Sexta, 27 Dezembro 2019 - 15:22

Cascatinha poderá ter nova área de lazer

Uma área de mais de 500m² no terreno da Cia Petropolitana, em Cascatinha, poderá abrigar, futuramente, uma nova área de lazer, com pista de corrida, área para recreação de crianças e até uma academia da 3ª idade.

A ideia é de que o local possa se tornar referência para a comunidade também com projetos culturais sobre a história da fábrica, que possui uma forte ligação com a história de Petrópolis. O projeto também prevê a construção de jardins e bancos, com área de descanso para os visitantes.

São quase mil atletas envolvidos nas competições apoiadas pela prefeitura

As finais dos Campeonatos Municipais de futebol de campo e de futsal acontecem no domingo (22.12) e na segunda-feira (23) respectivamente. Nos gramados, será disputado o segundo jogo no sub-11, 13 e 15. Já nas quadras, as primeiras partidas decisivas acontecem no sábado (21) e a segunda no dia 23. São quase mil atletas envolvidos nas competições, que são organizadas pela Liga Petropolitana de Desportos (LPD) e contam com o apoio da Prefeitura, através da Superintendência de Esportes e Lazer.

O domingo de decisões começa às 9h com o sub-11. O Estádio 7 de Setembro receberá o confronto entre Vera Cruz e Corrêas pelo segundo jogo da final da categoria. Na primeira partida, o time do Moinho Preto venceu por 1 a 0, e pode perder por um gol de diferença no confronto decisivo, que ainda assim será o campeão.

No Estádio Atílio Marotti, às 10h30, o Serrano recebe o Petropolitano para o segundo jogo da final do sub-13. O Petrô venceu a primeira partida entre as equipes por 2 a 0 e pode perder por até um gol de diferença. E encerrando o dia de decisões, o Petropolitano recebe o Internacional no sub-15, às 14h30, no Estádio Carlos Guinle. O alvinegro do Valparaíso venceu por 4 a 1 no Alto da Serra.

No futsal, nesta sexta (20.12), serão definidos os finalistas para a disputa dos jogos no sábado e na segunda-feira. “Esse apoio da prefeitura é fundamental para que as competições estejam ainda maiores, com mais atletas", completa Geraldo Barros, presidente da LPD.

Outras informações sobre as competições organizadas pela LPD, além dos jogos, a fórmula de disputa e muito mais estão no site: www.ligapetropolitana.com.br.

Uma grande festa de confraternização com muita atividade física: o “aulão” que encerrou as atividades do Agita Petrópolis neste ano contou com a presença de mais de 150 pessoas no Palácio de Cristal nesta quinta-feira (19.12). Reunindo alunos dos núcleos que atendem o público adulto, o evento durou cerca de duas horas e foi dividido em três etapas com ginástica, dança e alongamento. O retorno da programação esportiva nos bairros acontece a partir do dia 27 de janeiro de 2020.

A aula foi comandada pelos professores de educação física Marcelo Costa, Beatriz Azevedo, Clévia Sies, Thiago Siqueira, Silvene Costa e Flávia Mateira e contou com a presença da estudante Anna Paula Fragoso. Quem esteve presente saiu satisfeito da atividade. "Além dos benefícios para a saúde, também tem o aspecto social, já que muitas amigas participam e eu convido outras pessoas a virem para o programa", contou Sibélia de Lourdes Arruda Pereira, de 68 anos, do núcleo de Cascatinha.

"Não tenho nenhum problema grave de saúde, mas isso só acontece por causa dos esportes que sempre pratiquei", afirma Maria Tereza Rocha de Moura, de 78 anos, garantindo que adora as atividades do Agita. Ela é uma das alunas do núcleo no Centro. "É uma forma também de distração e de fazer novas amizades. Volto para as aulas sempre feliz e animada. Adoro as professoras e a animação de todas”, disse.

No Agita Petrópolis são oferecidas aulas de ginástica, alongamento ou dança no Contorno, Centro, Cascatinha, Vila Rica, Bairro da Glória, Caxambu, São Sebastião, Alto da Serra, Retiro, Bataillard, Oswaldo Cruz e Madame Machado. No Meio da Serra e no Pedras Brancas, são turmas de futsal e no Contorno de futebol society. Na Estrada da Saudade, o basquete e o vôlei acontecem na Fábrica do Saber. A capoeira acontece no Amazonas e Oswaldo Cruz.

O governo municipal mantém parcerias com projetos sociais e também oferece diversas modalidades esportivas nos PSFs, nas Academias da Saúde e nas Escolas Municipais. Também voltou a ser realizado neste ano o Festival das Comunidades - projeto itinerante pelas quadras comunitárias nos bairros da cidade.

Equilíbrio e muita emoção marcaram os jogos da III Copa Imperial de futsal feminino. Realizada no último domingo (15.12) no Centro de Iniciação ao Esporte (CIE) de Petrópolis, no Caxambu, a competição contou com a participação de sete equipes que disputaram 11 partidas e marcaram, ao todo, 27 gols. Na decisão, o Jardim Salvador FC (JSFC) venceu a Comac por 3 a 0 e conquistou o título.

A artilharia da competição ficou com a atleta Francislaine Souza, do Coronel Veiga, que marcou 5 gols. A goleira menos vazada foi Lidiane Carvalho, da equipe campeã.  Cerca de 80 atletas participaram do evento.

As meninas do JSFC jogam juntas há cerca de dois anos e nesse tempo venceram quatro campeonatos. Elas se orgulham de nunca terem perdido nenhum jogo. “Somos muito entrosadas. Desde que começamos a jogar juntas, estamos invictas. Apesar do placar, a final foi bastante disputada, a Comac tem uma grande equipe”, disse Débora Amaral, que é capitã e treinadora da equipe.

“Torneios assim incentivam as meninas a estarem treinando, jogando, se aprimorando ainda mais. Todas estão lutando por mais espaço e a III Copa Imperial de futsal feminino foi importante neste sentido”, completa Débora.

Desde 2017, o governo municipal promoveu outros dois torneios de futsal e um de futebol society para as equipes femininas. Outras competições femininas estão previstas no calendário esportivo municipal em 2020.

A atual gestão também implementou o futebol de campo das meninas nos jogos estudantis de forma inédita em 2017. Desde então, as escolas também estão se mobilizando para incentivar a modalidade. Neste caminho, a prefeitura também quer que os clubes da cidade comecem a montar times femininos.

As obras das pistas de skate e de Pump Track seguem avançando rapidamente. As construções no Parque Municipal, em Itaipava, estão previstas para serem entregues pela prefeitura para a população logo no início de 2020. Petropolitanos de todas as idades poderão usufruir dos novos espaços, que também serão usados para o fomento do esporte. O prefeito acompanhou o andamento dos trabalhos no domingo (15.12).

A Pump Track, assinada pelo atleta Henrique Avancini, terá rampas arredondadas, paredes em curvas, que podem proporcionar pequenos saltos. Ela terá ainda uma camada de asfalto.

Já a pista de skate, simula um ambiente urbano e é usada para manobras em rampas, muretas, bancos, corrimãos. A pista tem 20 metros de largura e 35 metros de extensão, com nove obstáculos. Esta é a primeira pista construída em Petrópolis para a modalidade “Street”. Faltando apenas a pintura e ajustes finais, já tem adepto da modalidade usufruindo do novo espaço.

"Essa é uma pista única na cidade. O skate cresce a cada ano e essa pista também vai ajudar os mais novos, quem está começando agora na modalidade. O skate se tornou esporte olímpico e quem sabe daqui não saí um atleta que pode representar o nosso país", disse Jeanslei José Ferreira, que pratica a modalidade há nove anos.

Competição será disputada por sete equipes no próximo domingo

Sete equipes estão divididas em dois grupos na disputa da III Copa Imperial de futsal feminino, que acontece no domingo (15.12) no Centro de Iniciação ao Esporte (CIE) de Petrópolis, no bairro Caxambu. Na chave A, estão o Coronel Veiga, Cruzeirinho do Sul, Comac e As Pequenas. Na B, disputam o Serrano, Caxambu e o JSFC. Os jogos começam às 8h e acontecem até às 16h, quando está prevista a disputa da final. A expectativa é que 80 atletas participem do torneio.

Segundo o regulamento da Copa – discutido no congresso técnico realizado na última quarta (11) – cada time pode inscrever o número máximo de 12 jogadoras acima de 16 anos, mas será exigida uma autorização assinada pelos responsáveis para as meninas menores de idade. Os finalistas da III Copa Imperial de futsal feminino recebem medalhas e troféu de premiação.

Desde 2017, o governo municipal promoveu outros dois torneios de futsal e um de futebol society para as equipes femininas. Outras competições femininas estão previstas no calendário esportivo municipal em 2020.

Outra novidade implementada pela atual gestão neste sentido foi o futebol de campo das meninas nos jogos estudantis no primeiro ano da gestão. Desde então, as escolas também estão se mobilizando para formar equipes. Neste caminho, a prefeitura também quer incentivar os clubes da cidade a montarem times femininos.

 

Serão entregues 95 troféus contemplando 24 faixas etárias

A entrega da premiação do ranking dos corredores de rua deste ano será realizada pela prefeitura em janeiro de 2020. Serão entregues 95 troféus para os atletas mais bem colocados, contemplando 24 faixas etárias diferentes, mais os cinco primeiros na classificação geral, tanto no masculino quanto no feminino. Criado pela atual gestão municipal e com a aprovação do Conselho Municipal de Esportes e Lazer (CMEL), a pontuação dos esportistas tem o objetivo de incentivar a prática da modalidade, considerada a mais democrática do mundo.

O vencedor geral entre os homens foi Arthur da Silva Souza, com 127 pontos. No feminino, melhor para Isis da Costa e Silva, com 160 pontos. Neste ano, 10 provas contaram pontos para o ranking de corrida: Corrida do Shopping Center Pedro II, Corrida Contra a Fome, Corrida do Trabalhador, Corrida Petrópolis-Itaipava, Love Run, Fire Run, XC Run, Corrida Master, Petrópolis Night Run e a WTR Serra do Mar.

A premiação dos corredores acontece apenas em janeiro por conta do calendário esportivo do município. Neste ano, as corridas que contaram pontos para o ranking foram até novembro, no entanto, nos próximos anos as provas podem acontecer até o mês de dezembro.

Calendário esportivo municipal com mais de 100 eventos em 2020

Serão realizados mais de 100 eventos esportivos em 2020 em Petrópolis. Com um calendário esportivo bastante diversificado, a cidade vai receber torneios de mais de 30 modalidades. Toda a programação conta com o apoio da prefeitura, por meio da Superintendência de Esportes e Lazer.

Projeto atende 170 alunos com aulas gratuitas em duas escolas da rede

Dezenove medalhas e 14 classificados para o Mundial de Karatê que será realizado em 2020 na Polônia. Esse foi o resultado da participação dos alunos integrantes das aulas de Karatê nas escolas municipais Professora Maria Campos e Fábrica do Saber em uma competição em Itapecerica da Serra, em São Paulo, realizada em novembro. As medalhas foram apresentadas para a secretária de Educação, Marcia Palma, na última quarta-feira (11.12).

Como forma de agradecimento pelo apoio e suporte da Secretaria de Educação, um dos atletas também entregou para a secretária uma medalha.

No total, 170 alunos são atendidos pelo projeto de karatê na rede municipal. O amor pelo Karatê é o maior incentivo para a participação em competições. O grupo é comandado pelo sansei Luiz Antonio da Silva. “Fundamental o apoio da Secretaria de Educação nesse projeto. Estamos muito felizes por mais um sonho realizado. O trabalho continua e, agora, com esse desafio maior, que é o de estar na Polônia”, contou o sansei.

“Viemos agradecer o apoio e o incentivo ao esporte. Essas crianças têm um sonho e correm muito atrás disso. Nós mães também e ficamos felizes com cada realização. Estamos sempre pedindo apoio e, até agora, não podemos reclamar”, disse Liliane Balbino, mãe do Bernardo e do Miguel, de 6 e 9 anos. Bernardo conquistou a medalha de ouro na competição em São Paulo. Os dois foram classificados para o mundial. “Alegria e muito orgulho desses meninos”, ressalta a mãe.

Claudia Nascimento tem três filhos que se dedicam ao Karatê. Simon, de 17 anos, também foi classificado para o mundial. “Sem palavras para descrever mais essa emoção. Os três têm muitas medalhas, muitos prêmios e eu estou sempre junto, com muito orgulho”.

O evento está no calendário esportivo e faz parte da programação do Natal Imperial

A entrega dos kits da 8ª edição da Noel Runners acontece na próxima sexta-feira (13.12), das 13h às 17h, e no sábado (14), das 9h às 12h, na Loja Youcan (Rua de 16 de março, 310). Os inscritos devem levar um quilo de alimento não perecível, que será doado para instituições filantrópicas. A corrida está no calendário esportivo municipal e faz parte da programação do Natal Imperial, contando com o apoio da prefeitura, através da Superintendência de Esportes e Lazer.

A largada será na Praça Visconde de Mauá (Praça da Águia), no dia 18, às 20h30, para um percurso de aproximadamente cinco quilômetros pelo Centro Histórico até a chegada na Rua Alfredo Pachá (Cervejaria Bohemia). A corrida solidária acontece em um único bloco de corredores, para que todos os participantes comecem e terminem o percurso juntos. Uma oportunidade para quem está começando a praticar a modalidade.

A meta dos organizadores é alcançar mais de uma tonelada de doações. A Noel Runners acontece desde 2011 no município. "É importante ressaltar a importância da doação no momento em que ocorre a entrega dos kits. A organização segue a todo vapor e estamos muito animados para chegar na nossa principal meta, que é ajudar o próximo”, disse Alexandre Jerônimo, um dos organizadores da prova.

A Noel Runners é a última corrida de rua que acontece neste ano. O calendário esportivo completo, com todos os eventos previstos para o município até o fim do ano, está disponível no site da prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br).

O congresso técnico da III Copa Imperial de futsal feminino será realizado na quinta-feira (12.11), às 17h, na Superintendência de Esportes e Lazer. O encontro vai definir a tabela e o regulamento da competição, que será realizada no próximo domingo (15) no Centro de Iniciação ao Esporte (CIE) de Petrópolis, no Caxambu. As equipes interessadas em participar podem entrar em contato pelo telefone (24) 2233-1218 ou comparecer na Superintendência de Esportes e Lazer, no Centro de Cultura Raul de Leoni, de 9h às 18h, até o momento em que acontece o congresso.

Cada time pode inscrever o número máximo de 12 jogadoras acima de 16 anos, mas será exigida uma autorização assinada pelos responsáveis para as meninas menores de idade. Os finalistas da III Copa Imperial de futsal feminino recebem medalhas e troféu de premiação. Dessa maneira, a prefeitura estima a participação de 100 atletas na competição.

Desde 2017, o governo municipal promoveu dois torneios de futsal e outro de futebol society para as mulheres.

Outra novidade implementada pela atual gestão neste sentido foi o futebol de campo das meninas nos jogos estudantis no primeiro ano da gestão. Desde então, as escolas também estão se mobilizando para formar equipes. Neste caminho, a prefeitura também quer incentivar os clubes da cidade a montarem times femininos.

 

Pagina 16 de 115