Trabalho feito pela Secretaria de Obras vai alcançar 30 metros até esta terça (30.01)

A troca da rede de galerias pluviais no Centenário, iniciada há 20 dias, continua avançando e vai alcançar 30 metros de manilhas substituídas até esta terça-feira (30.01). O trabalho é realizado devido ao rompimento da rede no fim do ano passado. Por isso, a prefeitura decidiu realizar uma obra mais ampla, para colocar peças maiores e mais resistentes no local. A manutenção de rede de águas pluviais é feita de forma constante em toda cidade. Só em 2017, o serviço aconteceu 748 vezes em mais de 220 locais.

O início rápido do trabalho no Centenário foi para evitar que a rede pudesse ficar entupida e causasse problemas de alagamentos para os moradores do bairro. Em toda cidade, o trabalho de manutenção de rede pluviais é complementado pela limpeza e desobstrução – serviço feito 395 vezes em quase 230 locais no ano passado

A rede de galerias pluviais no Centenário faz a captação da água de chuva em toda região, que vai desde a Rua Felipe Blat, nas proximidades de um campo de society, até o Rio Piabanha. Além do problema constatado no dia 26 de dezembro, a rede já havia apresentado problemas semelhantes em 2008 e 2010.

Os técnicos apontaram que o melhor era fazer uma obra que torne a rede mais resistente, com peças maiores, permitindo o escoamento da água de maneira mais segura. A Secretaria de Obras fez todo estudo para a execução da obra, para que esta rede não apresente mais os mesmos problemas.

No dia 26 de dezembro a Defesa Civil foi acionada por moradores de um imóvel que fica no mesmo terreno. Uma equipe técnica esteve no local e constatou que o buraco foi ocasionado pelo rompimento da rede de águas pluviais. No entanto, a estrutura da casa não sofreu nenhum abalo e não tem riscos. Três dias depois (29.12), a Secretaria de Obras começou a escavar para encontrar o foco do problema.

Os técnicos identificaram que as manilhas tinham apenas um metro de diâmetro. Por isso, foi decidido trocar mais de 110 metros de rede por manilhas de 1,5 metro de diâmetro, que são também mais resistentes. Duas retroescavadeiras estão auxiliando os serviços.

Considerado um dos principais cartões postais da cidade, o Trono de Fátima receberá um grande pacote de melhorias, com obras no entorno que vão melhorar a acessibilidade na principal rua que leva ao espaço, pelo Valparaíso, e também a sinalização. O investimento, de pouco mais de R$ 400 mil, foi garantido por emenda parlamentar do deputado Hugo Leal, com contrapartida de R$ 66 mil da Prefeitura. A empresa que executará as obras, vencedora de processo licitatório, já foi contratada pelo governo municipal e dará início às intervenções já nas próximas semanas.

“O Trono de Fátima tem uma grande importância histórica, cultural e turística para Petrópolis e, com essas obras, este espaço será ainda mais valorizado. Já tínhamos feito melhorias na entrada deste espaço pelo outro lado, inclusive com uma obra de contenção. Agora vamos fazer intervenções também pelo Valparaíso”, explicou o prefeito Rubens Bomtempo.

Oitocentos metros de ruas de acesso ao espaço receberão novo asfalto e as vias terão a sinalização refeita, incluindo vaga destinada a pessoa com deficiência. Em relação à sinalização turística, serão instalados dois totens com informações sobre o monumento, com textos em português e inglês e também em braile – um próximo ao Trono de Fátima e outro próximo à Congregação Mariana. Estão previstas também outras placas viárias e turísticas.

As melhorias que começam agora se somam às ações iniciadas em 2013, com tratamento especial ao acesso e todo o entorno do monumento histórico. A Comdep promoveu mutirões com serviços de capina, roçada e jardinagem ao longo do trajeto e contou com a ajuda de paisagistas. O local recebeu roseiras e árvores frutíferas, como cerejeiras. Também foram plantadas mudas de árvores nativas da Mata Atlântica, como as quaresmeiras.

O Trono de Fátima

Idealizado pelo Frei João José – mentor do movimento Mariano em Petrópolis – o Trono de Fátima foi inaugurado em 1947 e está entre os mais bonitos atrativos turísticos da cidade. Localizado no ponto mais alto do bairro Valparaíso, oferece ao visitante uma visão panorâmica da Cidade Imperial. O projeto arquitetônico é de Heitor da Silva Costa, que tem como sua obra mais famosa o Cristo Redentor.

A imagem de Nossa Senhora de Fátima foi esculpida em Pietrasanta, na Itália, pelo escultor Enrico Arrighini. Em mármore branco, sem veias e sem jaça, foi construída em um só bloco de 3,5 metros de altura. Assim, o conjunto, que é fixado sobre uma base com a mesma medida da estátua, atinge 7 metros, o que a torna ainda mais imponente.

Em um plano circular, Nossa Senhora é envolvida por sete colunas que representam os dons do Espírito do Santo. A forma da rotunda é em estilo clássico, inspirado no Pânteon de Agripa, em Roma, mas seu acabamento obedece técnica mais moderna, de concreto com revestimento de vidro dourado.

Sob o monumento, uma cripta de 10 metros de diâmetro abriga a capela onde ocorrem missas no dia 13 de cada mês em homenagem à Santa. Neste dia, uma procissão sai do Teatro Mariano e segue até o trono, onde é celebrada a fé e a devoção a Nossa Senhora de Fátima. A procissão acontece sempre às 19h30, quando a data cai entre segunda e sábado, e às 17h30, se for domingo.

O Trono de Fátima também reserva um espaço para aqueles que buscam a cura e a solução de problemas: a Sala dos Milagres. Lá os fiéis depositam partes do corpo humano em cera, acendem velas e rezam para ter seus pedidos atendidos.

Mantido pela Congregação Mariana, o Trono de Fátima vem passando por várias melhorias. O interior da capela foi pintado e a sacristia restaurada. Os turistas que visitam o local também contam com uma lanchonete e uma loja de artesanato e produtos religiosos.

A prefeitura inicia esta semana obras para melhorias na Unidade Básica de Saúde do bairro Mosela. Serão realizadas intervenções no telhado, pintura, além de revisão nas partes hidráulica e elétrica da unidade, que há anos não recebe reformas significativas. Por conta das obras, a partir desta terça-feira (13/07) a UBS da Mosela estará fechada. A previsão é de que os trabalhos sejam concluídos em 90 dias. Com as intervenções os atendimentos e vacinas estão sendo redirecionados para outras unidades de Saúde. A retirada dos equipamentos, mudança e reestruturação de um dos pontos de atendimento, na Escola Municipal Salvador Kling, está sendo feita nesta terça-feira. O atendimento na Escola começa nesta quarta-feira (14/07).

Durante as obras o atendimento das equipes acontece na Escola Municipal Salvador Kling, que estará funcionando das 8h às 17h. Usuários que precisem de atendimento no terceiro turno (das 17h às 20h), podem buscar ainda o posto de Saúde do Pedras Brancas.

“A Secretaria de Saúde reorganizou as equipes e redirecionou os atendimentos para unidades dentro do próprio bairro, para facilitar o acesso para os pacientes. Já as vacinas estão sendo centralizadas no Centro de Saúde. Tudo está sendo organizado para que os moradores continuem sendo assistidos da melhor forma durante o período de obras, que irão melhorar a estrutura da UBS”, explica o secretário de Saúde.

No Centro de Saúde Coletiva Professor Manoel José Ferreira, a vacinação de rotina será feita das 9h às 19h30.

A sala especial de vacinas do PSF da Mosela também foi redirecionada durante a obra para o Centro de Saúde Coletiva. A orientação é para que pessoas com comorbidades que precisam retirar vacinas especiais, compareçam ao Centro de Saúde para fazer a retirada dos imunizantes, que serão entregues das 9h às 16h30.

Confira os novos locais para atendimento e vacinas:

Atendimentos
Escola Municipal Salvador Kling (Mosela)
Horário: das 8h às 17h - (a partir de 14/07).
End: Rua Mosela, 995 - Mosela
Posto de Saúde da Família do Pedras Brancas
Horário: das 17h às 20h (terceiro turno).
End: Rua Pedras Brancas, 1.190 - Mosela

Vacinas
Vacinação - Centro de Saúde Coletiva Professor Manoel José Ferreira
Horário: das 9h às 19h30
End: Rua Santos Dumont, 100 - Centro.

Sala Especial de vacinas - Centro de Saúde Coletiva Professor Manoel José Ferreira
Horário: 9h às 16h30
End: Rua Santos Dumont,100 - Centro.
*Ponto destinado a pessoas com comorbidades que precisam retirar vacinas especiais.

Terça, 16 Julho 2013 - 19:12

UBS Itaipava em reforma

Após ter sido inaugurado em dezembro de 2012, pela antiga administração, sem que as obras tivessem sido concluídas, a Unidade Básica de Saúde (UBS) de Itaipava, localizada na Estrada de Teresópolis (próximo ao Terminal de Itaipava), ficará fechada por três semanas para que as intervenções sejam finalizadas. Segundo o secretário interino de saúde, André Pombo, a empresa responsável pela obra foi notificada e acionada para concluir os serviços.

“São vários pontos que precisam ser concluídos, por isso o atendimento deverá ser suspenso para evitar acidentes. O prazo estimado para a duração das obras é de três semanas, mas esperamos que os trabalhos sejam finalizados antes do tempo previsto”, disse o secretário.

Além da conclusão dos acabamentos na parte superior do prédio, será realizada a instalação dos aparelhos dos dois gabinetes odontológicos, que desde a inauguração da UBS não puderam funcionar. A UBS também foi inaugurada sem extintores de incêndio e sem o habite-se e avaliação do Corpo de Bombeiros, problemas que estão sendo equacionados pela atual administração.

Empresa contratada pelo Dnit faz intervenções no sistema de drenagem da pista

A reforma da Estrada União e Indústria continua avançando com serviços no sistema de drenagem da pista. O trabalho nesta terça-feira (21/07) ocorreu próximo à 105ª DP, no Retiro, sendo o quinto ponto de escoamento que recebe intervenções. Essa ação vai ajudar a manter as condições da pista, que receberá uma camada nova de asfalto em quase 25 km desde a Av. Barão do Rio Branco até Pedro do Rio. A obra é responsabilidade do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) e executada pela empresa Santa Luzia.

Antes da pandemia, a União e Indústria registrava movimento de 100 mil pessoas por dia, o que reforça a importância dessa obra. A troca de pavimento vai contribuir com a redução do número de acidentes ao longo da rodovia e também será vital para ajudar no desenvolvimento econômico do município.

Além da pavimentação e da drenagem, também estão previstos outros pontos ao longo do trabalho, como intervenções em calçadas, baias de ônibus, sinalização, entre outros. Rio Branco e o Roseiral. Em trecho já nos distritos, estão previstas 10 obras de contenção, que podem ser feitas simultaneamente à pavimentação no trecho mais próximo ao Centro.

A prefeitura tem projetos para melhorar a mobilidade urbana e o trânsito na entrada do Carangola, Correas, Bonsucesso e Itaipava e busca alinhar junto ao Dnit para poder executar essas intervenções junto ao cronograma da reforma.

Os 300 usuários do PSF do Lajinha ganharam novas instalações para o atendimento: todo o segundo andar da UBS de Itaipava vai receber equipes e equipamentos do PSF do Lajinha. O novo local substituirá o posto que funcionou em imóvel alugado e não tem mais condições de uso pela precariedade. A equipe com médico, enfermeiro, dentista, técnico e auxiliar de enfermagem e nutricionista, já estará recebendo os usuários no novo endereço a partir de quinta-feira (28.12). O local tem ainda sala de vacina e curativos e fica apenas 2 quilômetros de distância do antigo endereço e com ponto de ônibus em frente à UBS.

Não havia condições de recuperar o imóvel com reforma e a UBS de Itaipava, bem perto da comunidade, tem mais conforto e recursos. Quatro agentes comunitárias de Saúde continuarão realizando as visitas territoriais e direcionando os atendimentos para a UBS de Itaipava.

O distrito vai ganhar ainda mais um equipamento de saúde. Uma nova Unidade Básica de Saúde vai ser instalada em Itaipava e os moradores poderão escolher entre a atual e a nova. A nova UBS já tem terreno definido e está em fase de licitação a empresa para a sua construção, com recursos federais já garantidos.

A rede de Atenção Básica é composta por 50 unidades de saúde com cobertura de 78% da população. E a prefeitura espera construir três novas UBS em Itaipava, Corrêas e Bingen a fim de otimizar as ações de prevenção e promoção de saúde com a assistência primária relacionados aos programas municipais: saúde da mulher, da criança, hipertensão e diabetes entre outros.

Já foi escolhido o terreno, em Itaipava, que é da prefeitura e ao lado da escola do bairro e está em processo de licitação para escolha da empresa que fará a construção das três unidades com emendas já previstas, que além de Itaipava, contempla Corrêas e Bingen. As UBS oferecem atendimento médico, de enfermagem e dentista e são responsáveis pelo controle e prevenção de doenças com acompanhamento regular do paciente.

O Vale do Carangola recebeu ações de manutenção viária, conserto de iluminação pública e coleta de entulho nesta quarta-feira (14.03). O trabalho das secretarias de Obras e de Serviços passou ruas como Waldemar Vieira Afonso, dos Pedestres e da Creche. Os serviços foram acompanhados de perto pela associação de moradores e agradou a comunidade.

Na Rua da Creche, por exemplo, houve coleta de seis toneladas de entulho em frente aos CEIs Lulu Monteiro de Castro e Casa da Paz. Nesta última, são atendidas 52 crianças de três a quatro anos e a limpeza foi feita a partir de um pedido da diretora, Luiza Helena Ramos, para a associação de moradores, que encaminhou a solicitação à prefeitura.

“Isso é muito importante para nós, vai tornar o ambiente muito melhor para os nossos alunos. A associação está sempre aqui com a gente, nos ajudando, sendo bem atuante”, diz a diretora, que está à frente do CEI Casa da Paz desde fevereiro.

Além da unidade escolar, a associação também recebeu pedidos dos moradores para conserto de pontos de luz em várias servidões do bairro. Durante todo o dia, cerca de 20 pontos tiveram consertos. Um dos locais atendidos foi a Rua dos Pedestres.

Na rua que dá acesso ao Vale do Carangola, dois caminhões com 30 toneladas de asfalto fizeram tapa-buraco com oito funcionários e um rolo compressor.

“Esses serviços são ótimos para comunidade ficar limpa, não ter mais escuridão e a rua ficar melhor. Nós trabalhamos junto com a prefeitura, fazemos o contato com as necessidades dos moradores e somos ouvidos”, afirma a presidente da Associação de Moradores do Vale do Carangola, Ângela Maria Samuel.

O cuidado com a cidade é permanente e ações de limpeza, conservação de ruas e melhorias de serviços é frequente. Este ano, mais de 32 mil toneladas de entulho foram recolhidas em toda cidade, 797 pontos de luz foram consertados em toda cidade desde o início do trabalho da Vitorialuz, no fim de fevereiro, e diversos bairros receberam tapa-buraco.

A Prefeitura iniciou as obras de reforma do ponto final da linha 519, no Vale do Carangola. A iniciativa prevê a reestruturação do muro do local para dar mais segurança e sustentação ao abrigo. Cerca de três mil moradores serão beneficiados com a ação. “Estamos muito satisfeitos. O abrigo vai nos ajudar muito em dias de chuva, dar proteção. A comunidade agradece”, relatou a presidente da Associação de Moradores e Amigos do Vale do Carangola - AMAVCA - Ângela Maria da Silva Rosa,  moradora do Vale do Carangola há 31 anos.

O bairro também recebe as obras do PAC das Encostas com a construção de muros de contenção, sistema de captação de águas pluviais e as chamadas barreiras dinâmicas, além da pavimentação da via principal. O PAC das Encostas foi explicado pelo prefeito Rubens Bomtempo em audiência pública realizada em dezembro com os moradores do local.

“Esse é o primeiro projeto empregado em Petrópolis com o objetivo de cuidar da comunidade com obras preventivas contra as chuvas. A ideia é prevenir, garantindo assim a segurança e tranquilidade de todos os moradores. Vamos fazer antes do problema acontecer”, ressaltou o prefeito na ocasião.

Prefeito Bernardo acompanhou os serviços realizados nas ruas Visconde de Itaboraí, Gonçalves Dias e Vista Alegre

O programa Mais Asfalto promoveu a manutenção viária nos bairros Valparaíso e Araras. O prefeito Bernardo Rossi acompanhou a atuação das equipes nesses locais. O serviço nesta quinta-feira (01.11) aconteceu nas ruas Visconde de Itaboraí, Gonçalves Dias e Vista Alegre. Ainda foram atendidas ruas de Bairro da Glória, Araras, Duchas, Fazenda Inglesa, Duarte da Silveira e Itaipava. Além disso, foi concluído na madrugada desta quinta a atuação na Rua Dr. Sá Earp (Centro). O trabalho beneficia 428 viagens diárias de ônibus.

A prefeitura mantém sete equipes de manutenção viária atuando nos bairros todos os dias. O objetivo é melhorar a passagem de ônibus, incluindo locais que recebem grande número de linhas, como nesses casos no Valparaíso, e de comunidades onde o ônibus é fundamental, como no Vista Alegre. Dessa forma, o programa potencializa o número de pessoas beneficiadas com viagens com mais comodidade, menos atrasos e com maior segurança para os motoristas.

As ruas atendidas no Valparaíso, que servem de itinerário para 16 linhas de ônibus, recebem 259 viagens por dia e, por isso, foram aplicadas cinco toneladas de asfalto. Em Araras, o trabalho ocorreu na Rua Vista Alegre, recebe 12 viagens da linha 622 e teve a mesma quantidade de material utilizada.

Na Rua Nossa Senhora da Glória, no Bairro da Glória, o serviço beneficia a linha 613, com 42 viagens diárias. As ruas Álvaro Lopes de Castro e Kopke, no Duchas, foram atendidas pelo Mais Asfalto, melhorando as condições para 21 viagens da linha 119. O Alto da Derrubada (Fazenda Inglesa), que serve de passagem para a linha 122 (31 viagens), e a Rua João Xavier (Duarte da Silveira), itinerário de quatro linhas e 63 viagens de ônibus, também receberam manutenção viária. O serviço ainda foi levado novamente para o Parque Bom Clima (Itaipava).

Asfaltamento na Dr. Sá Earp

Além do trabalho nas comunidades, o Mais Asfalto também atua no Centro, fazendo a reforma de vias de grande circulação de veículos. O serviço foi finalizado na madrugada desta quinta na Rua Dr. Sá Earp, onde 1,3 km foram pavimentados. Com isso, o circuito que leva ao Alto da Serra (incluindo Santos Dumont, Souza Franco, Visconde de Bom Retiro e Aureliano Coutinho) e a Rua do Imperador estão com novo asfalto, totalizando 6,2 km já reformados.

Agora a prefeitura fará a reforma da pavimentação na Rua 16 de Março. O objetivo é deixar a rua com as melhores condições para o local onde vai será feito mais uma vez o Túnel de Luz, um dos grandes atrativos do Natal Imperial e começa no fim do mês. Além disso, também vai trazer um benefício muito grande a uma das principais áreas de comércio do Centro.

Outro local que também recebera reforma da pavimentação é a Rua Nelson Sá Earp. A via recebe diariamente 22,5 mil veículos e é uma das principais alternativas para quem vai para Mosela, Bingen, Valparaíso e Quitandinha.

O vice-prefeito Luiz Fernando Vaz percorreu diversas obras em andamento pela cidade. A pedido do prefeito Rubens Bomtempo, que está no Japão para uma série de cursos e palestras sobre redução de riscos de desastres naturais, Luiz Fernando também visitou o Hospital Alcides Carneiro e a UPA Cascatinha.

“Estou acompanhando todas as ações que estão sendo desenvolvidas pelo nosso governo no município. São inúmeras obras e outros serviços em andamento que só vão melhorar a qualidade de vida dos petropolitanos”, afirmou Luiz Fernando, que está na posição de prefeito em exercício.

Em Nogueira, o vice-prefeito ficou animado com o estágio avançado das obras de reforma da Praça de Nogueira, com inauguração prevista para março. Depois de anos de abandono, o espaço está recebendo melhorias nos acessos, calçadas e no mobiliário urbano. O parque infantil também está sendo reformado e o chafariz, que estava desativado, será totalmente revitalizado. A novidade será a construção de um anfiteatro, que irá abrigar diversas atrações culturais.

Nascido e criado em Nogueira, o coordenador do Centro Cultural do bairro, João Sérgio da Silva Júnior, destacou a atenção do governo: “A Prefeitura está 100% em Nogueira. Estamos muito satisfeitos. A reforma da praça e a construção da escola eram reivindicações muito antigas de todos os moradores e só agora estamos sendo contemplados”.

Luiz Fernando também vistoriou as melhorias realizadas pela Prefeitura no Lago de Nogueira e ainda as obras de construção da nova escola do bairro, que contará com quatro pavimentos e capacidade de atendimento para 800 crianças do ensino fundamental. O espaço também vai abrigar o projeto Educação para Jovens e Adultos (EJA).

“Nogueira passará a viver um novo momento depois de todas essas melhorias, que vão valorizar a região, alavancar o comércio local, além de valorizar e democratizar a produção e o acesso à cultura”, destacou o vice-prefeito que logo depois visitou o Parque Municipal de Petrópolis, em Itaipava e ainda os serviços de iluminação da Praça de Secretário.


Vice-prefeito vistoria obras de reforma do HAC para abrigar UTI do HMNSE – Ao percorrer a emergência e as alas da maternidade e clínica médica do Hospital Alcides Carneiro, o vice-prefeito Luiz Fernando Vaz também vistoriou as obras do novo setor que abrigará a Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) adulto no Hospital Alcides Carneiro (HAC). O espaço, próximo à urgência/emergência, abrigará temporariamente os sete leitos do Hospital Municipal Nelson de Sá Earp (HMNSE) que também entrará em reforma.

A UTI do HMNSE vai ganhar três novos leitos, um investimento com recursos próprios do município superior a R$ 621 mil. A previsão é que as intervenções comecem em abril. “Com essa medida estamos garantindo a continuidade dos atendimentos e ampliando as vagas para quem precisa de internação na UTI”, explicou Luiz Fernando, que também passou pela UPA Cascatinha, UPA Centro, Centro de Especialidades e pelo Pronto Socorro do Alto da Serra.

Pagina 84 de 85