Novos membros do Comuntran serão eleitos neste sábado (18.05)

O auditório da Universidade Católica de Petrópolis (UCP) ficou lotado na abertura da 15ª Conferência Municipal de Trânsito e Transporte (CMTT), realizada na sexta-feira (17.05).  Durante a conferência, serão votados os 11 novos conselheiros e 11 suplentes representantes da sociedade civil, do Conselho Municipal de Trânsito e Transporte (Comutran). O município também irá apresentar o Plano de Mobilidade Urbana - PlanMob para todos os participantes.
Durante a reunião, foi lido todo o regimento interno, pelo diretor técnico Operacional da CPTrans, Luciano Moreira.  O documento já foi aprovado pelos membros do Comuntran. O regimento foi publicado no Diário Oficial do dia 10 de abril de 2019 e está disponível no site da prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br).

A Plano de Mobilidade é um avanço para toda a população de Petrópolis. O trabalho realizado pelas conferências é muito importante para o desenvolvimento do município. Nas conferências são debatidas as políticas públicas junto à sociedade civil.

Neste  sábado (18.05), a Conferência teve inicio com a palestra do diretor do Banco de Sangue no Hospital Santa Teresa, Vinicius Neves, em seguida a Arquiteta e mestre em Engenharia pela PUC, Flávia Carvalho, falará sobre Veículos Leves sobre Trilhos (VLT). A reunião conta também com a apresentação do Plano de Mobilidade Urbana. A partir das 11h, será aberta a votação para os novos conselheiros do Comutran. A votação é encerrada às 13h.

"Na CPTrans nós trabalhamos pelo o que a cidade precisa, não pelo o que queremos. Nossa apresentação do PlanMob será de forma mais leve e estaremos a disposição para tirar dúvidas. Espero que tenha bons resultados para cidade. Estamos empenhados e trabalhando muito para que esse plano se torne real", finalizou o diretor técnico Operacional da CPTrans, Luciano Moreira.

A equipe da CPTrans, para elaborar o Plano de Mobilidade, levou em conta os princípios estabelecidos pela Política Nacional de Mobilidade Urbana, que envolvem a necessidade de oferecer acessibilidade universal, ou seja, qualquer cidadão poderá usufruir dos meios de transporte, o desenvolvimento sustentável, a eficiência e efetividade na prestação de serviços de transporte público, a gestão democrática e o controle social da política, a segurança no deslocamento das pessoas e a equidade no uso das vias.

Acontece nesta quinta-feira (17.01), a partir das 10h, o primeiro leilão de veículos apreendidos de 2019. Serão 163 carros e motos disponíveis para lances. A concorrência também ocorre na modalidade on-line, pelo site www.alexandroleiloeiro.com.br – onde os lances já podem ser feitos. Entre os veículos estão Audi A5, C4 Pallas, Celta, Corsa, Gol, Vectra, além de motocicletas como CG 150, XTZ 125, CBX 200, Fazer YS 250, entre outros modelos.

Também serão leiloados veículos irrecuperáveis, ou seja, destinado apenas à prensa. Esses lotes tiveram laudos periciais apontando impossibilidade de recuperação e apenas pessoa jurídica que comprove capacidade técnica para retirada, descontaminação e esmagamento poderá fazer o arremate.

O proprietário de um dos veículos ainda pode impedir que seu carro ou moto vá à concorrência. Para isso, é necessário que o dono quite os débitos existentes e regularize a situação do automóvel. Os veículos estão acautelados na Avenida Zoello Sola 1119, área B, Triângulo.

Os proprietários desses veículos foram notificados, conforme determina o artigo 328 do Código de Trânsito Brasileiro, mas não procederam com a retira dos veículos no prazo regular e, por isso, os veículos irão para concorrência pública. O edital e outras informações estão disponíveis no site da CPTrans no www.petropolis.rj.gov.br/cptrans, clicando no botão Leilão de Veículos.

Quinta, 30 Novembro 2017 - 18:48

179 veículos são arrematados em leilão

Este ano 853 pessoas adquiriram carros e motos a preços mais acessíveis

O quarto leilão de veículos apreendidos de 2017 realizado nesta quinta-feira (30.11), e foi encerrado com o arremate de 179 veículos. Cerca de 70 pessoas estavam presentes no evento, realizado no Petropolitano Futebol Clube, que contou também com a opção de realizar lances pela internet. O leilão teve apoio da Companhia Petropolitana de Trânsito e Transportes (CPTrans) e foi promovido pela Rodando Legal, empresa responsável pelo serviço de reboque da cidade.

Neste ano foram arrematados 853 veículos durante as quatro concorrências públicas realizadas. O leilão realizado nesta quinta contou com 183 veículos recuperáveis para lances, entre carros e motos, disponíveis para arremate.

“Os leilões são uma ótima forma de se adquirir veículos por um valor mais em conta do que o convencional. Há carros e motos que são rebocados e nunca são recuperados pelos proprietários, por inúmeros motivos”, frisa o diretor-presidente da CPTrans, Maurinho Branco.

Aproveitou a oportunidade o comerciante Alexandre Costa, morador do Sargento Boening. “Fiz um ótimo negócio, arrematando um carro que me pareceu em ótimo estado. É minha primeira vez em um leilão, e a partir de agora ficarei de olho para participar dos próximos”, disse o comericante.

Mas não foi só Alexandre que fez um bom negócio nesta quinta. Jonathan de Sá, morador de Itaipava, arrematou uma moto durante a concorrência. “É a segunda vez que participo de um leilão de veículos, e acho uma opção muito legal. Arrematei uma moto e estou muito satisfeito com o valor e modelo que consegui. Agora o próximo passo é regularizar os documentos e começar a usar”, destacou.

Os atendimentos às demandas da Companhia Petropolitana de Trânsito e Transportes (CPTrans) chegaram a 2.742 no período de janeiro a maio deste ano. O número corresponde às solicitações de atendimentos aos usuários, com pedidos de sinalização, denúncias de veículos estacionados irregularmente em portas de garagem e em viradouros de ônibus, entre outras. No período foram emitidos 3.364 advertências e 1.280 notificações a veículos.

Todos os 433 laudos emitidos pelos agentes para a retirada de carros abandonados foram concluídos – destes, 45 foram rebocados ao depósito da Rodando Legal. De acordo com os dados da Companhia, a maioria das retiradas de veículos foram feitas em março, sendo 159 laudos finalizados e 17 veículos rebocados no mês.

As denúncias à CPTrans podem ser feitas pelos telefones 156, 0800-282-1015 e (24) 2237-1703. Para se ter uma ideia da representatividade dessa atuação, das 2.742 demandas atendidas neste período, 1.707 foram provenientes dos protocolos gerados pelos Serviços de Atendimento aos Usuários (SAUs), ou seja, 62,26%. A maioria da demanda parte do 1º distrito, seguindo do 3º, 2º, 4º e 5º.

Responsável pelas ações da equipe, o diretor técnico operacional da CPTrans, Luciano Moreira, explica que a população é grande parceira no combate as irregularidades por meio das denúncias. “Importante também a participação de todos para a educação no trânsito”, explica”.          

Dividido por bairro, o Centro é o ponto da cidade onde há maior demanda para atendimento. Na lista dos 10 bairros que mais demandam atendimento também estão Itaipava, Bingen, Corrêas, Bonsucesso, Duarte Silveira, Alta da Serra, Mosela, Valparaíso e Quitandinha.

Já são quase 200 as faixas de pedestres pintadas nas ruas de Petrópolis desde janeiro. Para o serviço foram utilizados 4.800 litros de tinta nas cores branca e amarela. Além das faixas de pedestres, foram pintadas também 12 quilômetros de linha contínua, 60 quebra-molas e 644,4 metros de marca de canalização. Trinte e sete novas placas também foram instaladas no período. As intervenções já contemplaram áreas do Centro e do distrito.

A intervenção mais recente foi realizada na madrugada desta quarta-feira (19.04), na Rua 13 de Maio, durante a madrugada. A maioria das pinturas são feitas nestes horários para não atrapalhar o trânsito e facilitar a aderência da tinta no solo. A colocação das placas de sinalização também é feita à noite e de madrugada, cerca de 40 foram instaladas.

“A revitalização da sinalização é de extrema importância para o município. Quando assumimos encontramos faixas de pedestres completamente apagadas, sinalização feita a grosso modo sem levar em conta as normas do Código de Trânsito Brasileiro, dentre uma série de irregularidades. O maior absurdo foi encontrar áreas próximas às escolas, hospitais e postos de saúde sem qualquer sinalização. Vamos continuar nosso trabalho para contemplar todo o município”, salienta o diretor-presidente da CPTrans, Maurinho Branco.

As ruas que receberam especial atenção foram a Washington Luiz e Barão do Rio Branco. Além delas, o segundo e o terceiro distrito também foram contemplados com pinturas. Para os próximos dias estão previstos, caso não chova, intervenção no Itamarati, Estrada José Carneiro Dias e Praça Pasteur.

“Essas ações são importantes neste primeiro momento pois encontramos pontos críticos na cidade, mas nosso objetivo é manter esse serviço constante, ou seja, realizar a manutenção das áreas para que não cheguem ao ponto que chegou. É essencial termos cuidado com a sinalização e, nos casos que forem necessários, fazer mudanças que podem beneficiar a população”, avalia Maurinho. 

Sexta, 21 Junho 2013 - 14:42

21/06/2013 - Informe I PMP 11h28

Tarifas de ônibus a R$ 2,65 já estão valendo em dinheiro e no bilhete eletrônico

A CPTrans confirmou que as empresas de transporte coletivo em Petrópolis já efetuaram a atualização nos equipamentos validadores de cada ônibus e a redução para R$2,65 na passagem também já está valendo para os bilhetes eletrônicos, além de dinheiro. Apenas a validação do cartão do estudante do ensino médio, o chamado “passe livre”, está sendo finalizada ao longo desta sexta-feira (21/06), por conta da configuração do sistema.

O anúncio da redução de preço foi feito ontem (20/06) pelo prefeito Rubens Bomtempo, durante a assinatura do contrato com a Caixa Econômica Federal para a construção de 846 unidades habitacionais no bairro Carangola. A iniciativa foi possível devido à medida provisória n° 617/2013 do governo federal que reduz a zero as alíquotas de contribuição para o PIS e da Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins) incidentes sobre a receita decorrente da prestação de serviços de transporte coletivo de passageiros.

Sexta, 21 Junho 2013 - 17:02

21/06/2013 - Informe II PMP – 16h30

A Prefeitura informa que os bilhetes eletrônicos de estudantes acabaram de ser atualizados no sistema de transporte público neste momento já com a nova tarifa de R$2,65. O próximo passo é fazer este comunicado, por meio de dados, a cada ônibus. A previsão é de que até hoje à noite todos os veículos estejam com a informação completa para que seja cobrada apenas a metade do novo valor neste tipo de cartão. A Setranspetro também vai ressarcir os estudantes devolvendo, em dinheiro, a diferença paga com o uso do cartão enquanto o sistema validava a nova informação.

Sábado, 22 Junho 2013 - 12:39

22/06/2013 - Informe III PMP - 12h

A Prefeitura informa que os bilhetes eletrônicos de estudantes foram atualizados com sucesso no sistema de transporte público já com a nova tarifa de R$2,65, para que seja contabilizada a metade deste valor a cada uso do cartão.

A Setranspetro também vai ressarcir os estudantes devolvendo, em dinheiro, a diferença paga com o uso do bilhete enquanto o sistema validava a nova informação na sexta-feira. Para isso, deverão comparecer ao local de atendimento na rua do Imperador, 100.

Duzentos e cinquenta e oito veículos rebocados em Petrópolis neste ano foram vendidos nesta segunda-feira (10/11) no leilão realizado pela empresa Rodando Legal, com o apoio da CPTrans. Mais de 300 pessoas se inscreveram para participar, superando as expectativas dos organizadores. Esse foi o primeiro leilão de veículos realizado no município desde a implantação do serviço, em janeiro. Os recursos obtidos com o leilão serão destinados para a quitação dos débitos existentes junto ao Detran e à empresa que opera o reboque, além do pagamento das despesas com o leilão. Parte do que foi arrecado irá para a CPTrans.

Foram a leilão 270 veículos. Desses, 258 foram vendidos. Os outros 12, por não ter havido interessados, permanecem no pátio da Rodando Legal, no Morin. Caso os proprietários não busquem os veículos, eles serão novamente leiloados. Para ir a leilão, o veículo tem que ter passado mais de 90 dias no depósito da Rodando Legal.

“A realização do primeiro leilão de veículos foi um sucesso, porque foram muitas as pessoas interessadas e vendemos quase todos os carros. Além disso, vai facilitar a realização dos próximos leilões. O reboque está sendo um serviço positivo para a cidade, porque está tirando de circulação centenas de veículos irregulares, em débito com os cofres público ou que estavam parados de forma irregular. Assim, o município contribui para a fluidez no trânsito, já que muitos dos carros rebocados estavam estacionados de modo a prejudicar o trânsito”, disse o presidente da CPTrans, Gilmar Oliveira.O leilão foi realizado das 13h às 18h30, no Clube Petropolitano, na Avenida Roberto Silveira, Centro. Os participantes foram motivados pela possibilidade de comprar veículos em bom estado a preços baixos. Foi o caso do comerciante Jorge Mazza, de 55 anos, morador do Independência. Ele comprou um Siena 2010, por R$ 3,8 mil.

“Achei o leilão muito bom, organizado, com preços acessíveis. O leiloeiro explicou tudo muito claro. Vou comprar para eu e meus filhos usarmos. O leilão é bom porque podemos comprar um carro usado sabendo que não é roubado, que é coisa séria”, disse Jorge.

Já o comerciante Fábio Gonçalves, de 36 anos, morador de Corrêas, comprou uma moto Bros 125 por R$ 1,3 mil. Ele sempre vai a leilões no Rio e ficou surpreso com o grande número de participantes, o que deixou os preços mais altos. “Está muito concorrido”, disse.

Os proprietários de veículos rebocados, para reaver seus carros ou motos, devem quitar todos os débitos, como IPVA, despesas com diárias e reboques, e multas. Eles devem procurar a empresa Rodando Legal, localizada na Avenida Dom Pedro I, 486, Centro. Na página principal do site da Prefeitura, na aba “Evite transtornos”, há o passo a passo do que fazer quando o seu veículo for rebocado.

Foram 235 ônibus e 117 vans

Não era nem 7h da manhã quando cruzaram pelo pórtico do Quitandinha os primeiros dois ônibus de turismo com destino à Petrópolis no último sábado (15.06). Impulsionada pela Bauernfest, a partir desse horário o número de veículos foi aumentando gerativamente somando, em seu primeiro fim de semana, 235 ônibus e 117 vans, que vieram de diversos estados do país. Com um sistema de controle diferenciado, os veículos foram abordados e identificados ainda nas entradas da cidade com informações sobre aonde deveriam fazer o desembarque dos passageiros, estacionar o ônibus, fazer o embarque e a melhor alternativa para voltar para casa.

E o trabalho desenvolvido pela CPTrans deu resultado. Nas ruas o que quase não se viu foram retenções, mesmo com o alto número de ônibus de turismo e os veículos particulares que visitaram à cidade. Até o fim do evento, a expectativa é superar os 880 veículos de turismo que chegaram à Petrópolis para a festa em 2018, quando mais de 350 mil pessoas vieram para o evento nos seus dois fins de semana.

No meio desse processo, os guias turísticos de Petrópolis avaliaram positivamente a organização e o trabalho realizado pela prefeitura. Entre eles, José Pedro Soares, conhecido como Guia Pedro, no ramo há 36 anos, e que trabalhou em todas as edições de Bauernfest. “Esse é, sem dúvidas, o melhor esquema de trânsito montado pela CPTrans. Está fantástico! Desde a operação montada para recebimento dos ônibus, com as indicações para que o motorista não fique rodando na cidade sem saber onde estacionar. E o trânsito livre tanto no sábado, quanto no domingo, durante o dia inteiro foi fundamental para que as pessoas gostassem ainda mais da experiência que a Bauernfest passa. É preciso elogiar e reconhecer esse trabalho”, avalia o guia Pedro.

A presidente da Associação dos Guias de Turismo de Petrópolis (AGP), Ana Beatriz Oliveira, destacou a importância dessa organização para o trabalho dos profissionais. “Trabalho há 24 anos na área e tenho um longo histórico com a Bauern, confesso que esse superou às expectativas. O fluxo de trânsito estava muito bom e isso foi notado pelas pessoas que todo ano vêm para o evento com os ônibus de turismo. Tivemos pontos de embarque e desembarque próximo à festa e uma área exclusiva para os grupos com idosos e pessoas deficientes demonstra a preocupação em agradar a todos os públicos da festa”, destacou.

Com o movimento grande, principalmente aos fins de semana, a triagem realizada pela CPTrans será mantida em todos os dias de festa para evitar acumulo de ônibus numa mesma área, o que poderia ocasionar retenções no trânsito. As áreas definidas pela companhia para embarque e desembarque são a Praça 14 Bis (exclusivamente para grupo de pessoas idosas e com deficiência); Av. Tiradentes, Av. Barão de Amazonas e Montecaseros – depois disso, os veículos estacionam em áreas como o Quitandinha ou Bingen, além da Barão do Rio Branco e dos estacionamentos das empresas de ônibus urbanos Petroita e Cidade Real.

“Esse esquema, somado às mudanças e implementação de sinalização de trânsito, teve um bom reflexo para a cidade, de maneira geral. Vamos manter a operação ao longo do evento e corrigir qualquer eventual problema esta semana para termos um resultado ainda melhor no próximo fim de semana”, completa o diretor técnico e operacional da CPTrans, Luciano Moreira.

Pagina 4 de 92

Notícias por data

« Fevereiro 2021 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28

Prestação de conta COVID-19

Alvará Online - BANNER

Casa dos Conselhos

DO

turispetro

iluminacao

plano compras

portal transparencia

licitacao

Concursos

Casa dos Conselhos

ecidade

jrestaurativa

gabinete cidadania.fw

cpge

EOUVmunicipios

selo acesso_informacao.fw

Relatorio CMVP

cmv-logo