Instituto Municipal de Cultura recebe propostas até a noite de domingo (23). Inscrições são on-line, abertas a pessoas fisicas e empresas com atuação cultural em Petrópolis.

Mais de 20 filmes, palestras, debates, oficinas. Sétima edição do evento vai desta quarta-feira (19) até o domingo, no Sesc Quitandinha. com produções locais entre atrações nacionais.

A exposição “Vozes da Liberdade” em comemoração ao centenário da radiotransmissão no Brasil chegou ao Centro de Cultura Raul de Leoni. A mostra, que é gratuita, traz parte do acervo do Museu da Imagem e do Som do Rio de Janeiro e segue até o dia 27 de outubro na Galeria Van Dijk. A promoção é do governo do Estado e do Instituto da Imagem e do Som em parceria com a Prefeitura de Petrópolis.

“A exposição levará o público a conhecer a chamada ‘Era do Rádio’ e a importância desse meio de comunicação para a população. O rádio não era só um meio de diversão ou de informação para as famílias, era também a oportunidade que os artistas tinham de apresentar seu trabalho e se projetar”, comentou a presidente do Instituto Municipal de Cultura (IMC), Diana Iliescu.

A história do rádio no país é contada por meio de painéis. As radionovelas, as transmissões esportivas (com destaque para o futebol), o período da ditadura e como ele influenciou nas transmissões, além de artistas que se projetaram na “Era do Rádio” estão retratados nos painéis.

Além de Petrópolis, a exposição “Vozes da Liberdade” também foi levada para outras cidades do interior do Rio de Janeiro. São elas: Bom Jardim, Trajano de Moraes e Duas Barras. “No seu centenário, o rádio continua mostrando sua importância na sociedade brasileira. Apesar dos avanços tecnológicos e da grande oferta de entretenimento, ele vem resistindo e se adaptando aos novos tempos”, concluiu Diana.

“Vozes da Liberdade”
Data: 04 a 27 de outubro
Local: Centro de Cultura Raul de Leoni (Praça Visconde de Mauá, número 305 – Centro)
Horário: de segunda a sexta-feira, das 10h às 17h
Evento gratuito

O Museu Casa de Santos Dumont e a Casa do Colono, mantidos pela Prefeitura, estão com programação especial na 16ª edição da Primavera dos Museus, promovida nesta semana em todo o pais.

A Casa do Colono participa da 16ª Primavera dos Museus, nesta semana. com programa especial: oficina de artes, palestra sobre restauração de acervos e distribuição de mudas de flores.

O Centro Cultural de Cascatinha Wilma Borsato foi reaberto pela Prefeitura neste sábado (17). O imóvel, fechado há quatro anos, passou por reforma e, agora, vai contar com programação cultural, oficinas e projetos para atender a comunidade de Cascatinha. O prédio, que é tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), foi construído em 1884 para abrigar uma das estações ferroviárias da Estrada de Ferro Grão Pará e ganhou o nome da vereadora, que é uma antiga moradora da região.

“É uma felicidade poder estar entregando esse espaço para a comunidade, para que ele possa ser também revitalizado no ponto de vista cultural e da memória do povo de Cascatinha. O mais importante é que esse espaço passa a fazer parte da história de Cascatinha novamente”, disse o prefeito Rubens Bomtempo, que ressaltou a importância de Wilma Borsato para a comunidade e também para a vida do seu pai, o médico Rubens de Castro Bomtempo.

Além da pintura, o prédio ganhou manutenção das janelas e portas, e o jardim foi todo revitalizado. “É um orgulho poder reinagurar esse espaço que é de cultura, de memória, de história e de resgate de um povo”, comentou a presidente do Instituto Municipal de Cultura (IMC) Diana Iliescu. “Já temos aqui fotografias dos imigrantes italianos, mas também estamos com um processo de digitalização da documentação dos funcionários da Companhia Petropolitana com o apoio da Estácio de Sá. Um trabalho de resgate da memória da comunidade”, frisou Diana.

A secretária-chefe de gabinete Luciane Bomtempo lembrou a história dela com a vereadora Wilma Borsato e de todo o trabalho dela com a comunidade de Cascatinha. As filhas de Wilma – Rosane e Roseane Borsato Costa - compareceram a solenidade e foram homenageadas. A presidente da Casa D´Itália Anita Garibaldi, Graça Vescovine falou das parcerias que vão acontecer no Centro Cultural, que também estará recebendo parte da programação cultural da Serra Serata (festa da cultura italiana que está acontecendo no Palácio de Cristal).

O vereador Marcelo Chitão também abordou a importância de revitalizar o prédio pela história que o mesmo representa. Já o diretor do Centro Cultural Wilma Borsato, Rafael Valente lembrou que o espaço foi inaugurado em 2004 por Rubens Bomtempo. A reabertura do Centro Cultural de Cascatinha Wilma Borsato contou com a apresentação do Coral Pró Tempore e projeção de um memorial fotográfico.

A Serra Serata 2022 – La Vita è Bella!, a festa da cultura italiana de Petrópolis, começa na quinta-feira (15) com mais de 40 atrações. Veja a programação completa.

A festa de cultura italiana Serra Serata começa nesta sexta-feira (15), no Palácio de Cristal, A edição 2022, em dois fins de semana, celebra a beleza da vida.

A 13ª Serra Serata, que festeja a cultura dos migrantes italianos, a partir do dia 15, está entre as atrações culturais da cidade em setembro.

O Palácio de Cristal vai abrigar mostras de flores a cada entrada de estação, beneficiando produtores locais. As mostras serão incluidas no calendário oficial da cidade pela Prefeitura.

Pagina 2 de 256