda-feira (16) mais um posto de atendimento para a emissão da 2ª via do carnê do IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano): Araras.

Com isso, são 17 postos de atendimento espalhados por todo o município, nos 5 distritos.

Os cerca de 100 mil carnês do IPTU foram enviados no início do mês pelos Correios. Até o dia 20 de janeiro, o contribuinte que pagar em cota única terá 10% de desconto no IPTU.

Para aproveitar essa oportunidade e ter o desconto, o morador tem, portanto, 3 opções: usar o carnê que recebeu pelos Correios; emitir a segunda via do carnê pela internet (no site da Prefeitura: www.petropolis.rj.gov.br); ou emitir a 2ª via nos polos de atendimento montados pela Prefeitura.

Os postos funcionarão de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h.

Veja abaixo os endereços:

Postos de atendimento

24 de Maio (Secretaria de Desenvolvimento Econômico – Rua 24 de Maio, 2)
Araras (Escola Paroquial Santa Bernadete – Estrada Bernardo Coutinho, s/n)
Bingen (Escola Municipal Johann Noel - Rua Bingen, 843)
Cascatinha (Escola Municipal Fábrica do Saber – Rua Machado Fagundes, 269)
Centro (Centro de Cultura Raul de Leoni - Praça Visconde de Mauá)
Centro (Inpas – Rua Alencar Lima, 35, salas 101 a 115)
Centro (Secretaria de Fazenda – Avenida Koeler, 260)
Coronel Veiga (Escola Municipal Prefeito Jamil Sabrá - Rua Coronel Veiga, 1.130)
Corrêas (Escola Municipal Professor Josemar Contage - Rua Castro Alves, 80)
Independência (Escola Municipal Alto Independência - Rua Leonor Maia, 1.670)
Itaipava (Parque Municipal Prefeito Paulo Rattes - Estrada União e Indústria, 10.000)
Itamarati (Escola Municipal Rosemira Cavalcanti - Rua João de Farias, s/n)
Mosela (Escola São Judas Tadeu – Rua Mosela, 1.445)
Nogueira (Escola Municipal Professor Nilton São Thiago - Avenida Leopoldina, 561)
Pedro do Rio (Escola Municipal Monsenhor João de Deus - Rua Doutor Barros Franco, s/n)
Posse (CEI Ângela Maria da Conceição Silva - Estrada União e Indústria, 33.666)
Retiro (Liceu Municipal Carlos Chagas Filho - Avenida Barão do Rio Branco, 2.053)


Promea Petrópolis foi apresentado durante reunião no Palácio Itaboraí

A plataforma digital do Programa Municipal de Educação Ambiental (Promea) de Petrópolis, desenvolvido pela Prefeitura, por meio das secretarias de Meio Ambiente e Educação, foi apresentado a representantes da Fiocruz durante reunião no Palácio Itaboraí nesta sexta-feira (13). O objetivo do encontro é fortalecer a rede de Educação Ambiental da cidade.

“Que possamos trazer ideias e propostas para o desenvolvimento de ações para o Meio Ambiente nas escolas da nossa cidade e também para as comunidades”, disse o secretário de Meio Ambiente, Carlos Alberto Muniz. “Essa plataforma vai servir para estreitar os laços de todos os atores envolvidos e vamos sim poder ajudar e integrar essa rede”, comentou a pesquisadora da Fiocruz Jane Costa.

A plataforma foi apresentada pelo diretor administrativo da Secretaria de Educação, Anderson Campos. A ferramenta está em fase final de construção e vai permitir que os professores, em sala de aula, possam desenvolver atividades de Educação Ambiental com os alunos. A plataforma também poderá ser acessada pelo público em geral e ficará hospedada no site da Prefeitura, sendo totalmente interativa. “Queremos conectar os atores que já estão desenvolvendo Educação Ambiental”, frisou Anderson.

O vice-diretor de Ensino da Fiocruz, Ademir Martins, ressaltou a importância de entender as especificidades de cada região para desenvolvimento das ações. “É preciso entender a visão de cada localidade e como é a melhor forma de transmitir essa mensagem”. A plataforma será dividida em seis eixos com a principal missão de “transformar conhecimento em mudança de comportamento para a conservação e proteção da Mata Atlântica”.

Além das escolas, o Programa Municipal de Educação Ambiental também tem foco nas comunidades, empresas e Administração Pública.



Sete ruas tiveram o serviço do transporte coletivo retomado esta semana após intervenções da Prefeitura, por meio das equipes de manutenção viária da Secretaria de Obras. Devido às chuvas das últimas semanas, várias ruas apresentaram problemas o que impedia a circulação dos ônibus.

“Assim que a chuva começou a dar trégua foi possível que as equipes fossem para as ruas e iniciassem os reparos, tanto de tapa buracos quanto de reparação de algumas redes. Foram vários dias seguidos de chuva, em alguns momentos de forte intensidade, que causaram estragos em vários pontos da cidade. A expectativa é que agora, com esse período menos chuvoso, consigamos manter o serviço de manutenção viária”, disse o prefeito Rubens Bomtempo.

Os sete locais que passaram pela manutenção viária e tiveram o transporte coletivo restabelecido foram: ruas Amaral Peixoto, Rio de Janeiro e Friburgo, no Quitandinha; Dom João Braga, no Alto da Serra; Seis, no Castelo São Manoel, em Corrêas; F, no Bataillard; além da Estrada do Carangola, no Amoedo e Caminho do Alcobaça, no Alto Alcobacinha.

 

O prefeito Rubens Bomtempo esteve, nesta quinta-feira (12), acompanhando as obras em andamento no Hospital Alcides Carneiro. Instalação do elevador, reforma da recepção do Posto de Urgência (PU) e a tão esperada construção de novos banheiros para as enfermarias clínicas caminham em ritmo acelerado. A previsão é de que sejam entregues ainda no primeiro trimestre deste ano. A pintura externa de todo o complexo hospitalar está quase concluída.

“Essas não são as únicas ações. No ano passado, por exemplo, realizamos a compra de R$ 4,6 milhões de equipamentos mais modernos, mobiliário, veículos, computadores e insumos para a unidade. São avanços significativos e é importante sempre reforçarmos que o Alcides Carneiro é o hospital do povo e todos os investimentos beneficiam, diretamente, a nossa população”, disse o prefeito Rubens Bomtempo.

Durante a visita ao HAC, o prefeito também verificou o andamento de projetos previstos para serem iniciados em breve, além do andamento das reformas das UPAs Centro e Cascatinha, que já estão em andamento. “Sem dúvida, essas ações refletem diretamente na assistência prestada à população. Além de mais conforto, estamos oferecendo aos nossos pacientes, um atendimento mais digno, eficiente e ágil”, disse o secretário de Saúde, Marcus Curvelo.

“Concluímos este primeiro ano de trabalho empenhados em recuperar o Hospital em todos os aspectos. Além das inúmeras intervenções que estamos fazendo na infraestrutura, também ampliamos a oferta de consultas, exames e procedimentos para reduzir as enormes filas que encontramos e realizado investimentos importantes em tecnologia, equipamentos e insumos para que o HAC atenda a população da forma mais eficiente possível”, declarou o diretor-presidente do Serviço Social Autônomo Hospital Alcides Carneiro – Sehac, Ricardo Patuléa.

 

O Departamento de Atenção Básica da Secretaria de Saúde está concluindo o balanço de atendimentos prestados pela Prefeitura, ao longo de 2022. No período, mais de 127 mil pessoas passaram pelos postos de Estratégia de Saúde da Família (PSFs), junto com o Núcleo de Apoio à Saúde da Família (Nasf), Unidades Básicas de Saúde, Consultório de Rua, além das ações desenvolvidas através do Programa Academia da Saúde.

As principais demandas foram para atendimentos em clínica médica, pediatria, ginecologia e obstetrícia, enfermagem, assistência social, psicologia, fisioterapia, nutrição, fonoaudiologia e odontologia. Além destes serviços, nas Academias da Saúde foram realizados atendimentos individuais, coletivos e atividades de prática integrativa como yoga, florais, shiatsu e acupuntura.

“O balanço de 2022 de toda a nossa rede de saúde ainda está sendo finalizado. Porém, esses números da Atenção Básica, somados a quantidade de pessoas acolhidas no Centro de Saúde, ultrapassamos a marca dos 170 mil pacientes atendidos. Esses dados são a comprovação de que estamos no caminho certo e, vamos continuar trabalhando para que, em 2023, sejam ainda melhores”, disse o prefeito Rubens Bomtempo.

O secretário de Saúde, Marcus Curvelo, reforça que assim como os dados do Centro de Saúde divulgados na última semana, os números são referentes a quantidade de pacientes atendidos, os quais, na maioria dos casos retorna mais de uma vez as unidades de saúde. “Temos trabalhado bastante, pois o nosso objetivo é oferecer atendimento cada vez mais eficiente aos petropolitanos”, frisa Curvelo.

“Esse é o resultado de um trabalho sério e comprometido com a população. A Atenção Básica em Saúde é a porta de entrada preferencial dos serviços, que visam a promoção da saúde, prevenção de doenças e agravos, bem como a assistência e a reabilitação”, explica a superintendente de Atenção Básica, Cláudia Respeita.