A “Qualidade da Água para consumo humano após o desastre” será o tema de uma roda de conversa marcada para esta quarta-feira (11), no Colégio Rui Barbosa, no Alto da Serra e na quinta-feira (12), na Escola Geraldo Ventura Dias, no Meio da Serra. A ação, desenvolvida pela Secretaria de Saúde, por meio de uma parceria entre a Vigilância Ambiental e Fundação Nacional de Saúde (Funasa), será voltada para os moradores do Alto da serra e Comunidade São Francisco, na Horta.

O encontro com os moradores das regiões é um dos desdobramentos das ações de análises da água para consumo humano nas áreas afetadas pelas chuvas dos dias 15 de fevereiro e 20 de março. 

No trabalho, realizado junto com a Funasa, Ministério da Saúde (MS) e Laboratório Central de Saúde Pública Noel Nutels (Lacen), o secretário de Saúde, Marcus Curvelo, explica que foram feitas 349 coletas em minas, poços e nos reservatórios da concessionária Águas do Imperador, como por exemplo, em clínicas médicas, hospitais, creches, abrigos - como as associações de moradores, escolas e igrejas, casas, condomínios residenciais - e outros locais considerados estratégicos, por exemplo.

“As análises, no entanto, já são feitas de forma rotineira semanalmente do primeiro ao quinto distrito, porém, foram intensificadas nos locais mais afetados pelas chuvas. Aquelas que deram resultado insatisfatórios haviam sido colhidas em poços e minais e os responsáveis por esses locais foram orientados a tomar algumas medidas, como o uso de hipoclorito de sódio (água sanitária), limpeza adequada dos reservatórios de água”, explica o secretário de Saúde.

A Coordenadoria de Vigilância Ambiental, da Secretaria de Saúde, concluiu o segundo Levantamento Rápido de Índices de Infestação pelo Aedes aegypti (LIRAa) de 2022. Entre os dias 4 e 7 de abril, foram visitados 5.008 imóveis do município e o índice de risco de infestação predial em Petrópolis ficou abaixo de 1%, considerado baixo pelo Ministério da Saúde (MS).

“Apesar de o município estar numa posição tranquila, é fundamental que a população continue fazendo a sua parte. Cuidando de sua casa e mantendo hábitos básicos contra o mosquito. Em Petrópolis a análise feita no início do mês apontou 0,72% de infestação, ou seja, ficamos abaixo do aceitável pelo Ministério da Saúde, que é 1%”, explica o prefeito Rubens Bomtempo.

De acordo com o secretário de Saúde, Marcus Curvelo, a expectativa inicial era de que as equipes de agentes de endemias visitassem 4,7 mil imóveis. “Superamos essa marca e o resultado foi ainda mais favorável. Porém, independente da estação, o trabalho de combate aos vetores e de orientação à população é desenvolvido durante todo o ano e intensificado durante a realização do LIRAa. Nas visitas, são realizadas vistoria, destruição de criadouros e aplicação de larvicidas, quando necessário”, destaca o secretário.

As estatísticas da Secretaria de Saúde mostram que de janeiro a abril de 2021 foram registrados três casos de dengue na cidade, enquanto no mesmo período deste ano apenas um foi contabilizado.

A orientação, segundo o secretário, é para que a população coloque em prática as ações da campanha 10 Minutos Contra a Dengue, identificando e eliminando os criadouros de mosquitos em suas residências. As próximas etapas do LIRAa devem acontecer entre os dias 20 e 23 de junho e de 3 a 6 de outubro. Por meio da ação é possível determinar o índice de infestação do mosquito transmissor da Dengue, Zika e Chikungunya.

Espaço passou por vistoria da Secretaria de Meio Ambiente, que verificou condições de uso

O Parque Natural Municipal Padre Quinha, localizado na Avenida Ipiranga, vai reabriu no último sábado (9), após vistoria do setor técnico da Secretaria de Meio Ambiente para verificação das condições do espaço para uso público. O local funcionará de terça a domingo, das 8h às 17h, incluindo feriados e tem entrada gratuita.

“O Parque é cercado de vegetação e precisava ser avaliado antes de reabrir para garantir a segurança dos visitantes. Percorremos a trilha principal, identificamos alguns pontos de deslizamento, e definimos o que deveria ser feito e atuamos em nova sinalização e liberação dos espaços de lazer”, pontuou o secretário de Meio Ambiente, Carlos Alberto Muniz.

Trilhas

Dois pontos de deslizamento foram identificados na trilha circular que tem cerca de 700 metros de extensão. Com o apoio da Comdep, os trechos foram liberados depois da remoção de galhos de árvores que se desprenderam das copas e retirada de terra da trilha principal. “Agora o local está apto para a prática de caminhadas contemplativas novamente”, destaca Muniz.

Já na Trilha da Casa Mata, de dificuldade média e com cerca de 750 metros de extensão, um deslizamento impede a caminhada do público com segurança. Com isso, o trecho permanece interditado.

Sobre o Parque

O Parque possui área de 167.168,71m² e estava fechado desde fevereiro, mês da primeira chuva forte que afetou diversos pontos da cidade. Com altitude de 800m a 1070m, o espaço está inserido na APA-Petrópolis e na Reserva da Biosfera da Mata Atlântica. Possui trilhas para caminhadas leves e espaços livres para o lazer.

Serviço

Reabertura ao público do Parque Natural Municipal Padre Quinha
Endereço: Avenida Ipiranga, 716, Centro
Visitação: Terça a Domingo e Feriados - 8h às 17h
Entrada gratuita

Ação é organizada pela Coordenadoria de Bem-Estar Animal, em parceria com a clínica Gatos & Só

Neste sábado (9), a Prefeitura, por meio da Coordenadoria de Bem-Estar Animal e em parceria com a clínica veterinária Gatos & Só, realiza a adoção de gatos resgatados nas catástrofes climáticas de fevereiro e março. O evento vai acontecer na clínica veterinária Gatos & Só, que fica na Rua Mosela, nº 1.186.

“Adotar é um ato de amor e responsabilidade e neste momento delicado enfrentado por nós, os animais que foram vítimas e perderam seus tutores ou foram abandonados, mais do que nunca precisam de uma família para acolhe-los com amor. Muitos animais foram resgatados em áreas de risco e foram encaminhados a lares temporários. Abrace a causa, adote amor!”, disse a coordenadora da Cobea, Rafaela Buriche.

A proprietária da clínica Gatos & Só, Renata Castelloes, lembrou sobre a importância de as pessoas se sensibilizarem. “Esses bichinhos já passaram por tanto sofrimento e merecem uma vida com dignidade. Além disso, não podemos esquecer de todo o retorno em forma de amor que esta ação pode trazer”, afirmou.

A Coordenadoria continua recebendo doações e ajudando os tutores que adotarem os animais, com ração e transporte se necessário. Os doadores podem entrar em contato pelo telefone (24) 9 9204-0647 ou pelo site O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. . Os números também podem ser utilizados para denúncias de maus-tratos.

Após ofício enviado pela Prefeitura de Petrópolis, o Instituto Estadual do Ambiente (Inea) iniciou essa semana a dragagem dos rios da cidade. Os trabalhos, que são de responsabilidade do Estado, conforme prevê a Lei Estadual de Recursos Hídricos (3239/1999) começaram próximo ao Palácio de Cristal, no Centro da Cidade. No dia primeiro de março, o município entregou o ofício pessoalmente ao secretário de Estado de Obras.

“O serviço de dragagem é de responsabilidade do Inea, por isso fizemos o ofício e entregamos pessoalmente ao secretário de Estado de Obras para que Petrópolis fosse incluída no programa Limpa Rio. Os rios que cortam a cidade estão muito assoreados e a dragagem dos rios é de extrema importância para minimizar as enchentes nas ruas do Centro”, disse o prefeito Rubens Bomtempo.

No ofício a Prefeitura de Petrópolis solicitou que a dragagem fosse feita em toda a extensão do Rio Quitandinha (entre a região do Quitandinha, passando pela Coronel Veiga até a Rua do Imperador); no Piabanha (toda a região do Bingen até o Palácio de Cristal) e em toda a extensão da Barão do Rio Branco seguindo até Itaipava).

Desde terça-feira (14), a Coordenadoria Municipal de Bem-Estar Animal (Cobea), prefeitura do Rio, voluntários e ongs de apoio à causa animal resgataram mais de 300 animais que estavam em áreas afetadas pelos deslizamentos em Petrópolis. Os animais estão sendo levados para lares temporários cadastrados pela Prefeitura. Clínicas veterinárias estão atendendo voluntariamente aos animais encontrados feridos.

A busca por lares temporários continua. Até o momento, 84 pessoas estão abrigando os animais resgatados. Os interessados em acolher um dos animais resgatados para posterior encaminhamento para adoção responsável podem entrar em contato com o número (24) 9.9204-0647. Para acolhimento será necessário informar nome completo, telefone de contato atualizado, CPF do tutor temporário e comprovante de residência. O local para abrigo desses animais precisa ser seguro.

O atendimento aos animais que precisam de cuidados também é feito através de voluntariado. Médicos-veterinários que queiram se voluntariar devem informar os mesmos dados acima citados e o registro no CRMV.
“Para os animais que estão com seus tutores e precisam de ajuda, estamos doando ração e ajudando no transporte, caso seja preciso”, disse a coordenadora da Cobea, Raphaela Buriche.
As doações de ração devem ser entregues na Defesa Civil, no Centro da cidade (Rua Buarque de Macedo).

Equipe da Comdep atua com 30 trabalhadores no espaço, em Itaipava, para reparos urgentes

Em mais um encontro do Comitê Gestor do Parque Municipal Prefeito Paulo Rattes os representantes discutiram o uso do espaço, localizado em Itaipava. A secretária de Turismo, Silvia Guedon, conduziu a reunião, na qual foram abordados a elaboração do regimento interno do Parque, maneiras criativas de tornar o espaço autossuficiente e principalmente os reparos de infraestrutura mais urgentes.

“Temos um equipamento público importante nas mãos, mas que está precisando de atenção e ressignificação”, pontua Silvia.

O grupo se encontra a cada 15 dias e já na primeira reunião, o Comitê decidiu por fazer um levantamento sobre as ações mais urgentes. A Comdep montou uma frente com 30 trabalhadores para realizar reparos em um dos banheiros, manutenção em geral com corte de grama e pintura, desobstruindo galerias de águas pluviais, troca de caixas d’agua e retirada de entulho.

“Todo o secretariado tem muita experiência para atuar rapidamente e buscar soluções para os problemas que já encontramos aqui. Organizados vamos conseguir resgatar muitos locais que estavam se deteriorando”, destacou Rafael Simão, coordenador Especial de Articulação Institucional.

Autossuficiência e projetos de melhoria estão entre as pautas apresentadas pelo grupo

O Comitê Gestor é composto por representantes de diversas secretarias municipais, poder legislativo, sociedade civil organizada e conselhos municipais. Os integrantes vêm se articulando para trazer soluções para problemas antigos do Parque, como melhora na dragagem do terreno e ideias criativas para tornar o espaço autossuficiente. “Precisamos pensar em como ter uma equipe fixa no Parque para manter tudo sempre em ordem. E esses reparos precisam de uma fonte de recursos. Estamos buscando respaldo jurídico e administrativo para tornar as ideias possíveis”, explica Silvia.

Além disso, a equipe sinalizou a importância da elaboração de um regimento interno para nortear os diversos usos do espaço. “Ter um documento oficial nos dá condições de cobrar ações dos contratantes que trazem eventos para a cidade e também garante que a exploração do espaço não cause danos e prejuízos ao município. Um local com tantas possibilidades precisa de normas para oferecer o melhor aos petropolitanos e visitantes”, enfatizou o coordenador de Articulação Institucional.

Experiência acumulada no comando do Meio Ambiente do Estado e da capital do ex-vice-prefeito do Rio irá somar com a gestão de Petrópolis

O prefeito Rubens Bomtempo anunciou, nesta quinta-feira (23), Carlos Alberto Muniz como novo secretário de Meio Ambiente. Muniz tem uma larga experiência na área: foi presidente da Feema (a Fundação Estadual de Engenharia do Meio Ambiente, que hoje é o Inea), secretário de Meio Ambiente da cidade do Rio e vice-prefeito da capital, entre 2009 e 2012.

Durante a cerimônia de posse, que contou com a presença de secretários municipais; os vereadores Ronaldo Ramos, Marcelo Lessa e Gilda Beatriz; além de representantes da sociedade civil organizada, Bomtempo destacou que a situação da cidade é difícil e exige nomes como o de Muniz. "É preciso ter a compreensão de que a coisa pública está acima de qualquer interesse pessoal. Carlos Alberto Muniz é um quadro extremamente qualificado, que irá garantir uma cidade mais sustentável", disse o prefeito.

"Para mim, é uma honra integrar a equipe do prefeito Bomtempo, principalmente viver os desafios do meio ambiente em Petrópolis, trabalhar em integração para resolver estes desafios", disse.

Quarta, 15 Dezembro 2021 - 18:51

Cobea realiza mais de 500 vistorias em 2021

Cobea realiza mais de 500 vistorias em 2021

A Coordenadoria de Bem-estar Animal (Cobea) realizou 577 vistorias em 62 bairros de todos os distritos de Petrópolis durante o ano de 2021. É o que aponta o balanço feito pela pasta até esta quarta-feira (15). As ações da Cobea tem como objetivo verificar denúncias, para verificar se espaços atendem as condições necessárias para a qualidade de vida dos pets.

“A atuação da coordenadoria tem sido importante para que a legislação de proteção animal seja conhecida, observada e cumprida”, explica o governo interino.

Para verificar as denúncias, uma equipe técnica é enviada ao local. “Nas vistorias, notificamos os donos dos animais para indicar as melhorias necessárias. Muitas denúncias são improcedentes ou necessitam de pequenas adequações para que o bem-estar animal seja amplamente fornecido. Nos casos em que os maus-tratos são identificados, o responsável é encaminhado à delegacia para responder criminalmente”, disse a coordenadora da Cobea.

Campanhas de adoção

Com a pandemia, a Cobea notou um aumento significativo de animais nas ruas e sob guarda de ONGs e protetores independentes. Com isso, foi criada a campanha de adoção, realizada de forma quinzenal e que, em 15 edições, possibilitou a guarda responsável de 112 animais.

“Contamos com a participação de diversas entidades de proteção animal, que disponibilizam os animais, que já chegam vermifugados, vacinados e castrados. Também realizamos o cadastro dos novos tutores, para que possa ser feito um acompanhamento”, explicou a coordenadora.

A última etapa ocorreu no domingo (12), juntamente com a Cãominhada, e contabilizou cinco adoções. O evento foi na Praça Dom Pedro, mas, a Cobea já levou a campanha para os distritos da Posse e Itaipava.

A Prefeitura, por meio da Secretaria de Meio Ambiente, promove nesta quinta-feira (16) o Fórum das Eleições dos conselhos consultivos de unidades de conservação municipais. O evento acontecerá de maneira híbrida (presencial e online), às 14h. Na pauta da reunião, estão pontos como a indicação de suplentes, proposta de calendário, regimento interno e apresentação dos conselheiros.

Um dos objetivos dos conselhos é discutir políticas públicas e estratégias de conservação entre a sociedade civil e o governo. Em Petrópolis, são três unidades sob a gestão municipal: Parque Natural Municipal Padre Quinha (Avenida Ipiranga), a Floresta Municipal do Quarteirão Italiano e o Monumento Natural (Mona) da Pedra do Elefante (Taquaril).

Presencialmente, os interessados podem participar na sede da secretaria, na Avenida Koeler, 87. Já de forma remota, a participação é possível através de um dos links abaixo:

1: Para participar da reunião do Fórum das Unidades de Conservação Municipais, no Google Meet, clique neste link:
https://meet.google.com/axa-juhw-doe

Ou abra o Meet e digite este código: axa-juhw-doe

2: Clique neste link 2 - Fórum das Unidades de Conservação Municipais:
https://meet.google.com/oeq-speu-zgp

Ou abra o Meet e digite este código: oeq-speu-zgp

3: Clique neste link 3 - Fórum das Unidades de Conservação Municipais
https://meet.google.com/hbw-hzkv-iku

Ou abra o Meet e digite este código: hbw-hzkv-iku

Pagina 1 de 47