Com o objetivo de auxiliar os jovens na busca pelo primeiro emprego, a Prefeitura, por meio da secretaria de Trabalho, Assistência Social e Cidadania (Setrac) firmou uma parceria com o Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE). Com o convênio, o Departamento de Trabalho e Renda (Detra) da Casa do Trabalhador irá encaminhar os jovens para três programas desenvolvidos pelo CIEE: Jovem Aprendiz, Estágio e Programa de Desenvolvimento Pessoal (PDP).

“É mais um parceria da Setrac que vai qualificar ainda mais o trabalho desenvolvido pela Casa do Trabalhador por meio do Detra. Desde que começamos a desenvolver ações para a inserção de profissionais no mercado de trabalho já emitimos 517 carteiras de trabalho e mais de 100 vagas de empregos foram abertas”, disse a secretária de Trabalho, Assistência Social e Cidadania, Fernanda Ferreira.

Os jovens interessados em participar dos programas podem procurar a Casa do Trabalhador levando o CPF, RG e Carteira de Trabalho. “Caso o jovem não tenha a Carteira Profissional temos uma equipe na Casa do Trabalhador que emite o documento”, explicou a secretária, lembrando que o espaço também realiza a emissão da segunda via da Carteira de Trabalho.

O Programa Jovem Aprendiz é destinado a estudantes que estejam cursando os ensinos Fundamental ou Médio e tenham idade entre 14 e 23 anos. O programa de Estágio é para aqueles que estejam cursando o ensino Médio ou Superior e ter mais de 16 anos. Já o PDP é aberto a todos que desejem atualização no mercado de trabalho.

Serviço:
CASA DO TRABALHADOR
Rua: D. Pedro I, 253 - Centro - Petrópolis/RJ
Telefones: (24)2246-2138 | 2249-4319
Horário: 8h às 17h

A Prefeitura promove nesta sexta-feira (16/10) no Centro de Cidadania Jorge Loretti, em Itaipava, uma oficina de empregabilidade. Equipe da Secretaria de Trabalho, Assistência Social e Cidadania (Setrac) estará no local para orientar o público e atualizá-los em relação às novas tecnologias, de forma que tenham mais chances de inserção no mercado de trabalho. No local, orientadores mostrarão como preparar e apresentar o currículo, falarão sobre o uso de redes online para contatos profissionais e apresentarão as vagas de emprego cadastradas no balcão de emprego da Prefeitura.

“Com a oficina esperamos preparar melhor as pessoas que buscam uma vaga no mercado de trabalho. É importante que as pessoas busquem capacitação, se empenhem, porque muitas empresas exigem isso hoje. Na própria Setrac estamos oferecendo cursos, com o objetivo de qualificar mão de obra. Somos, hoje, o elo entre as empresas e as pessoas que buscam um emprego”, explicou a secretária de Trabalho, Assistência Social e Cidadania, Fernanda Ferreira, antecipando que não são apenas as pessoas a procura de vaga no mercado de trabalho que podem procurar a secretaria. “É importante que as empresas se cadastrar na Casa do Trabalhador. Só assim conseguiremos fazer essa ligação entre empresas e profissionais”, frisou.

A oficina de empregabilidade será realizada em quatro horários diferentes, com grupos de 10 pessoas, que podem se inscrever antecipadamente ou na hora (se ainda houver vaga). O primeiro grupo se reunirá entre 8h e 10h; o segundo, das 10h às 12h; o terceiro, das 13h às 15h; e o quarto, das 15h às 17h. O Centro de Cidadania Jorge Loretti fica na Estrada União e Indústria, 11860. Para se inscrever é importante levar documentos pessoais (identidade e CPF) e conta de luz. É possível, ainda, fazer a pré-inscrição pelo e-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. ou pelo telefone (24) 2249-2138.

A oficina será oferecida por meio de parceria entre a Prefeitura, por meio da Setrac, o Comitê para Democratização da Informática (CDI) e a Ampla.

A Prefeitura, por meio da Secretaria de Trabalho, Assistência Social e Cidadania (Setrac), está oferecendo 270 vagas para oficinas gratuitas de manicure, maquiagem e cabeleireiro no Retiro, no Centro e em Itaipava. A proposta das oficinas é possibilitar à população um primeiro contato com essas áreas. Caso a pessoa se interesse, ela poderá realizar novas capacitações, em cursos também oferecidos pela Setrac, para se aprofundar no assunto e ingressar no mercado de trabalho. As oficinas serão realizadas nos Centros de Referência de Assistência Social (Cras).

Cada oficina tem uma hora de duração. As inscrições devem ser feitas no Cras da comunidade onde será realizada a oficina. A única exigência é ter, ao menos, 16 anos de idade. O material que será utilizado na oficina será levado pelas professoras.

“A oficina é um primeiro passo da pessoa na área. É ali que ela vai conhecer o assunto, entender como funciona, saber se é aquilo mesmo que ela quer, se tem afinidade com aquele trabalho. Depois da oficina, se a pessoa perceber que quer mesmo seguir aquela área, ela poderá dar o segundo passo, que são os cursos mais aprofundados, também oferecidos pela Setrac, só que na Casa do Trabalhador, na Rua Dom Pedro I, 253, Centro. Com essas oportunidades oferecidas gratuitamente pela Prefeitura, a pessoa vai se capacitando, podendo entrar no mercado de trabalho”, disse a secretária de Trabalho, Assistência Social e Cidadania, Fernanda Ferreira.


Cras Retiro
Rua Henrique Dias, 221
Dia 6 de outubro: das 14h às 15h; das 15h às 16h; e das 16h às 17h

Cras Centro
Rua Dom Pedro I, 198
Dia 3 de novembro: das 14h às 15h; das 15h às 16h; e das 16h às 17h

Cras Itaipava
Estrada União e Indústria, 11.860
Dia 1º de dezembro: das 14h às 15h; das 15h às 16h; e das 16h às 17h

* Para cada horário, são 10 vagas para manicure, 10 para maquiagem e 10 para cabeleireiro.

As oficinas de capacitação oferecidas pela Prefeitura, por meio da Secretaria de Trabalho, Assistência Social e Cidadania (Setrac) na comunidade Vista Alegre, em Araras, durante o Pacto Social Local, terão início no dia 13 de outubro. As aulas serão ministradas nas segundas, terças e quartas, das 14h às 19h. Estão sendo oferecidas 20 vagas para manicure, maquiagem e cabeleireiro. As inscrições que já estão abertas podem ser feitas na Estrada do Mata Cavalo, na Igreja Santa Luzia, no horário das 10h às 17h. Os interessados devem levar documentos de Identidade e CPF.

A carga horária das capacitações é de 10 horas, entre teóricas e três práticas, sendo que uma das aulas práticas será realizada no dia da ação social (ou dia da beleza), quando os inscritos poderão levar convidados. Ao final das oficinas, as pessoas receberão certificado.

Já estão abertas as inscrições para as oficinas de capacitação oferecidas pela Prefeitura na comunidade Vista Alegre, em Araras, durante o Pacto Social Local, iniciativa do governo municipal que aproxima poder público e comunidades para a realização de melhorias e trabalho social, de forma a garantir mais qualidade de vida para os moradores. Estão sendo oferecidas 20 vagas para três cursos: tranceira, manicure, maquiagem e cabeleireiro. As inscrições podem ser feitas na Estrada do Mata Cavalo, na Igreja Santa Luzia, no horário das 10h às 17h. Os interessados devem levar documentos de Identidade e CPF.

A carga horária das capacitações é de 10 horas, entre teóricas e três práticas, sendo que uma das aulas práticas será realizada no dia da ação social (ou dia da beleza), quando os inscritos poderão levar convidados. Ao final das oficinas, as pessoas receberão certificado. O horário das aulas será de 14h às 19h.

A secretária de Trabalho, Assistência social e Cidadania (Setrac), Fernanda Ferreira, explicou que as oficinas são fundamentais para a comunidade.  “É importante que as pessoas busquem se qualificar cada vez mais. Esse aprendizado terá reflexos bastante positivos para a comunidade”, disse a secretária.

Além de Araras, a Prefeitura já levou ações do Pacto Social Local também para Madame Machado, Oswaldo Cruz, Vila São José, Alto da Derrubada, Siméria, Gavião, Capitão Paladini e São João Batista.

A Prefeitura está fazendo uma última convocação para preenchimento de vagas em cursos gratuitos pelo Programa Nacional de Acesso ao Ensino Superior (Pronatec) e o Programa Senac de Gratuidade (PSG). Ainda há vagas nos cursos de Desenhista de Produtos Gráficos, com dez vagas; Agente de Desenvolvimento Socioambiental, com 20 vagas; e Editor de Projeto Visual Gráfico, com 10 vagas. Com o apoio da Secretaria de Trabalho, Assistência Social e Cidadania (Setrac), a Prefeitura vem preparando os profissionais dos Centros de Referência de Assistência Social (Cras) para sensibilizar as famílias em relação ao curso e mostrar a importância da capacitação profissional, além de orientar em relação às inscrições.  

Os cursos são destinados a participantes dos programas federais de transferência de renda, como o Bolsa Família, ou que estejam cadastrados no CadÚnico; beneficiários do seguro desemprego; estudantes do ensino médio da rede pública; trabalhadores que atuam ou pretendem atuar nos setores de turismo hospitalidade ou lazer; praças das forças armadas em prestação de serviço militar, que deram baixa nos últimos seis meses; e trabalhadores para atender as demandas do mercado cultural.

Os Cras são porta de entrada para o Pronatec, e, para fazer a inscrição, é essencial ter número do NIS, RG, CPF, título de eleitor, comprovante de residência, comprovante de escolaridade, histórico escolar e certificado. O governo federal contribui com R$ 8 por hora aula, para despesas com alimentação e/ou transporte.

Já o PSG é destinado a candidatos com renda familiar bruta menor ou igual a dois salários mínimos por pessoa, aprovados em processo seletivo realizado através de inscrição no site. Os documentos necessários são: ficha de inscrição (obtida no site), autodeclaração de renda, termo de compromisso PSG (obtido no site) e documentação comprobatória da situação de trabalho. As inscrições são feitas pelo site www.rj.senac.br/hotsitepsg.

O prefeito Rubens Bomtempo entregou, nesta sexta-feira (18/9), os certificados de conclusão dos 58 alunos da primeira turma do Curso de Inclusão Digital, promovido pela concessionária Ampla e pela ONG Comitê para Democratização da Informática (CDI), com apoio da Prefeitura. O curso foi realizado nos últimos dois meses no Centro de Cidadania Desembargador Jorge Loretti, em Itaipava, com o objetivo de promover a inclusão digital e capacitação de pessoas de todas as idades para o mercado de trabalho.

Os alunos aprenderam sobre introdução à informática e pacote Office, com uma carga horária de 56 horas. Na entrega dos certificados, o prefeito Rubens Bomtempo destacou a parceria entre a Prefeitura, a iniciativa privada e ONGs para garantir cada vez mais conquistas à população no campo da cidadania.

“Esse curso é mais uma parceria que fazemos com a Ampla. Nesses dois anos e meio, também estivemos juntos em conquistas importantes para a cidade, como o Ecoponto, da Mosela, e a entrega de geladeiras para famílias de baixa renda. Quando atuamos juntos, conseguimos fazer muito mais pela cidade. Esse curso de inclusão digital é um ganho para a cidade, porque estamos investindo no ser humano, de todas as idades”, disse o prefeito Rubens Bomtempo.

A secretária de Trabalho, Assistência Social e Cidadania (Setrac), Fernanda Ferreira, parabenizou os alunos pelo empenho durante o curso. “O conhecimento que vocês adquirirem aqui vão levar para o mercado de trabalho, estando mais capacitados para um emprego. Vamos continuar atuando nesse sentido e muitos outros cursos virão”, disse Fernanda.

Representado a Ampla, o gerente José Américo destacou a atuação da concessionária em cursos de qualificação. “É muito importante para a Ampla essa parceria com o CDI e com a Prefeitura, nesse e em outros cursos, para oferecer ao jovem e à terceira idade mais informação”, disse José Américo.

A auxiliar de serviços gerais Sandra da Conceição Oliveira, de 53 anos, moradora da Estrada do Gentil, foi uma das formandas. “Fiz mais pela questão de emprego, porque hoje em dia tem que saber informática. Achei ótimo, deu para aprender bem. E eu não vou parar nesse curso, não. Vou fazer outro mais profissional e um de design. Tenho um sonho, que é montar uma loja de revelação de foto. Adoro fotografia. E um dia a gente chega lá”, disse Sandra.

A Prefeitura, por meio da Secretaria de Trabalho, Assistência Social e Cidadania (Setrac), está em busca de candidatos para mais de 100 vagas de emprego. A busca é de empresas da cidade, que já se cadastraram na Casa do Trabalhador e buscam, no banco de currículos municipal, pessoas com o perfil que procuram para seus quadros de funcionários. Das 100 vagas, 30 são para pessoas com deficiência.

O trabalho de intermediação de empresas e candidatos a vagas de emprego vem sendo realizado diretamente por equipe da Prefeitura desde o fechamento do posto do Sine na cidade, que era administrado pelo Governo do Estado. “O prefeito Rubens Bomtempo abriu diálogo com os sindicatos e saímos em busca de alternativas. Já assumimos a maior parte dos serviços que antes eram oferecidos pelo Sine na cidade”, lembrou a secretária de Trabalho, Assistência Social e Cidadania, Fernanda Ferreira.

Hoje a Casa do Trabalhador mantém, além do balcão de empregos, uma programação de palestras e cursos de capacitação profissional. Graças a um convênio com a superintendência regional do Ministério do Trabalho, oferece, também, a emissão de carteiras de trabalho. Mais de 200 documentos foram emitidos em pouco mais de um mês.

“O município tem, hoje, uma política pública de trabalho, emprego e geração de renda. Emitimos as carteiras de trabalho, recebemos os currículos e encaminhamos as pessoas”, frisou a secretária de Trabalho e Assistência Social, Fernanda Ferreira, destacando ainda, que o processo de municipalização do Sine está em andamento. “Esperamos poder fazer também, em breve, o atendimento de pessoas que querem dar entrada no seguro desemprego”, disse.

Para ter o nome cadastrado no Balcão de Empregos, o candidato deve apresentar o currículo contendo as informações básicas – pessoais e relacionadas à experiência profissional. Aqueles que não têm o documento a Casa do Trabalhador disponibiliza uma equipe que confecciona na hora o currículo. Para isso é necessário que o candidato tenha em mãos a carteira de trabalho, CPF e carteira de identidade.

As pessoas interessadas em uma vaga de emprego podem procurar diretamente a Casa do Trabalhador (Av. Dom Pedro I, nº 253), das 8h às 17h, ou enviar o currículo pelo e-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. (no campo assunto, é importante o candidato escrever o cargo almejado).

Empresários interessados em se cadastrar na Casa do Trabalhador a fim de obter apoio na busca por candidatos podem entrar em contato pelo telefone (24) 2246-2154 ou (24) 2249-4319 ou pelo e-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. . “O apoio das empresas é de suma importância para que esse trabalho seja realizado”, lembrou Fernanda Ferreira.

Assistentes sociais e psicólogas dos oito Centros de Referência de Assistência Social (Cras) participaram na última quarta-feira (2/9) de um encontro para capacitação da equipe para atendimento de usuários dos Cras interessados nos cursos gratuitos oferecidos pelo Senac por meio do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Superior (Pronatec) e o Programa Senac de Gratuidade (PSG). Durante a reunião, realizada na sede da Secretaria de Trabalho, Assistência Social e Cidadania (Setrac), os profissionais foram sensibilizados em relação à importância de sua orientação, garantido ao público o acesso a cursos gratuitos de educação profissional. O objetivo da Prefeitura é preparar os profissionais dos Cras para oferecer o curso e mostrar a importância da capacitação profissional, além de orientar em relação às inscrições.  

Os cursos oferecidos por meio do Pronatec, custeados pelo governo federal, são destinados a participantes dos programas federais de transferência de renda, como o Bolsa Família, ou que estejam cadastrados no CadÚnico; beneficiários do seguro desemprego; estudantes do ensino médio da rede pública; trabalhadores que atuam ou pretendem atuar nos setores de turismo hospitalidade ou lazer; praças das forças armadas em prestação de serviço militar, que deram baixa nos últimos seis meses; e trabalhadores para atender as demandas do mercado cultural.

Os Cras são porta de entrada para o Pronatec, e, para fazer a inscrição é essencial ter número do NIS, RG, CPF, título de eleitor, comprovante de residência, comprovante de escolaridade, histórico escolar e certificado. O governo federal contribui com R$ 8 por hora aula, para despesas com alimentação e/ou transporte.

Já o PSG é destinado a candidatos com renda familiar bruta menor ou igual a dois salários mínimos por pessoa, aprovados em processo seletivo realizado através de inscrição no site. Os documentos necessários são: ficha de inscrição (obtida no site), autodeclaração de renda, termo de compromisso PSG (obtido no site) e documentação comprobatória da situação de trabalho. As inscrições são feitas pelo site www.rj.senac.br/hotsitepsg.

Para o Pronatec estão disponíveis em Petrópolis os cursos de Sommelier, Organizador de Eventos, Agente de Desenvolvimento Socioambiental, Garçom, Cozinheiro, Desenhista de Produtos Gráficos Web e Editor de Projeto Visual Gráfico. Para o PSG estão disponíveis vagas para Assistente de Recursos Humanos, Bases de Confeitaria, Garçom, Técnico em Design de Interiores, Cozinheiro, Sommelier, Saladas, Técnico em Enfermagem, Culinária Japonesa, Cake Design, Assistente Administrativo, Organização de Espaços Residenciais, Assistente Administrativo, Organizador de Espaços Residenciais, Depilador, Auxiliar de Pessoal, Vendedor, Camareiro em Meios de Hospedagem, Linguagem Brasileira de Sinais (Libras), Auxiliar de Cozinha, Manicure e Pedicure, Assistente Financeiro, Autocad 2D e 3D, Documentação e projeto, Desenhista de Produtos Gráficos Web, Pizzaiolo, Agente de Desenvolvimento Socioambiental, Técnico em Logística, Técnico em Administração, Técnico em Segurança do Trabalho, Técnico em Secretaria Escolar, Design de Sobrancelhas, Cozinha Italiana, Recepcionista em Meios de Hospedagem, Recepcionista em Eventos, Maquiador, Cabeleireiro e Fabricação de Massas. 

Quarta, 26 Agosto 2015 - 07:44

Cras inscrevem para vagas no Pronatec

A Prefeitura, por meio da Secretaria de Trabalho, Assistência Social e Cidadania (Setrac) está chamando interessados para se inscreverem em sete cursos gratuitos pelo Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec): sommelier, organizador de eventos, agente de desenvolvimento socioambiental, cozinheiro, garçom, desenhista de produtos gráficos web e editor de projeto visual gráfico. São, ao todo, 100 vagas para o segundo semestre deste ano. As inscrições podem ser feitas nos oito Centros de Referência de Assistência Social (Cras) localizados na Posse, Madame Machado, Itaipava, Retiro, Vale do Carangola, Corrêas, Centro e Quitandinha, no horário das 8h às 17h.

"Temos que buscar soluções para a crise financeira que assola o Brasil. Potencializar o Pronatec é uma forma de dar resposta à população. Somente capacitando, com a perspectiva de geração de emprego e renda é que vamos avançar e dar a nossa parcela de contribuição para sairmos da crise", disse a secretária de Trabalho, Assistência Social e Cidadania (Setrac) Fernanda Ferreira, lembrando que todas as aulas serão ministradas no Senac.

Os interessados devem estar no momento da inscrição, munidos de RG, CPF, título de eleitor, comprovante de residência, comprovante de escolaridade, histórico escolar, certificado, declaração de conclusão do ensino médio ou fundamental, dentro de cada caso, no prazo de validade de 30 dias. Também é necessário o número do NIS (Número de Identificação Social).

CURSOS:

Garçom
Carga horária: 240 horas
Previsão de início: 14 de setembro
Pré-requisito: ser maior de 16 anos e ter ensino fundamental completo

Cozinheiro
Carga horária: 500 horas
Previsão de início: 15 de setembro
Pré-requisito: ser maior de 16 anos e ter ensino fundamental completo

Sommelier
Carga horária: 200 horas
Previsão de início: 16 de setembro
Pré-requisito: ser maior de 18 anos e ter ensino médio completo

Organizador de eventos
Carga horária: 180 horas
Previsão de início: 13 de outubro
Pré-requisito: ser maior de 18 anos e ter ensino médio completo

Desenhista de produtos gráficos web
Carga horária: 160 horas
Previsão de início: 19 de outubro
Pré-requisito: ser maior de 16 anos e ter ensino fundamental completo. Também é preciso ter conhecimentos básicos de informática e navegação de internet

Capacitação em agente de desenvolvimento socioambiental
Carga horária: 160 horas
Previsão de início: 20 de outubro
Pré-requisito: ser maior de 16 anos e ter ensino fundamental completo

Editor de projeto visual gráfico
Carga horária: 180 horas
Previsão de início: 5 de novembro
Pré-requisito: ser maior de 16 anos e ter ensino fundamental completo. Também é preciso ter conhecimentos básicos de informática

Pagina 36 de 40