Documentos podem ser solicitados pelo site ou diretamente da sede da secretaria

Mais de seis mil laudos de vistorias estão concluídos pela Secretaria de Defesa Civil, que nesta terça-feira (12), atuou com 20 equipes técnicas, percorrendo 19 localidades como Chácara Flora, Quitandinha, Valparaíso, Castelânea, Caxambu, Vila Felipe, Coronel Veiga, Siméria, Quissamã, Centro, Carangola, Corrêas, Floresta, Dr. Thouzet, Independência, Bingen, Duarte da Silveira, São Sebastião e Lopes Trovão. Ao todo, a Defesa Civil tem mais de 9,7 mil ocorrências registradas em todo o período, em função das chuvas de fevereiro e março.

Desse total, a maior parte - mais de 7,5 mil - foi por deslizamentos. Desses, mais de 2,8 mil atingiram diretamente imóveis por cerca de 60 localidades afetadas. De todas as ocorrências cadastradas, mais de 3,6 mil estão em andamento pelas equipes que seguem empenhadas diariamente na realização de vistorias e conclusão de laudos.

Laudos podem ser solicitados pelo site ou retirados na secretaria

As pessoas que aguardam pelos laudos de vistorias podem consultar pelo site da Defesa Civil https://www.petropolis.rj.gov.br/dfc/ se o documento está disponível. Em caso positivo, pelo próprio site pode ser feita a solicitação para o recebimento do Registro de Ocorrência em formato digital. A obtenção do laudo também é possível em atendimento presencial na sede da secretaria, na Rua Buarque de Macedo, 128 – Morin.

166 pessoas são atendidas em nove abrigos provisórios

A Secretaria de Assistência Social trabalha para o atendimento das famílias que estão em abrigos temporários. Das 166 pessoas que recebem todo o apoio da Prefeitura para suprir as necessidades essenciais, 62 estão em instituições e outras 104, em estruturas organizadas de forma voluntária nas comunidades. Todas as pessoas que dos abrigos estão incluídas no programa Aluguel Social e estão sendo direcionadas aos novos lares.

As famílias que perderam suas moradias e estão acolhidas em casas de familiares ou amigos, estão recebendo o mesmo suporte por meio dos Centros de Referência em Assistência Social (CRAS), que direcionam benefícios de acordo com o perfil social de cada pessoa.

Abrigos provisórios em funcionamento

Instituições: Castelo São Manuel, Abrigo Santa Isabel e Casa do Padre

Voluntários: Igreja Videira, Quadra do Oswaldo Cruz, Associação de Moradores Vila São José, Igreja Wesleyana – Caxambu, Igreja Redenção e Sítio São Luiz.

Em quase dois meses de trabalho, equipes já retiraram 1,8 mil toneladas de pedra em áreas afetadas pelas chuvas

As ações para o desmonte de blocos de rocha continuam em Petrópolis. Na última segunda-feira (11), as equipes trabalharam no Alto da Serra para a retirada de 10 pedras, com cerca de 160 toneladas ao todo. A Defesa Civil coordena os trabalhos e presta suporte operacional para as equipes técnicas.

No fim de semana, os desmontes de pedra se concentraram na localidade do Chácara Flora, de onde foram retiradas outras sete pedras, com um total de 90 toneladas.

As equipes já somam 1850 toneladas de pedra retiradas em toda a cidade desde o dia 22 de fevereiro. Em quase dois meses de trabalho, os técnicos especialistas na remoção das rochas já percorreram as localidades do Caxambu, Rua Primeiro de Maio, Saldanha Marinho, Morro da Oficina, Rua Teresa, Vila Felipe, Rua Uruguai, Rua Barão de Águas Claras, Rua Dr. Thouzet e São Sebastião.

Nesta terça-feira (12) as equipes se programam para atuar novamente no Vila Felipe.

Como é o trabalho

Nas áreas afetadas pelas chuvas, os técnicos atuam onde são identificadas situações risco de novos deslocamentos de rocha ou onde é necessária a desobstrução de vias. Para a atuação em cada localidade, as equipes da Defesa Civil atuam no suporte para o isolamento das áreas.

Um trecho de até 50 metros é isolado e os moradores são comunicados sobre as intervenções nas localidades.

O desmonte das rochas é feito com técnica de baixo impacto, que oferece segurança não apenas aos operadores, mas para a população do entorno.

Para a remoção das pedras é adotado procedimento com uso de corrente elétrica de baixa voltagem, que provoca a queima do produto a partir de uma reação exotérmica. A técnica utilizada não causa vibrações e não provoca o lançamento de fragmentos.

Instabilidade no tempo pode se estender até o fim da semana, informa Defesa Civil

A chegada de frente fria pode provocar pancadas de chuva moderada a partir desta terça-feira (12), de forma isolada, principalmente à noite. A possibilidade de chuva se estende para quarta (13) e quinta-feira (14), quando há condições de registros mais intensos, podendo ser forte, de forma isolada. As informações são do Boletim Meteorológico da Defesa Civil de Petrópolis.

Para o fim de semana, entre sexta-feira (15) e domingo (17), o tempo pode se manter instável ainda em função da passagem da frente fria, deixando o tempo chuvoso. No entanto, não há previsão de registro pluviométrico elevado para o período. Nesses dias a temperatura pode variar entre 16°C e 28°C.

A Defesa Civil destaca que pode haver alteração nas condições meteorológicas para o município. A equipe de monitoramento segue em acompanhamento das mudanças no tempo que podem ocorrer e novos alertas serão emitidos ao longo do período se necessário.

É importante que a população fique atenta à emissão de avisos que podem ser feitos por SMS e grupos de comunicação por aplicativo.

Para receber os avisos por SMS, basta cadastrar o CEP por meio de mensagem de texto para o número 40199. E para receber os informes por meio de grupos por aplicativo, pode ser acessado o link https://t.me/defesacivilpetropolis.

O Boletim Meteorológico detalhado pode ser acessado pelo link https://bit.ly/3vmRgZ2. O informe também fica disponível no site da Defesa Civil https://www.petropolis.rj.gov.br/dfc/.

Equipes já concluíram mais de 5,8 mil laudos de áreas afetadas pelas chuvas de fevereiro e março

A Secretaria de Defesa Civil segue na atuação contínua para a realização de vistorias e conclusão de laudos de imóveis, que foram afetados pelas chuvas de fevereiro e março. Até o momento, mais de 5,8 mil laudos estão prontos. Desses, mais de quatro mil estão disponíveis para a retirada pelos solicitantes. O requerimento do documento de vistoria realizada, pode ser feito sem que a pessoa saia de casa. Através do site da Defesa Civil https://www.petropolis.rj.gov.br/dfc/ pode ser consultada a disponibilidade do laudo do Registro de Ocorrência (RO) e neste mesmo ambiente, pode ser feita a solicitação do documento em formato digital.

Por esse caminho, basta realizar um cadastro no site da Defesa Civil para receber o RO Digital, que poderá ser impresso pelo solicitante. O documento também pode ser requerido em atendimento presencial na sede da secretaria, localizada na Rua Buarque de Macedo, 128 – Morin.

As pessoas que aguardam pelo laudo de vistoria do imóvel, podem ainda consultar a disponibilidade do documento por telefone. Além do atendimento pelo 199, o contato pode ser feito pelo 2246-9281.

19 equipes técnicas realizam vistorias nesta segunda-feira (11)

As equipes técnicas atuaram hoje por áreas afetadas em 15 localidades, entre as quais: Centro, Alto da Serra, Carangola, Quitandinha, Independência, Dr. Thouzet, São Sebastião, Sargento Boening, Corrêas, Itamarati, Itaipava, Caxambu, Siméria, Chácara Flora e Valparaíso.

Desde o dia 15 de fevereiro, a Secretaria de Defesa Civil soma mais de 9,6 mil ocorrências, dessas, mais de 7,5 mil foram por deslizamentos. Até o momento, o município tem mais de 4,7 mil interdições a imóveis em áreas afetadas.

Secretaria de Assistência Social mantém 9 abrigos provisórios

Em funcionamento em instituições e em estruturas montadas de forma voluntária nas comunidades, os nove abrigos provisórios atendem no momento 173 pessoas. Dessas, 66 estão em instituições e 107 em organizações voluntárias. Todas as pessoas estão recebendo o suporte para o atendimento das necessidades essenciais e encaminhamento ao programa Aluguel Social.

Abrigos provisórios em funcionamento

Instituições: Castelo São Manuel, Abrigo Santa Isabel e Casa do Padre

Voluntários: Igreja Videira, Quadra do Oswaldo Cruz, Associação de Moradores Vila São José, Igreja Wesleyana – Caxambu, Igreja Redenção e Sítio São Luiz.

A semana começa com previsão de tempo estável, sem chuva para a cidade. De acordo com o Boletim Meteorológico da Secretaria de Defesa Civil desta segunda-feira (11), o posicionamento de um sistema de alta pressão sobre o oceano deixa o dia com menos nebulosidade.

Isso, no entanto, pode começar a mudar já nesta terça-feira (12). A aproximação de uma frente fria provoca o predomínio da nebulosidade no céu, com possibilidade de pancadas de chuva moderada, de forma isolada, durante a noite.

A temperatura entre hoje (11) e amanhã (12) pode variar entre a mínima 15°C e máxima de 27°C.

Na quarta-feira (13) e quinta-feira (14) as alterações nas condições do tempo indicam a previsão de chuva, especialmente para os períodos da tarde e noite, quando poderá ocorrer pancadas de chuva moderada a forte, de forma isolada.

A Defesa Civil segue no monitoramento e as alterações nas condições do tempo são diariamente informadas pelo Boletim Meteorológico, que também pode ser acessado pelo link https://bit.ly/3vmRgZ2. O informe também fica disponível no site da Defesa Civil https://www.petropolis.rj.gov.br/dfc/.

É importante que a população fique atenta às atualizações dos avisos que podem ser enviados ao longo do período. Para receber os avisos por SMS, basta cadastrar o CEP por meio de mensagem de texto para o número 40199. Os alertas também podem ser recebidos em grupos de comunicação por aplicativo, que pode ser acessado pelo link https://t.me/defesacivilpetropolis.

Em caso de emergência ligue 199 (Defesa Civil) e 193 (Corpo de Bombeiros).

Esta quinta-feira (7) ainda será de tempo instável, com previsão de chuva fraca, conforme o Boletim Meteorológico divulgado pela Secretaria de Defesa Civil. É prevista leve queda na temperatura, que pode variar entre 14°C e 23°C. As condições do tempo ainda são influenciadas pelo transporte de umidade pelo oceano, que provoca variação da nebulosidade, podendo deixar o dia chuvoso no município.

Nesta sexta-feira (8), o tempo ainda permanece com o céu nublado a parcialmente nublado, com possibilidade de haver chuva fraca, de forma isolada, nos períodos da tarde e noite. Essas condições se estendem até sábado (9), quando a partir da madrugada há previsão de registro de aumento na intensidade da chuva, que pode chegar a ser moderada no período.

As equipes de monitoramento da Defesa Civil permanecem no acompanhamento das condições do tempo e a qualquer alteração de maior relevância, novos avisos ou alertas serão emitidos.

Para acompanhar a previsão do tempo, o Boletim Meteorológico pode ser acessado pelo link https://bit.ly/3vmRgZ2. O informe também fica disponível no site da Defesa Civil https://www.petropolis.rj.gov.br/dfc/.

Para receber os avisos por SMS, basta cadastrar o CEP por meio de mensagem de texto para o número 40199. Os alertas também podem ser recebidos em grupos de comunicação por aplicativo, que pode ser acessado pelo link https://t.me/defesacivilpetropolis.

A Defesa Civil orienta que a população fique atenta aos informes enviados e em caso de emergência, ligue 199 (Defesa Civil) e 193 (Corpo de Bombeiros).

Em Boletim Meteorológico desta quarta-feira (6), a Secretaria de Defesa Civil informa que se mantém a previsão de chuva fraca a moderada, de forma isolada ao longo do dia. O predomínio é de céu nublado com leve queda na temperatura, que varia entre 15°C e 25°C no município. As condições do tempo se estendem para a quinta-feira (7). Em alerta enviado pelo Instituto Estadual do Ambiente (INEA), foi informada ainda a possibilidade de elevação dos rios por conta da chuva prevista para as próximas horas.

Ainda de acordo com o monitoramento da Defesa Civil, para esta quarta-feira, o tempo permanece instável devido a atuação de uma frente fria no oceano. Para amanhã (7), o dia será de céu nublado a parcialmente nublado e até o momento, a previsão indica tempo chuvoso apenas para o período da manhã.

A Defesa Civil mantém o monitoramento das condições do tempo e emitirá alertas ao longo do período se necessário. Para acompanhar a previsão do tempo, o Boletim Meteorológico pode ser acessado pelo link https://bit.ly/3vmRgZ2. O informe também fica disponível no site da Defesa Civil https://www.petropolis.rj.gov.br/dfc/.

Para receber os avisos por SMS, basta cadastrar o CEP por meio de mensagem de texto para o número 40199. Os alertas também podem ser recebidos em grupos de comunicação por aplicativo, que pode ser acessado pelo link https://t.me/defesacivilpetropolis.

A Defesa Civil orienta que a população fique atenta aos informes enviados e em caso de emergência, ligue 199 (Defesa Civil) e 193 (Corpo de Bombeiros).

Com aproximadamente 5 mil laudos de vistorias prontos, a Secretaria de Defesa Civil segue em atuação nas áreas afetadas pelas chuvas. Nesta terça-feira (5), 16 equipes atenderam aos Registros de Ocorrências (RO) pelas localidades do Samambaia, Independência, Centro, Quitandinha, Siméria, São Sebastião, Chácara Flora, Dr. Thouzet, Retiro, Roseiral e Alto da Serra. Nessas regiões, os técnicos atenderam especificamente aos pedidos de vistoria já cadastrados. Para solicitar a análise de um engenheiro, geólogo ou técnico, a população deve fazer contato pelo 199 ou no atendimento presencial na sede da secretaria, na Rua Buarque de Macedo, 128 – Morin.

Disponibilidade do documento pode ser consultada pelo site da secretaria https://www.petropolis.rj.gov.br/dfc/

Até o momento foram cadastradas mais de 9,3 mil ocorrências por áreas de mais de 50 localidades, principalmente pelo primeiro distrito. A maior parte dos registros é por deslizamentos, dos quais mais de 2,7 mil atingiram diretamente imóveis. A Defesa Civil tem até o momento mais de 4,3 mil interdições e cerca de 3,7 mil vistorias estão com as análises em andamento.

A Secretaria de Assistência Social mantém 13 abrigos provisórios para o atendimento a 280 pessoas. Destas, 52 pessoas estão em escolas públicas; 87 em instituições; e 141 estão em estruturas organizadas pelas comunidades de forma voluntária.

Todas as famílias que tiveram as casas afetadas e tiveram que recorrer aos abrigos estão recebendo todo suporte necessário para atendimento das necessidades essenciais, além de orientações para a conclusão do processo do Aluguel Social. Até o momento, mais de mil contratos foram firmados e as famílias já estão sendo direcionadas para os novos lares.

A Prefeitura ainda segue no acompanhamento do trabalho do Corpo de Bombeiros nas buscas pelos 3 desaparecidos nas chuvas de fevereiro. As ocorrências registradas no município deixaram 241 vítimas fatais. Desse total, 234 foram em decorrência da chuva de fevereiro, sendo 138 mulheres e 96 homens, entre esses 44 são menores. Em março, foram registradas 7 vítimas fatais, sendo 4 mulheres e três homens.

Abrigos em funcionamento:

Escolas públicas: E. M. Ana Mohammed, E.M. Rosalina Nicolay, E. M. Geraldo Ventura Dias.

Abrigos em instituições: Paróquia de Santo Antônio, Castelo São Manuel e Abrigo Santa Isabel

Abrigos voluntários: Igreja Videira, Quadra do Oswaldo Cruz, Associação de Moradores Vila São José, Igreja Wesleyana – Caxambu, Igreja Redenção, Sítio São Luiz, Assembleia de Deus Chama Viva.

Prefeitura mobiliza equipes de diferentes setores em atuação conjunta na Rua do Túnel

A Prefeitura segue com ações na Rua do Túnel. Desde segunda-feira (4), equipes de diferentes setores executam medidas de segurança para a localidade, além de dar suporte aos atendimentos aos moradores. As equipes técnicas da Secretaria de Defesa Civil seguem na localidade para avaliações de riscos estruturais; a Assistência Social oferece atendimento à população; agentes de Obras avaliam a instalação rampas de acesso às servidões; e a CPTrans oferece auxílio para a retirada dos veículos, que estão impedidos de circular pela via.

Nesta terça-feira (5), o atendimento volante do Centro de Referência em Assistência Social (CRAS) se mantém na região. As equipes fazem o trabalho de escuta e levantamento das demandas dos moradores que tiveram sua rotina afetada por problemas causados pelas últimas chuvas. O serviço contemplou até o momento, 41 famílias para a identificação das necessidades de cada núcleo familiar.

Medidas visam fortalecer a segurança na região até que as obras iniciem na via

Em um prazo de 40 dias a Secretaria Estadual de Infraestrutura e Obras (SEINFRA) informou que iniciará obra emergencial para a recuperação dos fundos e laterais de toda a galeria do extravasor. A recuperação de toda a área será feita pelo Instituto Estadual do Ambiente (INEA), que ficou responsável por fazer as obras complementares.

Por conta dos riscos de afundamento da margem da via, a orientação é de impedimento de circulação e estacionamento de veículos na via, que está com interdição que se estende por toda a via e para as casas que estão à margem do extravasor. Ao longo da rua, ainda serão reforçadas as instalações de gradios para isolar as áreas de afundamento na via e colocação de rampas para que os moradores acessem as servidões em segurança.

Em Boletim Meteorológico desta terça-feira (5), a Secretaria de Defesa Civil informa a previsão de chuva fraca a ocasionalmente moderada, de forma isolada, a partir da tarde de hoje. A possibilidade de ocorrência de chuva, mesmo que em volumes reduzidos, se estende pela noite. A tendência de dia chuvoso segue pela madrugada e ao longo do dia desta quarta-feira (6).

Para hoje e amanhã se mantém a previsão de predomínio de céu nublado. A estimativa é de que no período, tenha registro ocorrência de ventos, também em intensidade fraca a moderada e que ainda haja leve queda na temperatura. A mínima prevista é de 15º e máxima de 25º.

A Defesa Civil segue com o monitoramento constante e ao sinal de alterações nas condições do tempo, novos avisos serão emitidos. A orientação é para que a população fique atenta às atualizações meteorológicas no período.

Para receber os avisos por SMS a população deve cadastrar o CEP da residência através de mensagem de texto para o número 40199. O acompanhamento dos informes também pode ser feito pelo aplicativo acessado pelo link https://t.me/defesacivilpetropolis.

O Boletim Meteorológico atualiza diariamente a previsão do tempo para a cidade, podendo ser acessado através do link  https://bit.ly/3vmRgZ2. Todos os informes da Defesa Civil ainda podem ser acompanhados pelo site https://www.petropolis.rj.gov.br/dfc/ e pelas redes oficiais do órgão. Em caso de emergência, ligue 199 (Defesa Civil) e 193 (Corpo de Bombeiros).

Pagina 4 de 139