A Prefeitura está no Quitandinha realizando um mutirão de obras para garantir melhorias na qualidade de vida de moradores e de quem passa pela região. Onze ruas receberão a partir de segunda-feira (24/3) 20 novos pontos de iluminação pública. Na Rua Mato Grosso já está em andamento a pavimentação. A Rua Afrânio de Melo Franco, via alternativa à Rua General Rondon, está recebendo melhorias no asfalto, na calçada, no muro junto ao rio e no guarda-corpo.

As ações da Secretaria de Obras são uma determinação do prefeito Rubens Bomtempo, que vem buscando desde que assumiu a Prefeitura levar mais conforto e segurança para os moradores do Quitandinha.

Os 20 novos pontos de iluminação serão instalados nas vias: Rua Guatemala, Servidão da Pedra, Travessa Niterói, Servidão Maria da Conceição Pessoa, Rua Bahia, Vila Ipanema, Rua Délcio Nicolai, Rua Alagoas, Rua Ceará, Rua Itaperuna e Rua Espírito Santos.

As intervenções na Rua Afrânio de Melo Franco começaram na semana passada e vão durar mais cerca de dez dias. Com recursos próprios, a Secretaria de Obras está recuperando a via, que estava com a caixa de rua reduzida.

“Recuperando o muro junto ao rio, a largura da rua voltará ao que era antes. É uma via importante, porque muitos motoristas a utilizam como caminho alternativo à Rua General Rondon”, explicou o secretário de Obras, Aldir Cony.

Já a pavimentação da Rua Mato Grosso tem recursos do município e do estado, fazendo parte do programa Somando Forças, que também contemplará as ruas Macaé, Santa Catarina e Rio de Janeiro.

“São ruas que sofreram muito desgaste por causa das chuvas de 2013. Serão 2,3 mil metros de ruas que receberão essa pavimentação, o equivalente a oito mil metros quadrados”, totalizou Aldir.

Os moradores da via elogiaram a pavimentação: “Melhorou bem. Estava muito esburacado. Algumas vezes, o ônibus nem subia. Estava todo mundo reclamando. Se desse uma chuva, já complicava”, disse Edinilsa Roque Pereira Santos, que mora há 30 anos na rua, onde possui um comércio.

A obra também melhorou a vida de moradores de outras vias que passam pelo local. É o caso do auxiliar de manutenção Antônio dos Santos, da Rua Ceará: “Está muito bom. Facilita sim. Antes, o carro derrapava, o ônibus derrapava. Ficou bem melhor assim”, disse Antônio.

O prefeito Rubens Bomtempo autorizou na manhã desta terça-feira (18/3) o início das obras de reforma do Hospital Alcides Carneiro (HAC). As intervenções fazem parte do convênio com o governo do Estado, por meio do Programa Somando Forças. O investimento é de R$ 7 milhões – sendo R$ 800 mil de contrapartida da Prefeitura. A obra vai garantir melhorias em cinco setores da unidade, que ganhará 44 novos leitos, totalizando uma área superior a três mil metros quadrados.

“A reforma vai qualificar, organizar e estruturar o Hospital Alcides Carneiro, tornando a unidade mais moderna. Além disso, garantirá um melhor atendimento aos pacientes”, frisou o prefeito Rubens Bomtempo, lembrando que o HAC também será beneficiado com emendas parlamentares dos deputados Glauber Braga, Jandira Feghali e Hugo Leal, para a compra de equipamentos, entre eles um aparelho de ressonância magnética. “Somando o convênio com o governo do Estado e essas emendas parlamentares, estaremos investindo no hospital mais de R$ 12 milhões”, ressaltou.

Passarão por reforma os setores da maternidade, clínica cirúrgica, pediatria, enfermaria da clínica médica e a portaria. Os projetos prevêem, além da troca do piso, pintura, revestimento e isolamentos, a ampliação de alguns setores como a maternidade, que, após a reforma passará a funcionar em uma única ala. A unidade também vai ganhar um elevador, consultórios, sala de exames, novos banheiros e unidade intermediária, além de um espaço para a gestante receber a medicação. A previsão é que a obra esteja concluída em dois anos.

“Quero chegar em 2016 com o Hospital Alcides Carneiro modernizado. Vamos dar um salto de qualidade no atendimento”, concluiu o prefeito.

Obras na UTI HMNSE – Durante a visita no Hospital Alcides Carneiro (HAC), o prefeito Rubens Bomtempo vistoriou as obras da nova área que abrigará a Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) adulto. O espaço, próximo à urgência/emergência, abrigará temporariamente os sete leitos do Hospital Municipal Nelson de Sá Earp (HMNSE), que também entrará em reforma. Com a medida, a Prefeitura irá garantir a continuidade dos atendimentos.

 “Era necessário realizar esta transferência antes de iniciar as obras no Hospital Municipal Nelson de Sá Earp. Vamos manter a quantidade de leitos de UTI adulto até que a reforma do HMNSE esteja concluída”, disse o prefeito. A UTI do HMNSE vai ganhar três novos leitos, um investimento com recursos próprios do município superior a R$ 621 mil. A previsão é que as intervenções comecem em abril.

O prefeito Rubens Bomtempo vistoriou nesta semana a obra para construção do muro de contenção na Rua Princesa Isabel, próximo ao número 215, no Brejal, distrito da Posse. As intervenções fazem parte de convênio entre a Prefeitura e o governo do Estado, por meio do Programa Somando Forças, que prevêem investimento de quase R$ 800 mil.

Os trabalhos no local começaram há pouco mais de um mês. “A construção desse muro vai garantir mais segurança para os moradores da região”, ressaltou o prefeito Rubens Bomtempo, lembrando que a obra faz parte de um conjunto de intervenções dentro do convênio com o governo do Estado. São, ao todo, 11 obras: Sargento Boening (Servidão nº 283, Estrada do Paraíso), Morro Florido (Servidão Ernesto Felipe Schefler), Alto da Serra (Servidão Frei Leão), Ponte Fones (Servidão Oswaldo Antônio Zullig), Valparaíso (Servidão nº 411 – Ruas Gonçalves Dias), Caxambu (Estrada do Caxambu - prox. à Igreja de São Charbel), Trono de Fátima (Rua do Bispo, nº 235), Quitandinha (Avenida Estados Unidos), Taquara (Rua Antonio da Silva Ligeiro), UPA – Centro (Rua Rocha Cardoso) e Brejal (Rua Princesa Isabel - próximo ao nº 215). O convênio tem um valor total de R$ 5,3 milhões.

Além de proporcionar mais segurança para os moradores, a construção do muro vai permitir que os moradores voltem a ter acesso ao transporte coletivo. “Há quatro anos não passa ônibus aqui. Essa obra será muito importante para a comunidade”, comemorou o morador Adão Carlos Pereira da Silva.

O Centro de Educação Infantil (CEI) Angela Maria da Conceição Silva, no distrito da Posse, será ampliado pela Prefeitura e poderá atender a mais 50 crianças de zero a cinco anos da região. A obra foi um pedido da comunidade que está sendo atendido pelo prefeito Rubens Bomtempo. A previsão é a de que as intervenções tenham início em abril.

“Há uma demanda reprimida na localidade que vamos conseguir suprir com a ampliação do CEI”, disse a secretária de Educação, Mônica Freitas, acrescentando que estão previstas para este ano mais intervenções em outras unidades escolares do município. “Temos como plano estratégico várias outras iniciativas. Em 2013 foram criadas mil novas vagas para a educação infantil”.

O CEI Angela Maria da Conceição Silva conta atualmente com cerca de 80 vagas. A obra de ampliação prevê a criação de duas novas salas de aulas, além do redimensionamento do espaço, proporcionando o acréscimo no número de vagas. A assinatura do contrato para início das intervenções está previsto para este mês.

O vice-prefeito Luiz Fernando Vaz percorreu diversas obras em andamento pela cidade. A pedido do prefeito Rubens Bomtempo, que está no Japão para uma série de cursos e palestras sobre redução de riscos de desastres naturais, Luiz Fernando também visitou o Hospital Alcides Carneiro e a UPA Cascatinha.

“Estou acompanhando todas as ações que estão sendo desenvolvidas pelo nosso governo no município. São inúmeras obras e outros serviços em andamento que só vão melhorar a qualidade de vida dos petropolitanos”, afirmou Luiz Fernando, que está na posição de prefeito em exercício.

Em Nogueira, o vice-prefeito ficou animado com o estágio avançado das obras de reforma da Praça de Nogueira, com inauguração prevista para março. Depois de anos de abandono, o espaço está recebendo melhorias nos acessos, calçadas e no mobiliário urbano. O parque infantil também está sendo reformado e o chafariz, que estava desativado, será totalmente revitalizado. A novidade será a construção de um anfiteatro, que irá abrigar diversas atrações culturais.

Nascido e criado em Nogueira, o coordenador do Centro Cultural do bairro, João Sérgio da Silva Júnior, destacou a atenção do governo: “A Prefeitura está 100% em Nogueira. Estamos muito satisfeitos. A reforma da praça e a construção da escola eram reivindicações muito antigas de todos os moradores e só agora estamos sendo contemplados”.

Luiz Fernando também vistoriou as melhorias realizadas pela Prefeitura no Lago de Nogueira e ainda as obras de construção da nova escola do bairro, que contará com quatro pavimentos e capacidade de atendimento para 800 crianças do ensino fundamental. O espaço também vai abrigar o projeto Educação para Jovens e Adultos (EJA).

“Nogueira passará a viver um novo momento depois de todas essas melhorias, que vão valorizar a região, alavancar o comércio local, além de valorizar e democratizar a produção e o acesso à cultura”, destacou o vice-prefeito que logo depois visitou o Parque Municipal de Petrópolis, em Itaipava e ainda os serviços de iluminação da Praça de Secretário.


Vice-prefeito vistoria obras de reforma do HAC para abrigar UTI do HMNSE – Ao percorrer a emergência e as alas da maternidade e clínica médica do Hospital Alcides Carneiro, o vice-prefeito Luiz Fernando Vaz também vistoriou as obras do novo setor que abrigará a Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) adulto no Hospital Alcides Carneiro (HAC). O espaço, próximo à urgência/emergência, abrigará temporariamente os sete leitos do Hospital Municipal Nelson de Sá Earp (HMNSE) que também entrará em reforma.

A UTI do HMNSE vai ganhar três novos leitos, um investimento com recursos próprios do município superior a R$ 621 mil. A previsão é que as intervenções comecem em abril. “Com essa medida estamos garantindo a continuidade dos atendimentos e ampliando as vagas para quem precisa de internação na UTI”, explicou Luiz Fernando, que também passou pela UPA Cascatinha, UPA Centro, Centro de Especialidades e pelo Pronto Socorro do Alto da Serra.

Dinheiro foi arrecadado em campanha de doações e utilizado indevidamente pelo governo passado

Cinquenta famílias vítimas das chuvas no Vale do Cuiabá, que receberam do prefeito Rubens Bomtempo, do vice-governador Luiz Fernando Pezão e do presidente da Firjan, Eduardo Eugenio Gouvêa Vieira, as casas populares no último sábado (15/2), aplaudiram emocionados a mais uma iniciativa de Bomtempo: o anúncio da devolução de R$ 360 mil arrecadados em campanha de doações em 2011 e que foram utilizados indevidamente pelo governo passado. Cada família receberá um kit para mobiliar a nova casa.

Ao anunciar a novidade aos moradores, Bomtempo lembrou que o dinheiro doado às vítimas da chuva foi usado na gestão passada para financiar a primeira fase das obras de infraestrutura do terreno onde foram erguidos os imóveis. “Estive aqui durante a campanha eleitoral e garanti que trabalharia para fazer com que esta região voltasse a ser a casa de pessoas felizes. Acho que consigo isso fazendo justiça, devolvendo à comunidade um recurso que é dos moradores. Esse dinheiro é fruto de doações e deveria ter ajudado, já naquela época, as vítimasdas chuvas”, enfatizou, lembrando que cada família vai receber, agora, R$ 8 mil em móveis.

Moradora do novo conjunto habitacional, Zeni Daniele da Silva Teixeira Araújo se emocionou ao recebera notícia. “Hoje estamos recomeçando nossas vidas. O prefeito é sensível e sabe das nossas dificuldades. Esta ajuda é fundamental. Veio na hora certa”, comemorou. Ela receberá da Prefeitura fogão, geladeira, cama e colchão, entre outros utensílios.

Ao entregar as chaves da nova casa ao aposentado Elizier Vieira Borges, Bomtempo também se emocionou. “Não estava perto em 2011 e, por isso, não pude dar o apoio que precisavam, mas fico feliz em ver, agora, que posso contribuir para que vocês reconstruam suas vidas”, disse, citando também a entrega, em 2013, de 13 casas às famílias do Quilombo da Tapera que, desde as chuvas de 2011, moravam de forma improvisada em uma cocheira.

“Hoje estamos realizando um sonho. Foram três anos de muita luta, de muita tristeza. Graças à união de todos, agora podemos sonhar com tempos melhores”, declarou Elizier. A comunidade já conta com a insfraestrutura necessária na região. A Prefeitura fez obras de drenagem e pavimentação, disponibilizou iluminação pública, ônibus e coleta de lixo para atender os moradores.

O vice-governador Luiz Fernando Pezão parabenizou as ações realizadas pelo governo municipal. “Bomtempo é um homem sensível, lutador e que sempre colocou o coração à frente da sua administração. É um orgulho ver Rubens Bomtempo novamente à frente deste município”, afirmou.

As 50 casas modulares foram erguidas em uma áreade 27 mil metros quadrados doada ao estado pela Organização Não Governamental Instituto da Criança. A ONG criou o projeto Nosso Cuiabá, que tinha como objetivo arrecadar fundos para reconstruir casas para famílias que perderam tudo em 2011. Com a ajuda de empresários, o grupo, que tinha como um dos líderes o presidente do Sistema Firjan, Eduardo Eugenio Gouvêa Vieira, conseguiu construir as primeiras 24 moradias para desabrigados das chuvas na região.


Prefeitura vai financiar pavimentação no Vale do Cuiabá

O prefeito Rubens Bomtempo também anunciou na solenidade que o governo municipal vai financiar a pavimentação de mais de dois quilômetros da estrada Ministro Salgado Filho, no trecho que vai da Igreja Santa Therezinha até o ponto final do ônibus, o mais afetado pelas fortes chuvas que atingiram a região em janeiro de 2011. “Assumi este compromisso e vou fazer a obra”, assegurou ele, lembrando que o Ministério das Cidades negou a liberação do dinheiro para a intervenção após a apresentação, pelo governo passado, de um projeto mal formatado. O convênio acabou sendo abandonado pela gestão anterior.

Segundo Bomtempo, as obras de pavimentação e drenagem serão retomadas em março, logo depois do Carnaval. “Nossa prioridade sempre foi reestabelecer a normalidade da região, que foi muito afetada pelas chuvas de 2011 e ficou esquecida pela administração anterior. Perdemos o convênio, mas estou mantendo a minha palavra porque sei o quanto esta obra é significativa para a comunidade e o quanto a localidade precisa de melhorias”, destacou.

O Prefeito Rubens Bomtempo visitou, na manhã de sexta-feira (14/02), as obras do Centro de Artes e Esportes Unificados – CEU na Posse, um espaço diferenciado para a comunidade que será entregue ainda neste semestre. No local, ao lado do Ciep Gabriela Mistral, está sendo construída uma quadra coberta, além de espaços com mesas de jogos, parquinho, biblioteca, telecentro, sala de cinema e teatro. O espaço também vai receber uma moderna pista de skate, com piso próprio para as manobras do esporte, e um Centro de Referência em Assistência Social (CRAS) da Prefeitura.

Ao visitar o espaço, Bomtempo pediu agilidade ao secretário de Obras Aldir Cony e aproveitou para conversar com a comunidade. “Este é um projeto que vai aproximar os jovens da Posse. Pretendemos também incorporar outros projetos à realidade do distrito neste mesmo local”, disse o prefeito. Ele já sugeriu uma segunda etapa para o projeto: a implantação de um ecoponto para a reciclagem de materiais, além de oficinas para a comunidade.

O CEU da Posse é o primeiro projeto do tipo em Petrópolis. Envolve vários ministérios por meio do PAC 2, do governo federal, e mantém o Ministério da Cultura como principal agente junto da Prefeitura. As obras em Petrópolis foram paralisadas em 2012, mas Bomtempo retomou o projeto em 2013 e hoje mais de 50% do trabalho já foi realizado pela Prefeitura. “Estou muito feliz em estar aqui dando essa boa notícia para a Posse”, completou Bomtempo.

O CEU da Posse será administrado por um comitê formado por representantes do governo municipal, da sociedade civil e membros da própria comunidade para que todos, juntos, possam contribuir na gestão do centro. As reuniões do comitê já estão acontecendo para a formalização de um regimento e a participação dos moradores na eleição do comitê gestor. “Esse espaço só vai funcionar se a comunidade funcionar. Acredito que será um marco para Petrópolis”, disse a moradora Leila Maria Rinaldi Vieira, há 46 anos no distrito e representante comunitária no comitê. O casal de mestres de capoeira Vicente de Paula e Vera Lucia Pereira – única mulher petropolitana mestre de capoeira - também considera que o espaço será muito bom para a comunidade. “O CEU vai fazer a diferença”, diz Vera.

Noêmia Alves Rattes em fase final de execução das obras – Antes de chegar ao CEU da Posse, Bomtempo aproveitou para visitar as obras da rua Noêmia Alves Rattes. A via recebeu nova pavimentação asfáltica, drenagem e sistema de captação de água das chuvas, meio-fio, sinalização vertical e horizontal, além da recuperação de todo o guarda corpo da ponte principal. A rua tem aproximadamente 2,3 mil metros de extensão e a obra está orçada em R$ 613,4 mil, liberados há cerca de dois anos, destinada ao município através de uma emenda parlamentar. O município quase perdeu o dinheiro devido à falta de apresentação de projetos.

“É uma obra muito esperada por todos os moradores, que chegaram a perder as esperanças”, destacou Bomtempo ao relembrar outras obras e projetos importantes em andamento no distrito, como a pavimentação de trechos de estradas vicinais do Taquaril e Albertos e a construção de uma Unidade Básica de Saúde (cujo processo licitatório começa dia 21 de fevereiro). A população local também teve outro pedido atendido pelo prefeito: a Posse, agora, terá uma ambulância, que aguarda apenas o emplacamento para iniciar o serviço.

O prefeito Rubens Bomtempo autorizou o recapeamento asfáltico da Rua Montese e também determinou a reforma e cobertura da quadra da comunidade. Bomtempo deu a notícia durante uma vistoria para avaliar o andamento das obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) da Estrada da Saudade, que garantirá aos moradores da região R$ 20 milhões em obras de infraestrutura, habitação e trânsito.

“Esse é o maior pacote de obras já realizado na história do município em uma comunidade. Os investimentos não vão parar por aí. Vamos atender a esta antiga reivindicação dos moradores da Montese e continuar promovendo melhorias nesta região, que tem sido amplamente beneficiada, principalmente na área da educação”, destacou o prefeito, ao lembrar da inauguração do prédio que abriga agora o Centro Vocacional Tecnológico e o Cederj, da ampliação do Centro de Educacional Carolina Amorim e do Centro de Inclusão Digital, no Clube Saudade.

Bomtempo vistoriou as obras de construção do Centro de Educação Infantil na comunidade do Boa Vista, que vai atender a 80 crianças com idade entre 0 e 5 anos e também as intervenções para a cobertura da quadra da localidade. Em seguida, o prefeito fez todo o percurso da Estrada da Chácara. A via, que também dará acesso às 170 casas que serão construídas na localidade por meio do Programa Minha Casa, Minha Vida, está recebendo obras de infraestrutura.       

Entre as intervenções na Estrada da Saudade também estão viradouros para ônibus, melhorias no sistema de drenagem, pavimentação em concreto nos trechos de mais difícil acesso, baias e sinalização, estabilização de encostas e melhorias de infraestrutura. A previsão é de que mais de três mil moradias também sejam beneficiadas com a regularização fundiária.

Moradores da Rua Casemiro de Abreu participaram,na noite de terça-feira (11/2), de uma audiência pública com o prefeito Rubens Bomtempo para esclarecer dúvidas sobre as obras do Programa de Aceleração do Crescimento - PAC das Encostas, que começam nos próximos dias na comunidade. As intervenções têm como objetivo garantir a segurança dos moradores. A ideia é prevenir, evitando que tragédias como a registrada na própria região há 25 anos se repitam.

Ao abrir a reunião, o prefeito Rubens Bomtempo ressaltou que o PAC das Encostas é o primeiro projeto realizado em Petrópolis com o objetivo de cuidar da comunidade, promovendo obras preventivas contra as chuvas. “É importante estar aqui, conversar diretamente com a população local, esclarecer suas dúvidas. Essa comunicação é essencial e garante a tranquilidade dos moradores. Vamos agir não para resolver um problema, mas evitá-lo. Estamos trabalhandoantes de ele acontecer”, disse.

A comunidade será contemplada com obras de contenção de encostas e novo sistema de drenagem, desde a Rua Alberto Martins até a parte baixa da Rua Casemiro de Abreu. Também estão previstas a pavimentação da Rua Alberto Martins e a recuperação da Servidão Maria José Janiques.

A obra está orçada em aproximadamente R$ 2,4 milhões e, de acordo com o secretário de Obras, Aldir Cony, o objetivo é garantir que todo o trabalho esteja concluído no início de 2015. “Estamos trabalhando para proteger a população. Isso nos dá ainda mais motivação”, afirmou, lembrando que, por determinação do prefeito, a obra será feita, prioritariamente, com mão de obra local.

A Casemiro de Abreu é uma das cinco comunidades que integram o primeiro lote de obras do PAC das Encostas. As Ruas Henrique Paixão, Alexandre Fleming, e Antônio Soares Pinto – 1º de Maio, também serão beneficiadas, assim como o Vale do Carangola, onde as obras já começaram. Juntas, essas obras somam um total de quase R$ 18 milhões. “São R$60 milhões divididos em três lotes do PAC das Encostas. Ao todo 14 comunidades serão atendidas com essas medidas preventivas”, explicou o prefeito.

A reunião aconteceu no Centro de Educação Infantil (CEI) Professora Patrícia Ferreira e Silva Freitas, no Centro, e contou com a presença do vereador Thiago Damaceno.  Secretários municipais também participaram do encontro.

A Prefeitura, por meio das secretarias de Obras e Meio Ambiente e da Companhia de Desenvolvimento de Petrópolis (Comdep), retomou hoje (10/02) a limpeza mecânica do Rio Piabanha, na altura da ponte de Corrêas. O trabalho irá se estender até a entrada do Bonfim, com o objetivo de garantir a segurança dos moradores no período das fortes chuvas. Apenas no primeiro dia de trabalho, iniciado na tarde de hoje, cerca de 50 metros cúbicos de terra foram removidos.

A ação também conta com a parceria do Inea, que forneceu parte do maquinário e oito caminhões para o transporte do material removido. De acordo com o presidente de Comdep, Hélio Dias, após a conclusão do serviço em Corrêas, a limpeza será iniciada na altura do Palácio de Cristal. “Outros pontos como a Rua Roberto Silveira, por exemplo, serão contempladas”, adianta o presidente da Comdep.

Segundo o secretário de Obras Aldir Cony, a limpeza está priorizando os pontos onde existe grande acúmulo de material, como bancos de areia. “Estamos dando continuidade a um trabalho de manutenção que é permanente. O objetivo é minimizar os efeitos da chuva, garantindo a desobstrução para o fluxo tranqüilo da água”, disse o secretário.

A limpeza já foi realizada nos Lagos do Parque São Vicente e está sendo concluída em Nogueira. A Comdep também realizou o desassoreamento do Rio São Rafael, que corta o Quarteirão Ingelheim, assim como no Retiro e Bairro da Glória, entre outros.

Pagina 79 de 88