A magia do Natal invadiu o CEI Inês Belarmino, no Siméria, na última terça-feira (14) durante a entrega dos presentes arrecadados pela campanha Procon Solidário, ação que ocorre há quatro anos, graças ao trabalho voluntário dos servidores do Procon que conta com ajuda de padrinhos: eles escolhem as cartinhas escritas para o bom velhinho e apadrinham os pedidos das crianças.

“Todas as cartas são lidas, apadrinhadas por pessoas que sem encantam por suas histórias. Elas ficam muito felizes porque ganham o que elas pedem. É uma alegria enorme fazer parte desse projeto. Agradecemos os parceiros por toda ajuda”, disse Mara Sampaio servidora do Procon, responsável pela campanha.

No CEI Inês Belarmino, 40 crianças receberam presentes. “A surpresa foi grande, foi magico, muito bonito. Teve até Papai Noel e eles ficaram muito ansiosos. Fizemos um kit com bolo e suco. Eles puderam lanchar e ganharam o presente que eles pediram e isso foi o mais bacana. As crianças ficaram muito surpresas, gritavam e pulavam de alegria. Foi uma experiência inesquecível! Choramos de emoção. A campanha é sempre feita com muito carinho, graças a Deus deu tudo certo. O CEI foi muito parceiro”, completou Mara.

A próxima entrega será realizada no dia 17 de dezembro, no CEI Frei Leão - 90 crianças serão presenteadas. “Mais uma vez os petropolitanos participaram da campanha e se mostraram solidários com essa nossa vontade que é a de fazer o Natal dessas crianças mais feliz. Agradeço, de coração, toda ajuda e suporte dos parceiros. Quem puder ajudar outras famílias, por favor, o façam, vale a pena”, afirmou o coordenador do Procon.

O Procon Petrópolis vai realizar nos próximos dias ações de orientação junto a grandes vendedores sobre os direitos dos consumidores e proteção com relação a venda de seguros e garantias estendidas. A iniciativa tem como objetivo resguardar aqueles que aproveitam a atmosfera natalina para comprar presentes para os familiares.

Segundo uma pesquisa do Instituto Fecomércio de Pesquisas e Análises (IFec RJ), realizada com 503 consumidores do Estado do Rio de Janeiro, e publicada pela Agência Brasil, 56,5% deles pretendem presentear alguém no Natal. Comparado ao mesmo período de 2020, o número representa uma variação positiva de 3,5 pontos percentuais.

“É uma época em que já percebemos um maior número de pessoas nas lojas comprando presentes para todos os familiares, por isso, principalmente as grandes redes de lojas fazem campanhas de vendas e é por isso que o Procon vai a campo, para conversar com lojistas e gerentes e esclarecer alguns pontos, como por exemplo, o cliente tem o direito de não querer adquirir a garantir estendida e isso não deve, nunca influenciar na aprovação de crédito. Já tivemos denúncias com relação a essa questão”, explica o coordenador do Procon.

O Procon explica, ainda que os bens duráveis tem a garantia do próprio fabricante de, pelo menos, dois meses.

“Por isso nem sempre o consumidor vai se interessar pela garantia estendida e está tudo bem. Outra dica importante é para aqueles que estão realizando as compras pela internet e cujos produtos serão entregues por transportadoras ou correios: vale printar tela, guardar todos os comprovantes para certificar o prazo da entrega. Caso não ocorra no tempo garantido, o consumidor deve procurar o Procon”, acrescenta o coordenador.

Sobre as trocas: “É comum após o dia 26 de dezembro recebermos muitas reclamações sobre os produtos adquiridos. O consumidor tem até sete dias para decidir se deseja desistir da compra realizada fora de um estabelecimento comercial. O prazo conta a partir da entrega do produto. Caso haja a devolução, as despesas de correios/transporte são de responsabilidade do fornecedor”, completa.

O Procon Petrópolis salienta ainda que, o fato de haver desconto não anula ou diminui os direitos do consumidor. “No que diz respeito a troca e garantias. Pergunte, tire suas dúvidas antes de adquirir qualquer produto. As informações como preço e políticas de troca devem estar visíveis e claras no interior da loja”, conta o coordenador do Procon.


Quem quiser mais informações ou precisar de orientação pode procurar auxílio do Procon. Os telefones da central de Itaipava são: 2237-7337 / 2237 7448 e 2237- 7418. E o endereço é: Estrada união e indústria, nº 10800. No Centro, os números para contato são: (24) 2246-8469, 2246-8471, 2246-8473, 2246-8475, 2246-8477, 2246-8470, 2246-8472, 2246-8474 e 2246-8476. No Centro, os agendamentos para os atendimentos presenciais podem ser feitos pelo aplicativo ou pelo e-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. . Endereço: Rua Doutor Moreira da Fonseca, número 33.

Uma boa dica para quem quer aproveitar o final do ano para acertar as dívidas: o Banco do Brasil iniciou nessa segunda-feira (06/12) o Mutirão de Renegociação BB, com condições especiais para renegociações de dívidas com descontos para liquidação à vista e também para renegociações a prazo das operações vencidas. A ação que é nacional e seguirá até o dia 17, em Petrópolis, conta com a intermediação do Procon.

Os gerentes gerais de duas agências da cidade, Lucas Figueiredo e Ivan Morch estiveram no Procon para alinhar a iniciativa. “Os consumidores poderão buscar no Procon por essa intermediação. Não importa o status atual de sua conta corrente ou contrato junto ao BB. A intenção é ajudar e a dica é que as pessoas busquem esse auxílio o mais rápido possível porque, de fato, a chance de conseguir uma boa negociação é grande”, afirmou o coordenador do Procon.

Segundo o Banco do Brasil, a intenção é a de proporcionar aos clientes a possibilidade de solucionar suas dívidas, incentivar a educação e planejamento financeiro pessoal e contribuir para retomada da economia. As condições especiais são para renegociações de dívidas com descontos para liquidação à vista de até 95%. Também estarão disponíveis descontos especiais nas taxas de juros para renegociações das operações vencidas e prazos que podem chegar até 100 meses para pagamento - condições disponíveis para públicos pré-selecionados pelo banco.

O Banco vai habilitar clientes pessoa física, produtor rural e pessoa jurídica no Mutirão, que possuam, dividas inadimplidas oriundas de operações de créditos pessoal, cartão de crédito, cheque especial e outras. Vale destacar que os canais digitais também estarão disponíveis para os clientes: internet, aplicativos de celular e telefone.

Os números para agendamento de atendimento no Procon são: (24) 2246-8469, 2246-8471, 2246-8473, 2246-8475, 2246-8477, 2246-8470, 2246-8472, 2246-8474 e 2246-8476. Os agendamentos também podem ser feitos pelo aplicativo ou pelo e-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. . Vale lembrar que o Procon funciona na Rua Doutor Moreira da Fonseca, número 33.

Segunda, 06 Dezembro 2021 - 10:08

Procon reativa atendimento na Central em Itaipava

A Central do Procon em Itaipava será reaberta a partir de segunda-feira (06/12). Os atendimentos no local tinham sido suspensos em março de 2020, com a pandemia. Com a reativação, os atendimentos ocorrerão das 10h às 16h na central que fica na Estrada União e Indústria, nº 10800, no Centro da Cidadania.

“Fizemos uma reformulação no espaço. Colocamos novas baias para atender com mais conforto e segurança o consumidor. Esperamos com isso aliviar um pouco o atendimento em nossa sede, no Centro e tornar mais fácil o acesso dos moradores dos distritos aos serviços”, afirmou o coordenador do Procon.

No local serão quatro atendentes e um novo sistema será utilizado, o “Proconsumidor”. “O novo sistema possui uma plataforma mais rápida e intuitiva, agilizando o atendimento e as respostas dos fornecedores. E o mais importante: há uma interação com o consumidor durante o processo. Ele poderá, de casa, consultar o andamento de sua reclamação”, completa o coordenador.

Os telefones da central de Itaipava são: 2237-7337 / 2237 7448 e 2237- 7418. No Centro, os números para contato são: (24) 2246-8469, 2246-8471, 2246-8473, 2246-8475, 2246-8477, 2246-8470, 2246-8472, 2246-8474 e 2246-8476. Vale destacar que, nesse primeiro momento, não haverá necessidade de agendamento para atendimento na central em Itaipava. Já no Centro, os agendamentos podem ser feitos pelo aplicativo ou pelo e-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. . Vale lembrar que o Procon Centro funciona na Rua Doutor Moreira da Fonseca, número 33.

Sexta, 03 Dezembro 2021 - 10:33

Procon Solidário: 140 cartinhas apadrinhadas

Natal mais feliz para crianças de dois centros de Educação Infantil da rede municipal

A Campanha Procon Solidário vai animar o Natal de 140 crianças dos centros de Educação Infantil Inês Belarmino, no Siméria e Frei Leão, no Vila Felipe. As cartinhas com os pedidos de Natal dos pequenos foram escolhidas por padrinhos. Até o dia 5 os presentes serão entregues no Procon que vai organizar a distribuição no CEIs para as crianças, antes do Natal.

“Serve de exemplo para todo o país. É a primeira vez que fizemos com crianças menores, dos centros de Educação Infantil. Todas as cartas são lidas, apadrinhadas por pessoas que sem encantam por suas histórias. Elas ficam muito felizes porque ganham o que elas pedem. É uma alegria enorme fazer parte desse projeto. Agradecemos os parceiros por toda ajuda”, disse a servidora do Procon. A ação ocorre há quatro anos.

Os presentes serão entregues pelos padrinhos no Procon que também irá organizar a entrega para as crianças nos CEIs. “O Procon agradece o apoio da comunidade petropolitana em mais uma campanha que, com certeza, fará mais feliz o Natal dessas crianças”, afirmou o coordenador do Procon.

Para garantir o cumprimento das ofertas anunciadas na Black Friday, o Procon Petrópolis realizou nessa sexta-feira (26) uma ação fiscalizatória no comércio da cidade. Não foram encontradas infrações, no entanto, o Procon reforça os direitos dos consumidores.

“O desconto não anula as questões referentes a troca e garantias. No caso das compras online, o consumidor possui, também, sete dias para desistir da compra, mesmo com defeito ou não. Por isso, independente de ser uma época de promoções, o consumidor deve ter os seus direitos preservados e a orientação é tirar todas as dúvidas possíveis antes da compra para evitar problemas futuros”, conta o coordenador do Procon.

Apenas uma denúncia foi recebida, de uma possível falta de produtos no estoque de um estabelecimento comercial. “Já estamos averiguando o fato”, comentou o coordenador do Procon, ressaltando que, caso o consumidor se sinta lesado, pode procurar o Procon Petrópolis. “A equipe pode e deve auxiliar quem precisar de orientação e ajuda”.

Consumidores que precisarem podem agendar uma reunião presencial no Procon para relatar o caso ou tirar dúvidas. Os números para contato são: (24) 2246-8469, 2246-8471, 2246-8473, 2246-8475, 2246-8477, 2246-8470, 2246-8472, 2246-8474 e 2246-8476.

O agendamento também pode ser feito pelo aplicativo ou pelo e-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. . O Procon funciona na Rua Doutor Moreira da Fonseca, número 33, no Centro Histórico.

Está chegando um dos dias mais cobiçados pelos compradores: Black Friday, época famosa pelas ofertas especialmente programadas para conquistar consumidores. Com o avanço da tecnologia e impulsionados pela pandemia, as compras online devem ser as mais pedidas nesse ano e, para evitar dor de cabeça, o Procon Petrópolis, pontua algumas dicas. Mas, as compras em lojas físicas, também merecem atenção.

A principal orientação: Acompanhe os preços antes do início das promoções e anote!
“Também utilize, se possível, sites ou aplicativos de busca e pesquisa antes de concretizar a compra. Os cuidados devem ser redobrados. Mais de 80% das reclamações semanais que recebemos no Procon, se referem a problemas nesse tipo de compra, mas, é possível comprar seguramente, desde que alguns cuidados sejam levados em consideração, como pesquisar o site e o CNPJ da empresa, junto a outros sites como Receita Federal, Reclame Aqui, e Procon Brasil”, alerta o coordenador do Procon Petrópolis.

Outro fato importante: Desconfie se o site não possui “endereço físico”, pois essa informação é obrigação legal. “Ao imprimir um boleto ou digitar um código de barras, inclusive para pagamento através de pix, verifique o beneficiário e veja se ele é o mesmo que está vendendo o produto ou serviço. Lembre-se em imprimir e salvar todos os seus passos na internet durante a compra”, completa.

A Febraban – Federação Brasileira dos Bancos - divulgou recentemente cuidados que os consumidores devem ter nessa época de liquidação. A Federação alerta que quadrilhas aproveitam época para cometer crimes “através da criação de páginas falsas que simulam e-commerce, promoções fraudulentas e perfis falsos em redes sociais”, explica a entidade. Além das já alertadas, vale a pena também:

  • Verificar links patrocinados - o número de fraudes nesse sentido é alto. Uma dica é: sites seguros iniciam com "https";
  • Cuidado com formulários que solicitam dados pessoais;
  • Não faça uso de computadores desconhecidos para compras;
  • Não clique em links desconhecidos e mantenha o antivírus em dia;
  • Use, preferencialmente, cartões virtuais nas compras online;
  • Compre em sites conhecidos;
  • Cuidados também nas lojas físicas

Nas compras presenciais, também é necessário ter cuidado. “Evite as compras por impulso. Afinal de contas você está atrás de descontos específicos em determinados produtos. Tenha foco. Acompanhe os preços nos dias que antecedem a Black Friday”, acrescenta Jorge Badia.

O Procon Petrópolis salienta ainda que, o fato de haver desconto não anula ou diminui os direitos do consumidor. “No que diz respeito a troca e garantias. Pergunte, tire suas dúvidas antes de adquirir qualquer produto. As informações como preço e políticas de troca devem estar visíveis e claras no interior da loja. O consumidor possui, também, sete dias para desistir da compra, independente de defeito ou não. Esse prazo se inicia no momento em que o produto chega às mãos do consumidor e, caso haja a devolução, as despesas de correios/transporte são de responsabilidade do fornecedor”, conta o coordenador do Procon.

Banco também se comprometeu a usar tablets para acelerar atendimento

As agências do Banco Santander em Petrópolis voltarão a atender o público até as 16h a partir dessa quarta-feira (10/11). A decisão foi informada pelo superintendente de Suporte do banco, Fernando Azevedo, durante uma reunião realizada com o Procon.

De acordo com o coordenador do Procon, a reunião contou com a participação dos gerentes das agências do município. A decisão vale para todas as agências. Foi confirmada, também, a pedido do coordenador do Procon, a utilização de “tablets” no exterior das agências com o objetivo de auxiliar o consumidor em serviços que podem ser efetuados sem a necessidade de espera para atendimento físico.

“Avançamos em algumas questões, como a ampliação do horário de atendimento e o reforço do atendimento preventivo no exterior das agências. Deixamos claro nosso entendimento de que as senhas devem ser distribuídas do lado de fora das agências”, explicou o coordenador.

O Procon espera que os demais bancos também ampliem o horário de atendimento. “Felizmente, graças à vacinação, nosso cenário epidemiológico permite esse tipo de ampliação no horário de atendimento. É uma necessidade. As pessoas precisam desse ajuste”, completou.

O Procon Petrópolis realizou mais uma visita fiscalizatória, nessa sexta-feira (05/11), à escola com cursos profissionalizantes, no Centro da cidade, que, segundo denúncias de alunos, fechou sem aviso prévio. Na ocasião, encontrou na sede da unidade funcionária que garantiu a entrega dos históricos escolares aos alunos e alguns certificados de conclusão, na próxima segunda-feira (08/11). Para amenizar o prejuízo dos estudantes da escola técnica, o Procon tentará intermediar a possibilidade de migração dos alunos para outros cursos existentes na cidade.

“Nosso objetivo é conversar com a proprietária do curso e tentar chegar a uma solução que pelo menos minimize o prejuízo de ordem material, profissional e moral dos alunos, já que eles investiram dinheiro, tempo e confiança nas aulas ofertadas pela escola”, disse o coordenador do Procon Petrópolis, acrescentando que uma ideia é aproveitar o histórico escolar dos estudantes e encaminhá-los para outros cursos.

“Diante de pesquisas realizadas conseguimos identificar duas outras escolas técnicas que oferecem cursos semelhantes e a ideia é que as matérias já cursadas possam ser aproveitadas para que o prejuízo seja o menor possível. Vamos apresentar essa solução e, através do diálogo, tentar ajudar”, confirmou o coordenador.

Entenda:

Após o recebimento de diversas denúncias sobre o fechamento, sem aviso prévio, o Procon realizou na última quinta-feira (04/11) uma visita à sede de uma escola que oferta cursos profissionalizantes, no Centro da cidade. No local, a equipe encontrou o prédio fechado e sem nenhum tipo de comunicação visual explicando o fato. Como forma de alerta, o Procon solicitou que os estudantes da unidade procurassem o órgão para confeccionar uma reclamação formal, que poderá ser encaminhada ao judiciário, caso a escola não emita os certificados para os estudantes e o histórico de matérias já cursadas.

Cabe informar que, consumidores que quiserem denunciar o fechamento de cursos temporariamente sem aviso prévio, ou, ainda, de forma definitiva e também outras irregularidades podem agendar uma reunião presencial no Procon para relatar o caso ou tirar dúvidas. O contato também pode ser feito através dos números: 2246-8469, 2246-8471, 2246-8473, 2246-8475, 2246-8477, 2246-8470, 2246-8472, 2246-8474 e 2246-8476. O agendamento também pode ser feito pelo aplicativo ou pelo e-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. . O Procon funciona na Rua Doutor Moreira da Fonseca, número 33, no Centro Histórico.

O Procon Petrópolis autuou, nessa sexta-feira (05/11), uma agência do Itaú pela demora no atendimento e por não fornecer senha para os clientes que estavam do lado de fora do estabelecimento, o que configura omissão na informação do tempo que o consumidor ficou esperando. A notificação ocorreu durante ação de fiscalização do órgão em instituições bancárias de Corrêas e Itaipava.

A autuação representa o início do processo administrativo que pode levar a multa. “Eles têm dez dias para justificar a demora no atendimento e, sobretudo, a ausência de distribuição de senhas do lado de fora da agência. Infelizmente já percebemos que esta é uma política já definida pelos bancos. Ao agir dessa forma, retiram do cliente o único meio que eles possuem para fazer valer os seus direitos. Encontramos, também, clientes idosos esperando atendimento desde as 8h30 da manhã nessa agência”, informou o coordenador do Procon.

Vale salientar que a demora pode incorrer em outras punições. “Estamos incluindo agora, além dos artigos das leis municipais e estaduais que estabelecem limite de tempo máximo para atendimento bancário, um artigo do Código de Defesa do Consumidor que prevê, inclusive, sanções penais ao fornecedor que induz o consumidor em erro. Isso porque, ao receber a senha somente quando ingressa no interior da agência, o consumidor só pode computar o pequeno período de espera, o que falseia a realidade dos fatos, já que, o tempo em que permaneceu na fila do lado de fora, muitas vezes, ultrapassa duas horas e trinta minutos”, esclarece o coordenador.

Além do Itaú, a equipe do Procon também visitou agências do Santander, Caixa Econômica Bradesco e Banco do Brasil, onde não foram constatadas intercorrências nos atendimentos.

Consumidores que quiserem denunciar demora no atendimento de instituições bancárias também outras irregularidades podem agendar uma reunião presencial no Procon para relatar o caso ou tirar dúvidas. O contato também pode ser feito através dos números: 2246-8469, 2246-8471, 2246-8473, 2246-8475, 2246-8477, 2246-8470, 2246-8472, 2246-8474 e 2246-8476. O agendamento também pode ser feito pelo aplicativo ou pelo e-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. . O Procon funciona na Rua Doutor Moreira da Fonseca, número 33, no Centro Histórico.

Pagina 3 de 62