O prefeito Rubens Bomtempo e a presidente do Instituto Estadual do Ambiente (Inea), Marilene Ramos, anunciaram na manhã desta sexta-feira (6/9) a implantação do programa “Petrópolis Morar Seguro”. A iniciativa, que reúne o Município, Estado e União, garante investimentos que podem ultrapassar os R$ 250 milhões para o reassentamento de famílias em áreas de risco, contenção de encostas e obras de infraestrutura.

“Esse programa piloto em Petrópolis se soma a todas as outras ações que têm sido realizadas desde o início deste governo para minimizar os efeitos das chuvas e reduzir o déficit habitacional”, disse o prefeito. Bomtempo destacou a criação da Secretaria de Proteção e Defesa Civil, a instalação de mais de 50 pluviômetros eletrônicos pela cidade, a implantação das Unidades de Proteção Comunitária (UPC), a construção de casas populares e a ampliação do sistema de alerta e alarme como os principais avanços desses oito meses de governo.

A expectativa é a de que mais de mil famílias da zona sul da cidade sejam beneficiadas. “As áreas estão sendo definidas levando em consideração o relatório do Departamento de Recursos Minerais (DRM) e a prioridade do município. É importante destacar que Petrópolis está sendo beneficiada por um projeto piloto do governo federal, que está destinando R$ 75 milhões para os reassentamentos. Essa ação é fruto de um pedido do prefeito Rubens Bomtempo à presidenta Dilma Rousseff durante a sua visita depois das chuvas que atingiram a cidade em março”, explicou a presidente do Inea, Marilene Ramos.

Durante o encontro, Bomtempo também disse que está finalizando a negociação da compra de mais um terreno, no Alto Independência, para a construção de 300 unidades habitacionais do Programa Minha Casa, Minha Vida: “Essas casas se juntam às outras 846 do contrato já assinado com a Caixa Econômica Federal para o Carangola e às cerca de 800 que serão construídas no terreno do Caetitu, em Corrêas. É importante ressaltar que todo este projeto de reassentamento terá a participação direta deste governo e o diálogo permanente com a população”, concluiu o prefeito.

O antigo Centro de Saúde Coletiva (Instituto da Mulher, da Criança e do Adolescente) vai passar por uma ampla reforma. O anúncio foi feito nesta sexta-feira (6/9) pelo prefeito Rubens Bomtempo, durante visita à unidade. O prefeito também citou outros investimentos para o instituto como a compra de novos equipamentos, contratação de recursos humanos e a presença da Guarda Civil.

“O Centro de Saúde é uma unidade histórica e estratégica para o município. É preciso dar uma maior atenção e principalmente discutir qual será o papel da unidade na rede”, ressaltou o prefeito. A reforma vai garantir uma maior comodidade e melhoria no atendimento à população, em especial as mulheres, crianças e adolescentes atendidos na unidade.

Entre as melhorias que serão realizadas está a troca do piso, pintura externa e interna, revisão da parte elétrica e hidráulica, otimização dos espaços internos, reforma de algumas salas e acessibilidade. Além disso, o prefeito estuda a possibilidade da compra de um novo mamógrafo para a unidade, permitindo aumentar o número de exames e melhorar a qualidade do atendimento à mulher.

“O Centro de Saúde é referência para muitos atendimentos. Moradores de toda a cidade procuram assistência aqui. Já conseguimos melhorar a estrutura do atendimento aos ostomizados, com a distribuição das bolsas”, disse a diretora da unidade, Marilda Plácido. Ao lado do secretário de saúde, André Pombo, do secretário de obras, Aldir Cony, do presidente da Comdep, Hélio Dias e do diretor-presidente da Companhia Petropolitana de Trânsito e Transportes (CPTrans), Gilmar de Oliveira, o prefeito Rubens Bomtempo visitou as instalações do espaço. “Estou aqui com os secretários para que seja elaborado um plano de recuperação da unidade. A secretaria de Obras vai fazer o projeto da reforma geral e os outros secretários vão realizar pequenas intervenções na unidade para melhorar ao atendimento e garantir mais segurança e comodidade para os pacientes”, ressaltou o prefeito.

Desde julho, a unidade passa por uma pequena reforma, com a construção de mais uma sala no segundo andar e de um escovódromo. O recurso é proveniente de um pacote de convênios com o governo federal recuperados pela atual administração. Ao todo são 11 unidades em reforma, com um investimento de R$ 1.6 milhão. O Centro de Saúde atende mais de 10 mil pessoas por mês. Além dos programas da mulher, da criança, do adolescente, da hipertensão e diabetes, a unidade conta com atendimentos especializados (pediatria, ginecologia, obstetrícia, clínico geral, fisioterapia, fonoaudiologia, odontologia, entre outros), com a realização de exames laboratoriais, de mamografia, de ultrassom, de ecocardiograma, do teste do pezinho e do preventivo, além da distribuição de medicamentos e da aplicação de vacinas.

Quinta, 05 Setembro 2013 - 10:06

Bairro Caxambu vai ganhar mais um PSF

Os moradores do bairro Caxambu vão ganhar um novo Posto de Saúde de Família (PSF). A unidade será construída na Rua Flávio Cavalcanti, ao lado da escola municipal, atendendo cerca de mil famílias. O aviso de licitação foi publicado no Diário Oficial de terça-feira, dia 3/9.

O novo PSF vai contar com uma equipe de estratégia de saúde da família e vai atender aos moradores que não são cadastrados no PSF localizado em Santa Isabel, ampliando a capacidade de cobertura da região.

O PSF vai contar com uma área construída de 173 metros quadrados. A unidade terá rampa de acesso, sala de vacina, sala de medicamentos, sala de curativos, farmácia, um consultório odontológico, dois médicos, sala de reuniões, sala de espera, recepção, sanitários (para funcionários, pacientes e um adaptado para pessoas com deficiência), escovódromo e copa. A obra está estimada em R$ 731 mil e a conclusão é de 180 dias.

A licitação acontece no dia 24/9, às 14 horas, na sede do Departamento de Licitações, Compras e Contratos (Delca), à Avenida Koeler, número 260. O edital completo estará disponível a partir de sexta-feira (6/9), na sede do Delca, no horário de 12h30 às 18 horas.

A prefeitura realizou, na noite da última segunda-feira (2/09), a terceira audiência pública do PAC da Estrada da Saudade. O vice-prefeito Luiz Fernando Vaz e secretários de governo debateram com os moradores da região as intervenções que serão realizadas no bairro. Serão mais de R$ 20 milhões em obras de infraestrutura, habitação e trânsito que garantirão melhorias na qualidade de vida da população. Desta vez, a audiência foi na Escola Municipal Jorge Amado.

O secretário de Trabalho, Assistência Social e Cidadania (Setrac) Jorge Maia reforçou que a prefeitura vai garantir a participação popular na implantação deste que já e conhecido como o maior conjunto de obras da história do município. “Todas as ações públicas dependem das necessidades da comunidade e da participação de todos. Por esse motivo, boa parte do governo e as empresas concessionárias estão aqui hoje para interagir com a comunidade. Estaremos exaustivamente aqui, olhando no olho de cada um, em audiências e reuniões. Vamos ter diálogo”, garantiu o secretário.

Entre as obras estão viradouros para ônibus, melhorias no sistema de drenagem, pavimentação em concreto nos trechos de mais difícil acesso, baias e sinalização, melhorias no entorno além da estabilização da encosta para a segurança da área, cobertura da quadra, melhorias de infraestrutura e construção de um Centro de Educação Infantil.

O Programa Minha Casa, Minha Vida chegará ao bairro na Rua da Chácara, com a construção de 170 unidades habitacionais. A previsão é de que mais de três mil moradias também sejam beneficiadas com a regularização fundiária.

A subsecretária de Habitação, Ana Maria Zanetti, reforçou a determinação da prefeitura de consultar os moradores sobre as intervenções na Estrada da Saudade. Ela afirmou que, assim como o conhecimento técnico de engenheiros e geólogos da prefeitura, é fundamental para o PAC da Estrada da Saudade o conhecimento dos moradores que há anos vivem nas comunidades.

“Estamos convocando vocês por causa desses saberes diferentes, os saberes da comunidade. Sem eles, nós não conseguimos fazer uma obra boa, atingir os nossos objetivos. Daqui pra frente, haverá uma série de reuniões com a comunidade. Nesse primeiro momento, queremos ouvir vocês. Estamos anotando tudo aqui”, disse Ana Maria. Quando o atual governo assumiu a prefeitura, em janeiro, o PAC  Estrada da Saudade estava parado.

O vice-prefeito Luiz Fernando Vaz ressaltou que o projeto saiu do papel graças ao prefeito Rubens Bomtempo, que correu para que a proposta de obras tramitasse, conseguindo, junto à Caixa Econômica Federal, que a licitação para os trabalhos ocorresse em maio.

A Prefeitura publicou no Diário Oficial do dia 21/8 o edital de convocação para a construção da nova escola de Nogueira. O colégio, localizado na Avenida Leopoldina, contará com quatro pavimentos e vai atender cerca de 800 crianças do ensino fundamental, além de abrigar o projeto Educação para Jovens e Adultos (EJA).

“A Prefeitura está fazendo um grande investimento para proporcionar uma melhor estrutura para os alunos da região de Nogueira, que tem uma grande demanda do ensino fundamental”, ressaltou a secretária de Educação, Mônica Freitas. De acordo com o projeto, a escola terá quadra poliesportiva, pátio coberto, sala de professores, depósito esportivo, vestiários feminino e masculino, banheiros em cada andar (incluindo espaços adaptados), almoxarifado, sala de orientação, secretaria, refeitório, cozinha, sala da diretoria, três laboratórios (ciência, informática e línguas), biblioteca, sala de artes, sala de teatro, sala de atividades para educação infantil, banheiros para crianças menores, sala de vídeo e 12 salas de aulas.

“A construção dessa nova escola é uma das ações da Prefeitura para diminuir os custos com o pagamento de aluguéis. Assim que a escola ficar pronta, vamos poder entregar a casa onde hoje funciona o colégio Sérgio Ribeiro Rocha”, disse a secretária, acrescentando que durante a obra, o imóvel onde funciona a atual escola também passará por uma reforma.

A licitação acontece no dia 26 de setembro a partir das 14 horas na sede do Delca (Avenida Koeler, nº 260). O edital já está disponível e pode ser adquirido também no Delca, de segunda a sexta-feira, entre 12h30 e 15 horas ou através do e-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. .

Quarta, 28 Agosto 2013 - 10:05

PAC Estrada da Saudade: início das obras

O prefeito Rubens Bomtempo realizou, na noite da última segunda-feira, (26/08) audiência pública no Monte Florido para debater com o PAC da Estrada da Saudade com os moradores da região. São mais de R$ 20 milhões em intervenções em infraestrutura, habitação e trânsito que garantirão melhorias na qualidade de vida da população. Bomtempo anunciou que, na semana que vem, já deverá haver movimentação no local para o início das obras, com a montagem dos barracões.

Entre as melhorias, estão viradouros para ônibus, novo sistema de drenagem, pavimentação em concreto nos trechos de mais difícil acesso, baias e sinalização, além da estabilização da encosta para a segurança da área, cobertura de quadras esportivas, melhorias de infraestrutura e construção de um Centro de Educação Infantil.

O Programa Minha Casa, Minha Vida chegará ao bairro na Rua da Chácara com a construção de 170 unidades habitacionais. A previsão é de que mais de três mil moradias também sejam beneficiadas com a regularização fundiária.

Outra novidade é que a mão de obra local terá preferência nas contratações das várias frentes de obras. O secretário de Trabalho, Assistência Social e Cidadania (Setrac), Jorge Maia, afirmou que, junto com a empresa responsável pelas melhorias e com a Secretaria de Habitação, fará um serviço de cadastramento dos trabalhadores da região.“Faremos um aproveitamento, dentro do maior limite possível, da mão de obra local”, disse Jorge Maia.

Quando o atual governo assumiu a prefeitura, em janeiro, o PAC Estrada da Saudade estava parado. O prefeito Rubens Bomtempo explicou na audiência que correu para que a proposta de obras tramitasse, conseguindo, junto à Caixa Econômica Federal, que a licitação ocorresse em maio. Presentes ao evento, os vereadores Luizinho Sorriso (PT) e Meirelles (PTB) parabenizaram o prefeito por colocar o projeto em prática.

Cerca de cem pessoas compareceram à audiência pública, dando sequência à política de governo de garantir a participação popular nas decisões sobre a cidade. Na ocasião, Bomtempo pôde dar esclarecimentos sobre as medidas que vêm sendo tomadas nas várias áreas da administração pública, além de ouvir as demandas da comunidade.

 

Duas obras de contenção de encostas estão em andamento na zona sul da cidade. Um trecho da Rua Paraná, no bairro Quitandinha, está em recuperação, onde uma cortina atirandada de sete metros está sendo construída. A obra garante a contenção da via e a recuperação do meio-fio. Já no Taquara, a rua Antônio da Silva Ligeiro está sendo beneficiada com a reestruturação da encosta que deslizou com as chuvas de março.

As duas localidades sofreram com as chuvas e a rapidez das intervenções devolve a segurança para a região.  “O trabalho feito é muito bom e vai possibilitar a volta da circulação do ônibus aqui”, observa Clotilde Alves, 53, moradora da Rua Paraná há mais de 30 anos.

A Rua Antônio Silva Ligeiro, no Taquara, também recebe as intervenções. “Os danos causados pelo escorregamento ocorrido já foram sanados. Além da estabilização da encosta, a obra ainda aumenta a proteção de duas residências que ficam logo abaixo”, salienta o secretário de Obras, Aldir Cony, lembrando que uma série de melhorias estão previstas para o local.

As obras tiveram início no mês de abril e a previsão é de que sejam entregues no final de setembro. “Estamos contentes e nos sentindo muito mais seguros. Antes do início da obra, eu e minha família estávamos com medo de passar por aqui. Quando o prefeito disse que determinaria o início da obra ficamos mais tranqüilos e agora estamos ainda mais confiantes”, disse o morador Antônio Carlos, de 39 anos.

Em tempo recorde, a contenção realizada na Rua Bahia, no Quitandinha, sobre o túnel da BR-040, foi concluída pela Secretaria de Obras na última semana. O trabalho começou em abril, depois que as chuvas de março causaram um deslizamento de terra desestabilizando a via. O prefeito Rubens Bomtempo visitou o local na última quinta-feira (22/08).

Em pouco mais de três meses, foram finalizadas a construção de uma cortina atirantada e um muro de gabião. O fluxo de veículos de grande porte pelo trecho estava impedido. Porém, a partir da conclusão do trabalho, o prefeito Rubens Bomtempo determinou o retorno imediato da circulação dos ônibus para atender a comunidade. “Essa é uma das sete obras emergenciais autorizadas dez dias depois das chuvas de março. Essas intervenções têm como objetivo garantir que as ruas e casas próximas vão se tornar mais seguras. Assim oferecemos mais tranqüilidade para a comunidade”, disse Bomtempo.

De acordo com o secretário de Obras Aldir Cony, o muro de gabião possibilita a contenção com uma barragem de peso capaz de dar sustentação à encosta. A cortina atirantada se trata de um tipo de muro preso à encosta por cabos de aço. Além da Rua Bahia, outros seis pontos do município recebem intervenções do tipo, como Rua Paraná, Colômbia (Quitandinha), além das ruas Euclides da Cunha (Castelânea), Bingen e dois pontos da Rua Antônio da Silva Ligeiro, no Taquara. Juntas, as intervenções somam R$ 2,125 milhões em recursos do convênio com o governo do Estado.

A agilidade do trabalho também agradou aos moradores. “É uma obra importante já que garante a segurança. Outra surpresa foi a rapidez. A princípio, pelo montante da obra pensávamos que ela se estenderia por cerca de seis meses, mas não foi isso que aconteceu”, destaca o morador Marco Antônio, de 36 anos.

O prefeito Rubens Bomtempo apresentou hoje (2/8) ao subsecretário de estado de Urbanismo Regional e Metropolitano, Vicente Loureiro, um projeto substitutivo para a verba que seria destinada à revitalização da Rua Teresa. A intenção é usar parte dos recursos – cerca de R$ 9 milhões – para a conclusão das obras de reurbanização do Centro Histórico.

“O projeto já está pronto e aprovado pelo Iphan e Inepac. Além disso, toda a sociedade anseia e está aguardando por esta obra”, disse o prefeito Rubens Bomtempo, acrescentando que havia dificuldades na execução do projeto de revitalização da Rua Teresa além de uma resistência por parte do empresariado.

O subsecretário Vicente Loureiro aprovou o projeto que prevê o aterramento da fiação do lado ímpar da Rua do Imperador, a compra de equipamentos e a retirada dos postes. “Tudo que está ligado ao Centro Histórico tem apelo direto com o turismo e revitalizá-lo é fundamental”, disse Loureiro.

O secretário de Obras, Aldir Cony, participou do encontro e enfatizou que a parceria com o estado é fundamental para a conclusão do projeto. “Salvar parte dessa verba que estava destinada à Rua Teresa será muito importante para a cidade”, ressaltou.

Na próxima semana, o projeto será apresentado pelo governo do Estado e no mês de setembro representantes do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) estarão na cidade para avaliar o financiamento do projeto.

A revitalização do Centro Histórico aconteceu na segunda gestão do prefeito Rubens Bomtempo. As intervenções foram nas ruas 16 de Março e Imperador, com a padronização e alargamento das calçadas além do aterramento da fiação.

O prefeito Rubens Bomtempo esteve na manhã de hoje (2/8) visitando o Bairro da Glória, em Corrêas, ao lado do secretário de Obras, Aldir Cony, e do presidente da associação de moradores, Rogério Penna de Azevedo. A intenção é abrir um estudo de viabilidade para se criar uma rua alternativa ligando o bairro à Estrada Mineira, para desafogar o trânsito.

Dois locais foram visitados. O primeiro foi o ponto final da Rua Norival Ribeiro Damaceno, onde o acesso que liga à Estrada Mineira é feito por uma escadaria. “Primeiro é preciso fazer um estudo de impacto aqui no local. Existem casas neste ponto, o que torna um projeto mais delicado para a construção desse caminho alternativo”, ressaltou o prefeito Rubens Bomtempo.

O outro ponto visitado foi a rua que liga o Bairro da Glória ao Hospital Alcides Carneiro (HAC). O caminho atual é de terra e é utilizado pelos moradores da região. Neste ponto, a intervenção, de acordo com o secretário de Obras, será mais fácil. “Apesar da extensão da via ser maior, o projeto é menos complicado”, disse Aldir.

“As duas alternativas precisam ser estudadas e para isso uma empresa precisa ser contratada para elaborar o projeto. Entendemos que a comunidade precisa de uma via alternativa, mas temos que estudar primeiro qual é a melhor maneira para desenvolver esse projeto”, explicou o prefeito.

Durante a visita ao Bairro da Glória, o prefeito determinou uma limpeza na Servidão José Geraldo Souza. No local existe uma rede de captação de água pluvial, onde alguns pontos estão obstruídos. “Vamos enviar uma equipe da Comdep para realizar a limpeza. Além do mato existe muito lixo. A comunidade precisa se conscientizar e entender que lixo não pode ser jogado em encosta”, alertou o prefeito.

Pagina 84 de 88