Planos de Contingência de Proteção e Defesa Civil

Imprimir

Petrópolis conta hoje com dois Planos de Contingências elaborados pela Prefeitura: o para deslizamentos e inundações, de dezembro de 2013, e o para incêndios florestais, de julho de 2015.

Os Planos de Contingência definem o que cabe a cada órgão em um desastre natural, em relação a socorro, assistência e reabilitação. A proposta dos planos é tornar mais rápida e eficaz a resposta a deslizamentos, inundações e queimadas, fortalecendo a integração entre as diferentes instituições envolvidas, com a função de cada uma definida em um documento.

A Prefeitura formulou os dois planos sob a forma de matrizes, ou seja, com as funções de cada órgão definidas em uma tabela – iniciativa inédita no município. Assim, em uma situação de emergência, dúvidas podem ser tiradas de forma rápida e ágil.

Nos dois planos, a Prefeitura construiu de forma coletiva, com reuniões periódicas com os outros órgãos envolvidos – municipais, estaduais, federais, privados e ONGs –, recebendo sugestões e contribuições.

Para o aperfeiçoamento dos planos, a Prefeitura, por meio da Secretaria de Proteção e Defesa Civil, realiza exercícios simulados de mesa com representantes de dezenas de órgãos – outra iniciativa até então inédita no município. No exercício simulado de mesa, a Defesa Civil descreve um cenário fictício de desastre natural, e cada instituição informa o que faria a cada momento.

A integração entre diferentes órgãos permite que as ações de prevenção, mitigação, preparação, resposta e recuperação sejam melhor executadas. Todas as medidas adotadas são de caráter permanente e cíclico, ou seja, estarão sempre sendo revistas e atualizadas.

Acesse - Plano de Contingência


Deslizamentos e Inundações, de 2013:

  • Plano de Contigência
  • Matriz de Responsabilidades

Incêndios Florestais, de 2015:

  • Plano de Contingência
  • Matriz de Responsabilidades