Unidade terá um aumento de 50% na capacidade de atendimento às gestantes e crianças 

As obras no Hospital Alcides Carneiro estão em estágio avançado. Segundo previsão da direção da unidade, a entrega deve ocorrer até o final do mês de maio. Ao todo, serão 35 novos leitos, sendo 20 vagas na maternidade e 15 na pediatria. Uma reforma que promete aumentar em 50% a capacidade de atendimento aos pacientes e beneficiar centenas de pessoas. 

Reconhecida como unidade referência em partos e maternidade, o HAC é o único hospital que atende a toda a demanda de pediatria e maternidade pelo SUS. No local ainda está sendo ampliada a brinquedoteca, antes operando em uma varanda da unidade.

A pavimentação de 750 metros de ruas do Centro está sendo finalizada com a pavimentação da Av. Barão de Amazonas. O serviço foi realizado no local durante esta segunda-feira (20.04), o que exigiu uma operação especial para o trânsito na região, e será encerrado nesta terça (21.04). Todo trabalho, incluindo a Monsenhor Bacelar e a Rocha Cardoso, fica pronto realizado em duas semanas – a partir de agora, serão feitas outras intervenções menores no trecho.

O serviço teve início no último dia 7, com a retirada do asfalto antigo na Monsenhor Bacelar. A colocação da nova camada de asfalto foi finalizada na quarta-feira (15.04). No dia seguinte, o trabalho avançou para a Rua Rocha Cardoso – descida da UPA Centro. A nova pavimentação foi aplicada no sábado (18.04). Nesta segunda, foi a vez da Av. Barão de Amazonas passar pelo mesmo procedimento. Para esta etapa, o trânsito foi alterado durante o dia, com os veículos contornando a Praça da Liberdade e usando apenas uma das pistas em horários alternados.

Esse circuito serve de ligação para o Valparaíso e o Quitandinha. Antes do período da pandemia e do menor trânsito, a Rua Monsenhor Bacelar registrava um movimento médio de 24 mil veículos por dia, sendo mais de 1,8 mil ônibus. Em momento de pico, são até 1,2 mil veículos por hora – o que mostra como essa reforma é importante.

Além da nova camada de asfalto, a reforma ainda contempla recuperação de toda pavimentação, drenagem, alinhamento das caixas de ralo e de esgoto e nova pintura de sinalização, que serão feitos a partir agora. O investimento na reforma da Barão de Amazonas, Monsenhor Bacelar e Rocha Cardoso é de R$ 440,4 mil e a obra executada pela Petrovias.

Pela manhã, o local estava recebendo o serviço de fresagem – retirada do asfalto antigo

A Rua Rocha Cardoso começou a ser reformada na manhã desta quinta-feira (16.04). O serviço teve início pela manhã com a fresagem do local, ou seja, retirada do asfalto antigo. A previsão é de colocar a nova camada de asfalto ainda nesta quinta, caso as condições climáticas não alterem a programação. O trabalho é feito após a conclusão da pavimentação na Rua Monsenhor Bacelar.

Para o avanço do trabalho nesta quinta, a Rua Rocha Cardoso foi fechada e os motoristas foram direcionados a desviar pela Rua Visconde de Itaboraí, no Valparaíso. O trabalho da equipe de funcionários ocorre durante todo dia e, caso necessário, avança também de noite.

É o que aconteceu na Rua Monsenhor Bacelar, que teve o trabalho durante no período noturno para finalizar a nova pavimentação em cerca de 600 metros das duas pistas da via. A colocação do asfalto é acompanhada de outros detalhes do projeto, como melhoria de drenagem, alinhamento das caixas de ralo e de esgoto e a reforma também inclui uma nova pintura de sinalização. Nesta quinta, começou a ser refeito os quebra-molas com blocos intertravados.

Além das duas ruas, a Av. Barão de Amazonas também será reformada. A programação é para que o trabalho nessa via seja realizado nesta sexta-feira (17.04), caso não chova. O trânsito ficará alterado para o serviço.

A pista do lado esquerdo (que tem acesso pela Rua Nelson de Sá Earp) será interditada a partir de 7h. Todos os veículos – incluindo os ônibus da viação Petro Ita – deverão contornar a Praça da Liberdade e acessar a pista do lado direito, que ficará aberta.

Após a conclusão da reforma do lado esquerdo da Av. Barão de Amazonas, ainda nesta sexta, será bloqueado o trânsito pela pista do lado direito. Os carros de passeio que quiserem ir em direção ao Valparaíso ou Quitandinha vão acessar a rua pelo lado esquerdo, acessando em seguida a Rua Monsenhor Bacelar. Já as linhas da empresa Cidade Real que passam pela Rua Roberto Silveira também darão a volta na Praça da Liberdade, passando pela Av. Koeler e Rua da Imperatriz.

Também nesta quinta, o programa Prefeitura Presente promoveu o serviço de tapa-buraco em outras ruas do município. Houve aplicação de asfalto na Rua 11 (Castelo São Manoel), Agostinho Goulão (Bonfim), Rua Teresa – no acesso para Oswero Vilaça (Alto da Serra), Euclides de Oliveira (Meio da Serra), João Goulart e Café Filho (Valparaíso), Rua Alberto de Oliveira (Mosela) e Abade Palma (Samambaia). Em três meses e meio, o programa já fez 316 ações de tapa-buraco e atendeu 220 ruas em 49 bairros.

A obra da Rua Monsenhor Bacelar vai provocar alterações no trânsito da região a partir desta quinta-feira (16.04). Isso será necessário para que a Rocha Cardoso (Descida para a UPA Centro) e a Av. Barão de Amazonas sejam reformadas. Os motoristas que trafegam no trecho normalmente devem ficar atentos às mudanças.

Nesta quinta-feira (16.04), a Rua Rocha Cardoso será totalmente interditada a partir de 7h. Os veículos que subirem a Monsenhor Bacelar serão desviados pela Rua Visconde de Itaboraí. Já quem estiver se deslocando do Valparaíso para o Centro, deverá usar as ruas Ernesto Paixão, Thomas Cameron e Fabrício de Mattos, até chegar à Montecaseros. Outra opção é passar pelas Duas Pontes e trafegar pela Washington Luiz.

Os ônibus da Petro Ita em direção ao Quitandinha serão desviados pela Visconde de Itaboraí. Já os coletivos da Cidade Real que passam pela Rocha Cardoso darão a volta na Praça da Liberdade e serão desviados pela Av. Koeler e Rua da Imperatriz.

Na sexta (17.04), também a partir de 7h, a alteração será no fluxo da Av. Barão de Amazonas. A pista do lado esquerdo (que tem acesso pela Rua Nelson de Sá Earp) será interditada. Assim, todos os veículos – incluindo os ônibus da viação Petro Ita – deverão contornar a Praça da Liberdade e acessar a pista do lado direito, que ficará aberta.

Após a conclusão da reforma do lado esquerdo da Av. Barão de Amazonas, ainda na sexta, será bloqueado o trânsito pela pista do lado direito. Os carros de passeio que quiserem ir em direção ao Valparaíso ou Quitandinha vão acessar a rua pelo lado esquerdo, acessando em seguida a Rua Monsenhor Bacelar. Já as linhas da empresa Cidade Real que passam pela Rua Roberto Silveira também darão a volta na Praça da Liberdade, passando pela Av. Koeler e Rua da Imperatriz.

Os horários podem ser alterados de acordo com o andamento da reforma e a variação do clima (que pode afetar o ritmo do serviço). Toda a área será sinalizada.

Trabalho avança agora pela Rocha Cardoso e pela Barão de Amazonas

A Rua Monsenhor Bacelar já tem asfalto novo em quase toda extensão. A conclusão do serviço ocorre na noite desta quarta-feira (15.04). Agora, a reforma terá sequência pela Rocha Cardoso (Descida da Upa Centro) nesta quinta (16) e pela Barão de Amazonas na sexta (17).

Esse trecho é usado por motoristas que querem chegar ao Valparaíso e ao Quitandinha.

Antes das medidas para combater o coronavírus na cidade, a Rua Monsenhor Bacelar registrava um movimento médio de 24 mil veículos por dia, sendo mais de 1,8 mil ônibus. Em momento de pico, são até 1,2 mil veículos por hora – o que mostra como essa reforma é importante. Com menos veículos circulando na cidade, a obra pode avançar durante o período diurno.

Além da nova camada de asfalto, a reforma ainda contempla recuperação de toda pavimentação, drenagem, alinhamento das caixas de ralo e de esgoto e nova pintura de sinalização. O investimento na reforma da Barão de Amazonas, Monsenhor Bacelar e Rocha Cardoso é de R$ 440,4 mil e a obra executada pela Petrovias.

Nesta quinta (16), o trabalho vai avançar pela Rua Rocha Cardoso, que será fechada a partir de 7h – os motoristas serão desviados pelo Valparaíso. Será feita a fresagem (retirada) do asfalto antigo e colocação de nova camada. O mesmo vai acontecer na sexta (17) para a reforma na Av. Barão de Amazonas, com o serviço começando pela pista do lado esquerdo – que será fechada às 7h – e, após a conclusão dessa etapa, o trabalho irá para a pista do lado direito.

Cerca de 300 metros da pista da direita está pronta e recebe e já recebe tráfego

A reforma da Rua Monsenhor Bacelar tem cerca de 300 metros da pavimentação nova pronta. O serviço feito na pista da direita já permite o tráfego de veículos. Nesta terça (14.04), começou a ser feita a fresagem – retirada do asfalto antigo – na pista da esquerda e a previsão é que o novo asfalto seja aplicado nesta quarta.

Esse circuito todo tem 750 metros de extensão e é uma importante ligação entre Centro e os bairros do Valparaíso e Quitandinha. O início dos trabalhos na Monsenhor Bacelar é por causa da menor movimentação de veículos no local nesse momento e porque este é o trecho mais prejudicado. Além da nova camada de asfalto, a reforma ainda contempla recuperação de toda pavimentação, drenagem, alinhamento das caixas de ralo e de esgoto e nova pintura de sinalização.

Secretaria de Obras busca formas de acelerar projetos imobiliários, que podem gerar 15 mil empregos e representar investimentos de R$ 1,5 bilhão em Petrópolis

Encontrar formas de acelerar a análise de projetos imobiliários, para aquecer o setor da construção civil e, consequentemente, gerar empregos e renda em Petrópolis. Esse foi o objetivo de um encontro da prefeitura com um grupo de empreendedores realizado na tarde desta terça-feira (14.04). A Secretaria de Obras busca destravar projetos de quase 10 mil unidades habitacionais, que podem gerar até 15 mil empregos diretos e representar investimentos de R$ 1,5 bilhão em Petrópolis.

Um dos pontos debatidos na reunião é implantação de sistemas modernos para auxiliar os técnicos da prefeitura a fazer a análise e a adequação dos projetos aos parâmetros estabelecidos em lei de forma online. A intenção é iniciar a implantação desse sistema em poucas semanas.

Outra proposta apresentada Secretaria de Obras é transferir para os responsáveis técnicos dos projetos (arquitetos e engenheiros), a garantia de atendimento legal de detalhes desses empreendimentos – como, por exemplo, tamanho portas e janelas, largura de corredores, entre outros aspectos. O município continuará responsável por verificar pontos como afastamentos, índice de aproveitamento do terreno, viabilidade de sistemas de água, esgoto e luz, bem como continuar com a fiscalização sobre a execução das obras.

Um dos participantes da reunião, Guilherme Lima, da construtora Engeprat, concorda que a proposta de passar a responsabilidade de detalhes técnicos do projeto para arquitetos e engenheiros "tira a responsabilidade unilateral" pela aprovação de um empreendimento. Paulo Lírio, da construtora Nurra, disse que o encontro desta terça-feira mostra que "essa gestão tem uma visão de, além de reunir, ter uma sinergia de tentar encontrar a solução para desenvolver a análise dos projetos".

"Nós estamos em um momento de notícias ruins e reunimos os empreendedores para fazer um movimento contrário, de gerar boas notícias. E queremos fazer um movimento de encurtar esses prazos de análise dos projetos. A prefeitura perde muito tempo com a gente e a gente perde muito tempo com eles. Queremos aumentar a produtividade e apresentar ideias", afirmou Osmar Félix, da construtora Solidum.

Também participaram representantes das construtoras Sola, Transborguini e BRZ.

A reforma da Rua Monsenhor Bacelar entrou na fase de aplicação do novo asfalto na manhã desta segunda-feira (13.04). O trabalho é feito na pista do lado direito (lado par), depois da retirada do asfalto antigo na semana passada em trecho de cerca de 300 metros. O prefeito acompanhou o serviço no local, ao lado do secretário de Obras.

Esse circuito todo tem 750 metros de extensão. O início dos trabalhos na Monsenhor Bacelar é por causa da menor movimentação de veículos no local nesse momento e porque este é o trecho mais prejudicado. Além da nova camada de asfalto, a reforma ainda contempla recuperação de toda pavimentação, drenagem, alinhamento das caixas de ralo e de esgoto e nova pintura de sinalização.

Nesta segunda, a Secretaria de Obras também fez um serviço de ligação da rede de águas pluviais na Rua Monsenhor Bacelar.

Além da reforma da Monsenhor Bacelar, o programa Prefeitura Presente também continua realizando aplicação de asfalto em ruas de bairros e comunidades de Petrópolis. Nesta segunda-feira, por exemplo, foram atendidos o Castelo São Manoel, Pedro do Rio, Secretário, Vila Felipe, Alto da Serra, Quitandinha, Carangola, Mosela e Centro. Só neste ano, foram realizadas 299 ações de tapa-buraco em 212 locais de 47 bairros.

O investimento na reforma da Barão de Amazonas, Monsenhor Bacelar e Rocha Cardoso é de R$ 440,4 mil e a obra executada pela Petrovias. A previsão é de que obra seja concluída até o fim de abril e, na sequência, será feita a reforma das ruas Caldas Viana, Floriano Peixoto e Alberto Torres.

 

Trabalho foi iniciado nesta terça-feira (07.04) com a remoção do asfalto antigo

Serviço vai se estender da Barão de Amazonas até a Rocha Cardoso

Fruto de uma emenda federal com recursos destinados exclusivamente para essa obra, a Rua Monsenhor Bacelar começou a ser reformada nesta terça-feira (07.04). O trabalho teve início com a fresagem, que é a remoção do asfalto antigo. A previsão é que a nova camada de asfalto seja colocada já na noite desta quarta (08.04). O prefeito acompanhou a primeira etapa do serviço no local.

A fresagem ocorreu em um trecho de cerca de 300 metros na pista do lado par. Para isso, foi usado uma máquina que fez uma raspagem do asfalto. Esse serviço se estende por 750 metros entre a Av. Barão de Amazonas e a Rocha Cardoso. O trabalho teve início pela Monsenhor Bacelar porque o fluxo de veículos está menor e este é o trecho mais prejudicado neste circuito.

Além deste trabalho, que vai até a UPA Centro, a prefeitura também realiza o programa Prefeitura Presente. Nesta terça, por exemplo, foram feitas aplicações de asfalto em ruas dos bairros Castelo São Manoel, Araras, Vila Felipe, Quitandinha, Carangola e Mosela. Em pouco mais de três meses, já foram realizadas 288 ações do serviço de tapa-buraco em 205 ruas de 46 bairros. 

A reforma da Monsenhor Bacelar é feita pela empresa Petrovias e representa um investimento de R$ 440,4 mil – uma economia de 38,01% em relação ao que foi autorizado pelo governo federal. Essa verba vai além da colocação de uma nova camada de asfalto.

“Esse trabalho tem que ser feito mesmo, é excelente. É uma rua principal, uma ligação importante entre bairros grandes. Para mim, que trabalho na área da saúde, sei que é muito necessário ter uma rua bem-feita para o deslocamento de ambulância que vai para UPA”, destaca o funcionário público Silvio Cesar da Silva, que passou pelo local durante o trabalho.

A expectativa é que a obra seja finalizada até o fim de abril. Depois, a Petrovias fará a reforma do circuito formado pelas ruas Caldas Viana / Floriano Peixoto e Alberto Torres, com 900 metros.

O serviço de manutenção de iluminação pública continua sendo realizado pela empresa contratada pela prefeitura, a Vitorialuz. Até o meio de março, foram realizados 2.171 pontos de luz receberam reparos neste ano. A partir desta terça (07.04), os pedidos de manutenção só poderão ser apresentados junto ao Departamento de Iluminação Pública por telefone e pela internet. O atendimento presencial no Centro Administrativo não vai ocorrer até o dia 15 de abril. 

Essa medida é necessária porque o setor implementou o sistema de home office para os funcionários, seguindo o decreto municipal com ações de prevenção e enfrentamento ao novo coronavírus – vetor da Covid-19.

São dois números disponibilizados para os pedidos: 9 8132-9222 (atendimento entre 07h às 12h40) e 9 8188-5504 (atendimento entre 13h e 18h40). Também é possível apresentar solicitações pelo aplicativo de smartphone “Petrópolis IP”, disponível para celulares com sistema operacional Android e iOS. O terceiro caminho é o site da prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br).

A recomendação é que o morador verifique no braço da luminária ou mesmo no poste a numeração que identifica o ponto de luz – essa informação vai ajudar as equipes de trabalho a encontrarem o ponto com maior velocidade e precisão. Outra colaboração é indicar o serviço necessário, que pode ser desde troca de lâmpada que fica apagada a noite ou acessa durante o dia; lâmpada apagando e acendendo; luminária ou braço da luminária danificado; fiação partida na via; ou ainda luminosidade ruim. Essas duas informações ajudam a agilizar o atendimento da demanda.

Pagina 12 de 87