78 toneladas de alimentos já chegaram ao depósito da Gerência Escolar da Secretaria de Educação

Arroz, macarrão, leite em pó, arroz integral, fórmula infantil, verduras, legumes, frutas, lombo suíno, patinho e peito de frango são alguns dos itens da merenda escolar que a Prefeitura está licitando. O investimento de quase R$34 milhões é para um contrato de 12 meses. As licitações estão marcadas para o dia sete de fevereiro.

Esses alimentos que serão licitados se somam às 78 toneladas de itens da merenda escolar que já chegaram ao depósito da Gerência de Alimentação Escolar da Secretaria de Educação. “Sabemos da importância de uma alimentação de qualidade nas escolas e o quanto isso faz diferença na vida dos nossos alunos e alunas. O ano letivo começa na próxima semana, com as escolas oferecendo comida de qualidade para as crianças e adolescentes”, ressaltou o prefeito Rubens Bomtempo.

As 78 toneladas de alimentos são divididas em 20 itens. Do depósito da Gerência de Alimentação Escolar os produtos são levados para as escolas já esta semana. “As aulas começam no dia seis de fevereiro, por isso toda essa logística de transporte começa antes para que as unidades possam se preparam e se organizarem”, explicou a secretária de Educação, Adriana de Paula.


Governo municipal trabalha na busca da equidade e mais qualidade na educação

Na última sexta-feira (28), o Prefeito Rubens Bomtempo, a secretária de educação, Adriana de Paula, a secretária chefe de Gabinete, Luciane Bomtempo e o presidente da Câmara de Vereadores, Junior Coruja, se reuniram com a direção do Colégio conveniado Anglicano de Araras, com o objetivo de discutir a retomada de projetos e melhorias para a Instituição.

Durante o encontro, o prefeito destacou que a Instituição conveniada com a rede municipal de Educação terá um aumento de 20% do valor per capita por aluno em 2023. Sendo que para a Educação Infantil, a per capita passa de R$ 300 para R$ 360. Já do Ensino Fundamental, passam de R$ 220 para R$ 264.

Além disso, a Prefeitura vai disponibilizar para o colégio conveniado, o material didático necessário que será utilizado no ano letivo de 2023.

Também foram elencadas as melhorias necessárias para o espaço, a reformulação da escola, e um trabalho de busca ativa dos alunos que deixaram a instituição nos últimos anos.

“Tivemos um grande retrocesso no ensino do município nos últimos anos. Nós estamos comprometidos e trabalhando muito para assegurar e fomentar a educação inclusiva, equitativa e de qualidade em toda a rede de ensino. O que estamos fazendo é um grande esforço para trazer a equidade para o centro do debate”, disse do Prefeito Rubens Bomtempo.

A secretária de Educação, Adriana de Paula, falou sobre os avanços em pautas tão importantes para a educação do município. “Estamos felizes por tudo que conseguimos construir ao longo do ano passado, mesmo com todas as dificuldades. Agora, além das melhorias e avanços que estamos promovendo em toda a rede de ensino, vamos trabalhar para fortalecer a gestão compartilhada”, concluiu a secretária.

 

O Comitê Cientifico definiu, na última quarta-feira (25), retirar a obrigatoriedade do uso de máscaras nas escolas e transporte público. A recomendação, no entanto, é que pessoas imunossuprimidas ou que apresentem algum tipo de síndrome respiratória ou gripal, mantenham a utilização do Equipamento de Proteção Individual – EPI. A decisão se baseou nos quadros epidemiológicos do município.

“Tanto a covid-19 quanto os casos de pessoas com síndromes respiratórias estão em processo de estabilidade na cidade. Neste momento, temos apenas sete pessoas internadas, quatro delas estão em leitos clínicos e três em UTI. Estamos satisfeitos com a evolução da vacinação e a queda no número de casos em Petrópolis”, destaca o prefeito Rubens Bomtempo.

No entanto, o secretário de Saúde, Marcus Curvelo, frisa a importância de que toda a população tenha a consciência e continue procurando os postos de vacinação “Completar o esquema vacinal é essencial. No ano passado, realizamos uma série de ações para garantir a ampliação da cobertura, como a vacinação nas escolas. Para garantir a imunização, as pessoas precisam estar com o esquema completo, ou seja, no caso dos adultos, com as quatro doses”, disse o secretário de Saúde, Marcus Curvelo. O decreto com os novos protocolos contra a covid-19 será publicado no Diário Oficial (D.O.).


Piso referente à carga horária de 20 horas é proporcionalmente maior que o determinado pelo Governo Federal

Petrópolis faz parte da lista das cidades brasileiras que já pagam aos professores o piso maior ou igual ao nacional, aprovado esse mês pelo Ministério de Educação (MEC). Na rede municipal de Educação, o piso salarial da categoria se refere à carga horária de 20 horas, o que, proporcionalmente, é superior ao valor determinado pelo Governo Federal.

“Já avançamos em 2022 e vamos continuar avançando, com responsabilidade e união. Nossa meta para 2023 é transformar a realidade da educação do nosso município e isso passa pela valorização dos nossos profissionais”, disse o prefeito Rubens Bomtempo.

O piso inicial dos professores da rede municipal em Petrópolis é de R$ 2.624,66 para carga horária de 20 horas, ou seja, equivale a R$ 5.249,32 para 40 horas. “Temos muitos professores com duas matrículas, que cumprem carga horária de 40 horas, e que recebem mais que o piso nacional”, disse a secretária de Educação, Adriana de Paula.

O Ministério da Educação estabeleceu em R$ 4.420,55 o piso nacional para aqueles profissionais da rede pública que cumprem carga horária de 40 horas. O reajuste foi de 15% em relação ao piso praticado em 2022.

Mais conquistas

Entre as conquistas para a categoria em 2022 está o pagamento de 100% do superávit do Fundeb; o enquadramento formação e tempo de serviço vão receber benefício, que estava adiado havia dois anos; realização do concurso público com 877 vagas de provimento imediato e aumento do valor per capita do PGDREM passando de R$ 2,64 para R$ 10.

A Secretaria de Educação renovou algumas equipes gestoras das unidades escolares. Ao todo 10 das escolas e centros de Educação Infantil, o que representa 6% de toda a rede municipal, tiveram mudanças nas equipes.

“Agradecemos a todas as diretoras pelo seu trabalho realizado todos esses anos em prol da educação do nosso município e também pelo trabalho em 2022. Quero esclarecer que essas mudanças não têm nenhuma motivação política e que não aceito indicação política para ocupar um cargo tão importante como esse”, destacou o prefeito Rubens Bomtempo.

A secretária de Educação, Adriana de Paula ressalta que o objetivo é transformar a educação do município. “Queremos dar as boas-vindas a todas as diretoras que vão junto com a gente encarar esse desafio que é transformar a realidade da educação no nosso município. Temos projetos importantes a serem desenvolvidos visando o desenvolvimento dos nossos alunos e uma rede municipal com ensino de qualidade”, disse.

Entre os projetos e ações para a valorização da educação para este ano de 2023 estão: aumento do valor per capita por aluno do Programa de Gestão Descentralizada de Recursos da Educação Municipal (PGDREM) quadruplicado, passando de R$2,64 para R$10; a remuneração para projetos pedagógicos; investimentos em equipamentos tecnológicos; criação da Casa da Formação Continuada; implantação da avaliação externa; curso de formação de lideranças educacionais pela equidade da educação; ampliação da grade curricular do Ensino Fundamental II; novo programa da Educação Infantil; ampliação do Projeto Espiral e reestruturação do programa de Educação Integral.

“Com todas as dificuldades vencemos 2022 e com avanços importantes para a educação como a implantação dos Espaços Seguros e Amigáveis para atendimentos das crianças e jovens que estavam nos pontos de abrigo, a regulamentação da Lei do 1/3 para planejamento, a revisão do documento de porte, a capacitação dos profissionais no curso de primeiros socorros promovido pelo Samu e o pagamento de 100% do superávit do Fundeb. Vamos começar agora 2023 com mais projetos e ações de valorização da nossa rede cuidando dos nossos alunos e dos profissionais da Educação”, concluiu o prefeito Rubens Bomtempo.


Agendamento para as matrículas já está aberto na Secretaria de Educação

As turmas de Educação de Jovens e Adultos (EJA) no Educandário Terra Santa foram reabertas pela Prefeitura. A unidade voltou a atender do primeiro ao quinto ano do Ensino Fundamental, no turno da noite. Há pelos menos seis anos, a EJA não funcionava na unidade.

Os interessados em estudar na escola devem fazer o agendamento no Setor de Matrículas da Secretaria de Educação de segunda a sexta-feira pelos telefones (24) 2246-8683 ou (24) 2246-8685. A matrícula também pode ser feita na própria escola a partir do dia primeiro de fevereiro, das 8h às 16h. O telefone para informações é (24) 2245-3474.

 

O domingo de sol também foi dia de fazer prova para o Vestibular Social, uma parceria da Prefeitura com a Universidade Católica de Petrópolis (UCP). Compareceram para fazer a prova 1.044 alunos, o maior número de candidatos desde que o programa foi criado em 2007.

O prefeito Rubens Bomtempo e a secretária de Educação Adriana de Paula acompanharam ao lado do vice-reitor da UCP, Marcelo Vizani Calazans a aplicação da prova no campus da Rua Benjamin Constant, no Centro da Cidade.

"O programa ficou parado e quando assumimos o governo resolvemos retomar o Vestibular Social que é um estímulo para o estudante e um instrumento importante para combater a evasão escolar", disse o prefeito Rubens Bomtempo. Por meio do Vestibular Social, a Prefeitura concede 200 bolsas integrais para vários cursos ofertados pela UCP.

Para a secretária de Educação, Adriana de Paula a retomada do programa é significativo para a vida dos jovens. "A gente percebe a importância do Vestibular Social vendo a expressão deles chegando para fazer a prova. Percebemos o quanto é importante a retomada desse programa", frisou a secretária. "São 200 histórias de vida transformadas por meio do Vestibular Social", destacou o vice-reitor.

A adolescente Monalisa da Silva Silêncio, 18 anos, chegou cedo para fazer a prova. A expectativa era passar para Biomedicina. "É importante esse tipo de bolsa para que possamos estudar", disse. Adriana de Souza, de 44 anos, também estava ansiosa pela prova. "Nunca imaginei fazer vestibular e essa foi a oportunidade que eu não podia deixar passar", disse a candidata, que também pretendia cursar Biomedicina.

O gabarito da prova será divulgado nesta segunda-feira (23) e o resultado final no dia 31. As matrículas devem ser feitas nos dias 01, 02 e 03 de fevereiro. Todas as divulgações serão publicadas no site: vestibular.ucp.br.



O resultado da pré-matrícula da rede municipal de ensino será divulgado na segunda-feira (23), no site de pré-matriculas da Prefeitura. Na listagem estará o nome da unidade escolar para onde o aluno ou aluna conseguiu a vaga. O resultado se refere às vagas para a pré-escola (3º ao 5° períodos da Educação Infantil) ao nono ano do Ensino Fundamental e da Educação de Jovens e Adultos (EJA).

A matrícula deverá ser feita na própria unidade escolar nos dias 1, 2 e 3 de fevereiro. Para a efetivação da matrícula é preciso levar documentos originais e cópias tanto do aluno e aluna quanto dos responsáveis. As aulas na rede municipal têm início no dia seis de fevereiro.

Veja a lista dos documentos: Certidão de Nascimento, documento de identidade e do CPF do aluno; declaração escolar constando a situação do aluno para o ano subsequente ou Histórico Escolar original; Carteira de Identidade e CPF do responsável; comprovante de residência atualizado; duas fotos em formato 3x4; carteira de vacinação atualizada; comprovante do tipo sanguíneo e fator RH (Lei Municipal n.º 7216, de 27 de agosto de 2014); cartão do Auxílio Brasil (caso seja beneficiário); Cartão do SUS e parecer clínico específico para alunos da Educação Especial.



Trinta alunos da rede municipal de ensino receberam bolsas de estudo para o Ensino Médio oferecidas pela Prefeitura, por meio do programa municipal Todos pela Educação. As bolsas são para quatro escolas da rede particular e a apresentação dos alunos contemplados foi divulgada em solenidade na quinta-feira (19), na Casa da Educação Visconde de Mauá. O prefeito Rubens Bomtempo e a secretária de Educação, Adriana de Paula participaram do evento.

“Criamos esse programa em 2007 como forma de estimular nossos adolescentes a continuarem estudando. Combater a evasão escolar é um compromisso e um desafio, programas assim são importantes”, disse o prefeito Rubens Bomtempo. “Chegamos em 2023 com todas as contas pagas e com a casa em ordem o que vai nos permitir investir em pautas importantes como a Educação, de forma sustentável”.

A secretária de Educação, Adriana de Paula lembrou que o programa estava parado desde 2018. “Por determinação do prefeito retomamos o programa que contempla os melhores alunos da rede municipal. O desempenho deles do sexto ao nono ano do Ensino Fundamental e a frequência são os critérios para conseguirem as bolsas. Estamos muito felizes de retomar com esse programa e estar aqui hoje entregando essas bolsas”, ressaltou.

O programa Todos Pela Educação foi criado pela Lei Municipal número 641/06 e oferece bolsas de estudo de 100% para os alunos que completaram o Ensino Fundamental. As escolas da rede privada que ofertaram as bolsas são: São Thomás de Aquino, Koeler, Fênix e Dinâmico.



A partir desta sexta-feira (20), a Prefeitura, por meio da Secretaria de Educação, está abrindo vagas para turmas de 1º, 2º e 3º ano do Ensino Fundamental e para o primeiro segmento da Educação de Jovens e Adultos (EJA) da Escola Municipal Prefeito Jamil Sabrá.

Os interessados devem ligar para o Setor de Matrícula da Secretaria de Educação, das 8h às 18h, e fazer o agendamento para a efetivação da matrícula. Os telefones são: (24) 2246 8683 / 2246 8685.

A Escola Municipal Prefeito Jamil Sabrá fica localizada na Rua Coronel Veiga, no Centro da Cidade.

Pagina 1 de 185