Em uma reunião realizada na noite desta quinta-feira (14.10) o governo interino divulgou que o Programa Acelera Petrópolis vai acontecer na primeira semana de novembro no bairro Corrêas. O anuncio foi feito aos cinco presidentes de associações moradores (Bairro da Glória, Castelo São Manoel, Bonfim, Estrada Mineira e Corrêas) presentes ao encontro, junto com o vereador Eduardo do Blog (Republicanos).

“A organização e união dos presidentes das associações de moradores é um exemplo. Corrêas só ganha com essa ação. Vamos estar aqui com o Programa Acelera Petrópolis no início de novembro e atender as demandas apontadas pelos moradores. Quero que o governo municipal esteja presente em todos os bairros e distritos, próximo das comunidades”, aponta o governo interino.

A coordenadora especial de Articulação Institucional falou sobre a importância do programa para Corrêas e demais bairros da cidade. “Com a junção de vários serviços, o Programa Acelera Petrópolis atende de forma rápida e funcional as demandas dos bairros. Em Corrêas não será diferente”, disse ela, que também fez um desafio para que os presidentes das associações possam estimular programas de hortas comunitárias. “É a certeza de ter alimento de qualidade na mesa de muita gente”, completa.

Melhorias continuam em andamento em unidades no Amazonas, Mosela e Siméria

Dando sequência as melhorias nas estruturas das unidades de atenção básica de Saúde, que atendem aos moradores nos bairros, o governo interino e o secretário de Saúde, inauguraram na tarde desta quinta-feira (14/10) a reforma da Unidade Saúde do Vila Felipe – Estratégia de Saúde da Família Aroldo Amancio. A unidade tem um atendimento diferenciado em relação à saúde das crianças, com consultas e acompanhamento do crescimento e desenvolvimento – trabalho reconhecido em premiações do Estado e do Ministério da Saúde pelo incentivo a amamentação e alimentação infantil. O PSF presta atendimento a cerca de 4.500 moradores e recebeu melhorias nos últimos meses. No mês passado a prefeitura já havia entregado a UBS do Vila Rica totalmente reformada.

“Agradeço ao trabalho de todos os profissionais de Saúde, em especial da equipe que trabalha aqui no posto do Vila Felipe. Temos trabalhado para melhorar a estrutura das UBSs e dos PSFs, que são unidades importantes para cuidar da saúde dos moradores de forma preventiva. Entregamos no mês passado a UBS do Vila Rica reformada e agora estamos entregando esta estrutura nova aqui no Vila Felipe, que é tão importante para os moradores desta região. Temos ainda unidades em obras na Mosela, no Amazonas e no Siméria”, destaca o governo interino, lembrando que o município também realiza obras para inauguração de uma nova unidade para atender moradores da Comunidade Oswaldo Cruz, no Valparaíso.

Durante as obras no PSF do Vila Felipe foram feitas a troca do telhado, pintura interna e externa, revisão da parte hidráulica e elétrica, entre outras melhorias na estrutura.
“Estive aqui acompanhando as obras, no período em que a equipe ficou atendendo no espaço cedido pela Associação de Moradores, a qual agradecemos. Aproveito para parabenizar a equipe de saúde da unidade pela dedicação no atendimento aos moradores. Parabéns a todos pela dedicação”, disse o secretário de Saúde, que destaca o papel importante realizado pelas equipes de atenção primária de Saúde. “As unidades com Estratégia de Saúde da Família prestam um serviço fundamental no atendimento à população, fazendo o acompanhando dos moradores perto de casa, o que auxilia muito o controle de doenças crônicas, evitando o agravamento dos quadros e a sobrecarga das emergências”, completa.

A unidade conta com equipe com médico, enfermeiro, técnico de enfermagem, dentista, auxiliar de saúde bucal, agentes comunitários de Saúde, além de auxiliar administrativo e auxiliar de serviços interno e externo. A unidade de Saúde conta ainda com equipes do NASF – Núcleo Ampliado de Saúde da Família, que tem profissionais como nutricionista, fisioterapeuta, psicólogo e professor de educação física.

“A inauguração desta reforma é uma conquista para os moradores. Há mais de 4 anos esperávamos por esta reforma do posto de Saúde. Quando o governo interino assumiu a prefeitura, levamos esta demanda a ele, que prontamente abraçou a causa comigo em atenção à comunidade. Hoje estamos aqui com esta estrutura totalmente nova e adequada para o trabalho dos profissionais e para os moradores”, destaca a presidente da Associação de Moradores do Vila Felipe, que lembra a importância do trabalho da equipe no atendimento à comunidade. “Temos excelentes profissionais aqui: médico, enfermeiros, dentistas, uma equipe sempre disposta a ajudar a comunidade, que atende aos moradores com muito carinho”, avalia.

Diretor técnico da unidade, o médico Pedro Paulo Lemos, que trabalha na unidade desde 2005, destacou a importância da melhoria na estrutura para o atendimento aos pacientes. “Temos aqui uma equipe dedicada, com profissionais que trabalham muitos anos aqui e fazem um trabalho diferenciado, com o trabalho reconhecido em premiações dos Estado e do Ministério da Saúde em relação a amamentação e alimentação infantil. Agradecemos ao governo interino e ao secretário de Saúde”, declarou.

Enfermeira há 18 anos na rede pública, trabalhando sempre no atendimento aos moradores no Vila Felipe, Elisa de Paula, também frisou a importância das melhorias para o atendimento à população. “O posto tinha muitos problemas físicos e estas melhorias, deixam a unidade com condições dignas para atendimento, para que as pessoas se sintam acolhidas aqui. O ambiente ficou mais claro e arrumado, o que nos dá mais ânimo para trabalhar. Temos hoje um local com uma estrutura muito melhor para atender as pessoas e certamente os moradores também se sentirão melhor acolhidos. É como na nossa casa, quando temos um ambiente mais arrumado e acolhedor, nos sentimos melhor”, destaca.

A unidade recebeu o nome de Aroldo Amancio (in memorian), em reconhecimento por todo empenho em prol de melhorias para a comunidade. Ele foi representado pelos filhos. O pároco do Alto da Serra, padre Celestino, concedeu a benção à unidade e aos presentes. Participaram da solenidade, a presidente do Conselho Municipal de Saúde, a Superintendente de Atenção Básica, o vereador Marcelo Chitão, além de secretários de governo.

As intervenções de melhoria de pavimentação por toda a cidade, que incluem mais de 60 ruas, já somam 25 km de vias recuperadas

A Prefeitura, por meio da Secretaria de Obras, deu início nesta semana ao trabalho de recuperação viária, que acontece dentro do programa Acelera Petrópolis, da Rua Washington Luís, no centro. Um trecho de pouco mais de 650 metros da via de acesso à rua do Imperador recebe o trabalho de fresagem e aplicação da nova camada de asfalto CBQU (Concreto Betuminoso Usinado a Quente), o asfalto quente. A via vai conectar o trecho recém pavimentado da rua Saldanha Marinho à principal via do Centro Histórico e se somar ao trabalho iniciado no dia 3 de julho, que já recuperou 25km em vias públicas na cidade. Ou seja, mais da metade do que está previsto no programa, que inclui mais de 60 ruas.

“Estamos trabalhando intensamente na recuperação das nossas ruas e avançando rápido com melhorias que há muito tempo são esperadas pela população. Fizemos um trabalho para pavimentar a rua Coronel Albino Siqueira, a Cardoso Fontes e a Napoleão Esteves em poucos dias. E agora concluímos a Saldanha Marinho e começamos a Washington Luiz”, lembra o governo interino, acrescentando que a próxima etapa inclui a rua Nelson de Sá Earp. "Já avançamos com o asfalto no Bingen, no centro, em Nogueira, Itaipava, Morin, Alto da Serra e Castelânea. Ainda seguiremos pelo Siméria, Quitandinha, Mosela, Quarteirão Brasileiro, Sargento Boening e Valparaíso”, ressalta.

Segundo o secretário de Obras ainda serão incluídas no cronograma de intervenções o trecho da Travessa Augusto Fragoso e o bairro Siméria. “Queríamos iniciar esse trabalho ainda nesta semana, mas isso não foi possível em função da chuva. Por isso, acredito que seja possível iniciar essa pavimentação já na próxima semana, a depender das condições climáticas”, destaca.

Mais de 25km já concluídos

Em Nogueira, o trabalho incluiu os 1,6km da Rua Promenade, um trecho de 1,7km da Estrada do Calembe. Além da rua Belo Horizonte (750m), rua Dr. Bina (350m) e rua Padre Correa Lima. Foram quase 6km de ruas asfaltadas. No Bingen, a pavimentação incluiu a rua Dr. Paulo Hervê, um dos principais acessos à cidade, e rua Dr. Henrique Cunha (400m), a avenida Lúcio Meira e as Ruas Luiz Winter (350m) e João Xavier (2,7km), totalizando quase seis quilômetros de pavimentação nova. O trabalho também foi executado na avenida Koeller, no Centro Histórico, e na estrada do Catobira (Itaipava).

Em toda a cidade serão mais de 60 ruas (44km). A secretaria de Obras, iniciou o trabalho no dia 13 de julho. A Rua João Xavier recebeu 2,7 quilômetros de piso CBUQ (concreto betuminoso usinado a quente), material que também foi aplicado em pouco mais de 500 metros da Rua Luiz Winter, 500 metros da Avenida Lúcio Meira e 1,1km da Rua Dr. Paulo Hervê.

Na última semana, foram concluídas também as melhorias na rua Joaquim Agante Moço que, junto com a rua Desembargador Luiz Antônio Severo, se torna uma alternativa para os motoristas no trecho de Itaipava, onde acontecem as obras do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes - DNIT. “São mais de 6km. Um trabalho que também inclui o recapeamento asfáltico em algumas servidões do Morin e também um trecho das Duas Pontes e ruas Washington Luiz e Nelson de Sá Earp (no centro). Também começam agora os trabalhos no Alto Pedro Ivo, na rua Eugênio Werneck e rua Bela Vista, no Morin”, informa o subsecretário de Obras.

Trabalho contempla, ainda, a construção de um muro gabião em um trecho da margem oposta

O governo interino acompanhou nesta sexta-feira (8/10) o trabalho das equipes para construção de um muro de contenção na margem do rio Piabanha, no trecho da rua coronel Duarte da Silveira, Bingen, na altura do número 700. O projeto também inclui um muro gabião na margem oposta, na servidão Pedro Voguel. A intervenção, iniciada nesta semana, era aguardada há quase três anos por moradores da região e deve ser concluída em até 120 dias.

“Desde o início do ano temos trabalhado para tirar do papel obras que eram muito necessárias na cidade. Muitas estavam aguardando solução há anos, como é o caso aqui da rua Coronel Duarte da Silveira. Conseguimos fazer todo o processo licitatório e ainda incluir na melhoria a recuperação da margem no trecho da Pedro Justen", destacou o governo municipal.

Em 2018, o muro na margem do rio começou a ceder, o que provocou também o afundamento de parte da rua Coronel Duarte da Silveira. “Quando a nossa gestão assumiu a prefeitura nos comprometemos a tirar do papel obras que já estavam nessa fila de espera. Há pouco mais de dois meses entregamos a contenção no rio Piabanha, no trecho do acesso ao Vila Militar, outra obra aguardada desde 2018”, conta o secretário de Obras.

Em julho, com recursos do município e apoio de empresários do bairro Carangola, foi feita também a recuperação da rua Agostinho Bernardo Rodrigues, no Cidade Nova, Carangola. “Foram 15 metros de extensão de um muro gabião com dois metros de altura. Ou seja, 30m² de muro. O trecho cedeu há alguns anos, o que vinha dificultando a passagem, especialmente de veículos pesados no local (ônibus e caminhões), já que houve estreitamento da via”, lembrou o secretário de Obras.

Espaço será reestruturado e ampliado para melhorar serviço a pacientes e terá atendimento 24h

O governo interino acompanhou na manhã desta terça-feira (05.10) o início das obras para reforma e ampliação do setor de psiquiatria do Hospital Municipal Nelson de Sá Earp. O objetivo é melhorar a estrutura para atendimento a quem precisa de tratamento psiquiátrico e oferecer atendimento 24h a pacientes em crise. A obra deve estar concluída em cinco meses. O projeto prevê uma reestruturação dos espaços, que passará a contar com oito leitos de saúde mental - quatro masculinos e quatro femininos - para estabilização de pacientes, além de uma sala específica de observação para psiquiatria pediátrica. O espaço terá ainda três leitos para receber pacientes de emergência e um consultório para atendimento.

“Melhorar a estrutura dos equipamentos públicos é uma meta que temos buscado incansavelmente desde o início da gestão. A reforma da psiquiatria do HMNSE, é uma demanda antiga para a unidade, que garantirá melhorias significativas - um passo importante que estamos dando para humanizarmos este atendimento tão importante e tão necessário”, declara o governo interino.

Com as intervenções, o espaço da psiquiatria passará a ser mais amplo, terá iluminação natural, segurança e entradas separadas para pacientes socorridos por equipes de emergência e para aqueles que derem entrada por meios próprios.

“Com a reforma da psiquiatria no HMNSE iremos melhorar a qualidade no atendimento a estes pacientes, que receberão um atendimento mais humanizado. A unidade terá funcionamento 24 horas e uma estrutura com melhor qualidade para receber os pacientes, que poderão permanecer pelo tempo que for preciso até que tenham o quadro estabilizado”, explica o secretário de Saúde.

Reformada, a unidade passará a contar com equipe técnica multidisciplinar: médico, psicólogo, assistente social, enfermeiro, técnico de enfermagem, equipe de apoio e segurança.

“A nova estrutura permitirá que tenhamos leitos de saúde mental em um hospital geral, onde os pacientes portadores de quadros psiquiátricos passarão a receber cuidados das comorbidades clínicas que possam ter concomitantemente ao atendimento psiquiátrico, até a estabilização do quadro geral”, promovendo o princípio de integralidade do Sistema Único de Saúde, explica o diretor do Departamento de Saúde Mental da Secretaria de Saúde.

As intervenções de melhoria de pavimentação por toda a cidade, que incluem mais de 60 ruas, já somam 22km de vias recuperadas.

O trabalho de recuperação viária, que acontece dentro do programa Acelera Petrópolis, agora está em execução da rua Saldanha Marinho, que conecta a praça Pasteur às Duas Pontes. Nesta terça-feira (28) teve início o trabalho de fresagem, que prepara o piso para a aplicação da camada de asfalto quente. Desde o início do programa, no dia 3 de julho, foram asfaltados 22km em vias públicas na cidade. Ou seja, metade do que está previsto no programa, que inclui mais de 60 ruas.

“Estamos avançando rápido com as melhorias que há muito tempo eram esperadas pela população. Esta é uma via de grande movimento, que dá acesso à Castelânea, Sargento Boening e Alto da Serra e serve de desafogo para o trânsito na Coronel Veiga. São obras que geram impacto positivo no dia-a-dia da cidade, na mobilidade urbana. Já avançamos com o asfalto no Bingen, no Centro, em Nogueira, Itaipava, Morin, Alto da Serra e Castelânea. Ainda seguiremos pelo Siméria, Quitandinha, Mosela, Quarteirão Brasileiro, Sargento Boening e Valparaíso”, ressalta o governo interino.

Segundo o secretário de Obras que acompanhou os trabalhos na manhã de hoje, o objetivo é iniciar a aplicação da nova camada de asfalto na Saldanha Marinho ainda nesta terça-feira. “Concluímos a Coronel Albino Siqueira, a Cardoso Fontes e a Napoleão Esteves em poucos dias. A partir da Saldanha Marinho, o trabalho ainda se estenderá pela Washington Luiz até o Centro. Esse é um serviço que acontece em paralelo ao que vem sendo realizado no Alto da Serra, onde já foram asfaltas as ruas Teresa, Vereador Arnaldo de Azevedo e Padre Feijó”, destaca o secretário de Obras.

Servidões e ruas do Morin recebem asfalto novo

No Morin, o trabalho de recuperação viária do Acelera Petrópolis, com aplicação de piso CBUQ (concreto betuminoso usinado a quente), material que está sendo colocado com recursos do Financiamento à Infraestrutura e ao Saneamento - Finisa, da Caixa Econômica Federal - CEF, além de recursos do próprio município, ocorre não apenas nas vias principais de acesso ao bairro, mas também nas servidões. Estão incluídas no trabalho as ruas: Pedro Ivo, Augusto Severo, Amilton Reis, e Amaro Soares Esteves.

Mais de 22km já concluídos

Em Nogueira, o trabalho incluiu os 1,6km da Rua Promenade, um trecho de 1,7km da Estrada do Calembe. Além da rua Belo Horizonte (750m), rua Dr. Bina (350m) e rua Padre Correa Lima. Foram quase 6km de ruas asfaltadas. No Bingen, a pavimentação incluiu a rua Dr. Paulo Hervê, um dos principais acessos à cidade, e rua Dr. Henrique Cunha (400m), a avenida Lúcio Meira e as Ruas Luiz Winter (350m) e João Xavier (2,7km), totalizando quase seis quilômetros de pavimentação nova. O trabalho também foi executado na avenida Koeller, no Centro Histórico, e na estrada do Catobira (Itaipava).

Em toda a cidade serão mais de 60 ruas (44km). A secretaria de Obras, iniciou o trabalho no dia 13 de julho. A Rua João Xavier recebeu 2,7 quilômetros de piso CBUQ (concreto betuminoso usinado a quente), material que também foi aplicado em pouco mais de 500 metros da Rua Luiz Winter, 500 metros da Avenida Lúcio Meira e 1,1km da Rua Dr. Paulo Hervê.

Na última semana, foram concluídas também as melhorias na rua Joaquim Agante Moço que, junto com a rua Desembargador Luiz Antônio Severo, se torna uma alternativa para os motoristas no trecho de Itaipava, onde acontecem as obras do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes - DNIT. “São mais de 6km. Um trabalho que também inclui o recapeamento asfáltico em algumas servidões do Morin e também um trecho das Duas Pontes e ruas Washington Luiz e Nelson de Sá Earp (no centro). Também começam agora os trabalhos no Alto Pedro Ivo, na rua Eugênio Werneck e rua Bela Vista, no Morin”, informa o subsecretário de Obras.

Pela primeira vez, nos últimos quatro anos, todas as estradas vicinais do Brejal e do Taquaril passam pela recuperação.

O governo municipal concluiu na última semana a recuperação de mais de 100 quilômetros de estradas vicinais na zona rural do distrito da Posse, Brejal e Taquaril. O trabalho vem sendo realizado desde o início do ano pela secretaria de Obras, que se reuniu com o Comitê de Estradas do Brejal para estabelecer o calendário organizado de serviços de melhoria do acesso dos moradores e produtores, bem como o escoamento da produção.

“Foi uma intervenção importante, que não acontecia, de forma tão extensa há muitos anos. Era um anseio de produtores rurais e moradores do Brejal e Taquaril. Nos reunimos com o comitê semanalmente para que essa intervenção atendesse às demandas da comunidade, dando prioridade aos trabalhos emergenciais. Claro que o trabalho continua, mas agora é uma ação de manutenção do já foi feito até agora”, ressaltou o governo interino, que vistoriou as ações de recuperação na região.

Neste momento, a secretaria de Obras executa o trabalho de revisão da Estrada dos Albertos. “Essa foi uma das primeiras estradas em que executamos o trabalho de recuperação, no início do ano. E é normal que aconteça agora a revisão. Esse trabalho será feito em todas as estradas de forma contínua”, informou o secretário de Obras, que informa ainda que será feito um trabalho semelhante ao realizado no Brejal entre os bairros Fazenda Inglesa e Secretário.

Mais de 100km de estradas recuperadas

No Brejal, o trabalho aconteceu nas estradas: Santa Matilde (5km); Albertos (8km); Quisséis (4km); Cachoeirinha (4km); Santa Maria (5km); Avelino de Carvalho (500m); Targinos (4km); Arnaldo Dyckerhoff (6km); Caboclos (2km); Sossego (1km); Rio Bonito (5km); Xingú (11km); Contrões (8km); Pilatos (3km); e Cruzeiro (8km). Além do Taquaril, o trabalho incluiu ainda o Paiolinho e trechos da Granja Cláudia e Mata Cavalos.

As ações na região contaram com serviços de drenagem em trechos como o acesso à Escola Avelino de Carvalho, além do nivelamento e remoção de lixo verde das laterais das estradas. “A equipe realizou ainda reparos em caixas de drenagem, além de substituição de manilhas quebradas”, informa o engenheiro da secretaria de Obras, Vitor Augusto Kreischer, que lembra ainda que as intervenções incluíram o trabalho de roçada.

Segundo o secretário de Obras, no Brejal, foram, ao todo, 86 quilômetros de vias recuperadas. “São dezesseis estradas, que ajudam a escoar a produção local. O trabalho, no entanto, também incluiu outras estradas da região, como a Taquaril”, esclarece.

As intervenções de melhoria de pavimentação por toda a cidade incluem mais de 60 ruas, 44 km de vias recuperadas.

Depois de recuperar mais de 12 km de ruas no Bingen, Nogueira, Itaipava e Centro Histórico, a prefeitura segue com o trabalho de melhoria na pavimentação, que agora aplica novas camadas de asfalto em ruas do Alto da Serra e Morin, trabalho que totaliza mais de 6 km de ruas asfaltadas. E, nesta semana, foram concluídas também as melhorias na rua Joaquim Agante Moço que, junto com a rua Desembargador Luiz Antônio Severo, se torna uma alternativa para os motoristas no trecho de Itaipava, onde acontecem as obras do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes - DNIT.

“Estamos trabalhando intensamente na recuperação das nossas ruas. É asfalto novo que chega a quem espera por anos pela melhoria. São ruas mais seguras e impacto positivo na mobilidade. Já avançamos com o asfalto no Bingen, no centro, em Nogueira, Itaipava, e, agora Morin, Alto da Serra e Castelânea. Ainda seguiremos pelo Siméria, Quitandinha, Mosela, Quarteirão Brasileiro, Sargento Boening e Valparaíso”, ressalta o governo interino.

Na manhã de hoje (24), o governo interino e o secretário de Obras, além do subsecretário da pasta vistoriaram o início da ação de fresagem da rua Cardoso Fontes, via de acesso ao bairro Sargento Boening e que liga a praça Pasteur à rua Coronel Albino Siqueira, no Alto da Serra. “A intervenção também incluirá a rua Saldanha Marinho. Ou seja, é uma aplicação de camada de quase 1km, que vai melhorar esse importante acesso ao Alto da Serra e à Castelânea”, destaca o secretário de Obras.

No Alto da Serra, além da pavimentação que acontece na Rua Teresa, tendo início no acesso à rua Lopes Trovão, também estão sendo recuperadas a avenida Coronel Albino Siqueira, a rua Vereador Arnaldo de Azevedo, rua Padre Feijó. “São mais de 6km. Um trabalho que também inclui o recapeamento asfáltico em algumas servidões do Morin e também um trecho das Duas Pontes e ruas Washington Luiz e Nelson e Nelson de Sá Earp (no centro). Também começam agora os trabalhos no Alto Pedro Ivo, na rua Eugênio Werneck e rua Bela Vista, no Morin”, informa o subsecretário de Obras.

Rua Joaquim Agante Moço concluída

O distrito de Itaipava tem agora uma alternativa para o trânsito, especialmente neste momento em que o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes - DNIT executa a obra de recuperação da Estrada União e Indústria. Segundo o secretário de Obras, o asfaltamento das ruas Joaquim Agante Moço, que utiliza o asfalto usinado a frio (PMF), está concluído. “Já terminamos a aplicação do CBUQ na Rua Desembargador Luiz Antônio Severo, que se junta à Agante Moço, nesse trajeto alternativo, na parte de trás do Parque municipal em Itaipava. Ambas servirão como rota alternativa”.

Ruas asfaltadas somam quase 15km

Em Nogueira, o trabalho incluiu os 1,6km da Rua Promenade, um trecho de 1,7km da Estrada do Calembe. Além da rua Belo Horizonte (750m), rua Dr. Bina (350m) e rua Padre Correa Lima. Foram quase 6km de ruas asfaltadas. No Bingen, a pavimentação incluiu a rua Dr. Paulo Hervê, um dos principais acessos à cidade, a e rua Dr. Henrique Cunha (400m), a avenida Lúcio Meira e as Ruas Luiz Winter e João Xavier, totalizando quase cinco quilômetros de pavimentação nova. O trabalho também foi executado na avenida Koeller, no Centro Histórico, e na estrada do Catobira (Itaipava).

Em toda a cidade serão mais de 60 ruas (44km). A secretaria de Obras, iniciou o trabalho no dia 13 de julho. A Rua João Xavier recebeu 2,7 quilômetros de piso CBUQ (concreto betuminoso usinado a quente), material que também foi aplicado em pouco mais de 500 metros da Rua Luiz Winter, 500 metros da Avenida Lúcio Meira e 1,1km da Rua Dr. Paulo Hervê.


Iniciativa vai beneficiar cerca de 50 pessoas que vivem na comunidade Unidos Venceremos

A prefeitura de Petrópolis, através da secretaria de Meio Ambiente e da Comdep, e em parceria com a Águas do Imperador, entregou hoje (16/9) quatro kits para a instalação de fossas sépticas que vão garantir o tratamento de esgoto residencial para cerca de 50 pessoas na comunidade Unidos Venceremos, no Quarteirão Brasileiro. Serão cerca de 15 famílias beneficiadas pela iniciativa do poder público.

O kit básico é composto de fossas, filtros, tubos e conexões e a previsão é que a instalação seja iniciada ainda nesta semana. Além do Quarteirão Brasileiro, a prefeitura também vai instalar fossas sépticas na comunidade da Vila São Francisco – localidade conhecida também como Horta, que fica no Meio da Serra e no Morro dos Anjos, no Caxambu. Essa ação garante o tratamento de esgoto para mais de 100 pessoas somando esses dois locais.

Já na Comunidade do Ingá, na Posse, serão colocados cinco biodigestores com o mesmo objetivo. Serão 30 pessoas beneficiadas. "São ações com foco no saneamento básico. Com as fossas sépticas e os biodigestores, garantimos que o esgoto produzido deixe de ser despejado na natureza, contribuindo com o meio ambiente e com a qualidade de vida dos moradores”, disse o governo interino.

O secretário de Meio Ambiente acompanhou a entrega do material na comunidade Unidos Venceremos. “Os moradores aguardavam o saneamento há bastante tempo. Essa ação, que conta com o apoio da Águas do Imperador, proporciona diversos benefícios para os moradores e garante a preservação dos recursos naturais das áreas atendidas. Nos próximos dias vamos iniciar a instalação aqui e nos outros locais já entregues”, disse.


A prefeitura, através da secretaria de Esportes, Promoção da Saúde, Juventude, Idoso e Lazer (SEPJIL) e da Comdep, deu início nesta semana à reforma estrutural da quadra comunitária do Bataillard. Entre os serviços realizados estão a reforma do piso, pintura, colocação de tabela de basquete e a marcação dos esportes coletivos. Além dessa, o governo municipal está realizando melhorias na quadra do Bela Vista, e a partir do mês que vem, no Vila Rica.

“Estamos elaborando um cronograma para atender os bairros. Mapeamos as quadras e já iniciamos os serviços em alguns locais. As quadras são para os moradores, para a promoção da saúde e do lazer”, explica o governo interino.

Na quadra do Bataillard são realizados programas regulares como o Agita Petrópolis e o Transformando Vidas Pelo Esporte, promovido pela Liga Petropolitana de Desportos (LPD) em parceria com a prefeitura. O espaço é muito utilizado pela comunidade para a prática esportiva.

"Nessas quadras surgem mais do que apenas futuros atletas, mas também cidadãos. São locais que contribuem com a formação dos jovens", disse o secretário da SEPJIL. "A gente quer investir nos bairros e melhorar a qualidade de vida das pessoas, promovendo saúde, qualidade de vida e bem-estar", salienta o secretário.

Neste ano, já foram atendidas as quadras do Siméria e da Posse. O governo interino também já entregou a reforma completa dos espaços na Vila São José e na Comunidade do Alemão. Na Oswaldo Cruz, a cobertura está sendo instalada e será entregue em breve para a população.

Pagina 5 de 88