Notícias

Quarta, 06 Dezembro 2023 15:27

Prefeitura cobra apuração rigorosa sobre série de incêndios em ônibus da Petro Ita


Nesta terça, mais um veículo foi destruído, em circunstâncias muito parecidas com caso ocorrido há dez dias

A Prefeitura de Petrópolis oficiou o Ministério Público Criminal e a Polícia Civil pedindo apuração rigorosa após mais um incêndio em ônibus, registrado na madrugada desta terça (5). Um coletivo foi incendiado no bairro Siméria dez dias depois de fato similar ter acontecido na Avenida Getúlio Vargas, no Quitandinha.

O tema também está na pauta de reunião extraordinária do Conselho Municipal de Trânsito e Transporte (Comutran), convocada para esta terça. Uma série de coincidiências chamam a atenção: dois eventos da mesma natureza (incêndio), que atingiram veículos de uma mesma empresa (a Petro Ita), e ambos ocorreram durante a madrugada. Tudo isso quase sete meses após o incêndio de grandes proporções na garagem da Petro Ita e da Viação Cascatinha, que destruíram mais de 70 ônibus. As duas empresas, juntas, atendem a 40% do município.

“Há quase sete meses ocorreu o incêndio criminoso, conforme laudos do Corpo de Bombeiros e da CPTrans, e até agora não tivemos acesso ao laudo da Policia Civil. Queremos que os responsáveis sejam identificados e punidos. Queremos e exigimos respostas dos órgãos de segurança”, disse o prefeito Rubens Bomtempo.

O presidente da CPTrans, Thiago Damasceno, vê com estranheza mais esse episódio de ônibus incendiado. “Em menos de uma semana, foram dois ônibus da mesma empresa incendiado em circunstâncias muito parecidas. E tudo isso meses depois de um grande incêndio que destruiu mais de 70 ônibus. Isso precisa ser investigado e com rigor”, comentou Damaceno.

Para o prefeito Rubens Bomtempo, esses episódios tem como objetivo gerar o caos no transporte público, que vinha sendo reestruturado antes do grande incêndio no dia 9 de maio, com a renovação gradual da frota. “Não vamos nos calar. A população petropolitana quer respostas e vamos cobrar para que os responsáveis sejam punidos”, ressaltou o prefeito.

Prefeitura vai realizar a licitação das linhas da Viação Cascatinha

Por meio da CPTrans, a Prefeitura anunciou também a licitação das linhas operadas atualmente pela Viação Cascatinha. O edital deve ser publicado ainda neste ano. “Há dois anos estamos aguardando um posicionamento do Tribunal de Contas do Estado (TCE), que não avaliou um embargo da empresa de ônibus com relação a licitação. Vamos dar continuidade ao processo licitatório porque a questão é urgente”, disse o prefeito Rubens Bomtempo.

Desde dezembro de 2021, governo municipal cobra melhorias no transporte público

A atual gestão da Prefeitura vem cobrando das empresas de ônibus da cidade (Petro Ita, Cascatinha, Cidade Real, Cidade das Hortênsias e Turp), que mantenham os veículos em condições de atender com segurança os usuários do transporte público. Por meio do termo de cooperação com o Setranspetro, no fim do ano passado, onde as empresas se comprometeram a renovar a frota de ônibus, 95 veículos novos e seminovos foram colocados no sistema de transporte público.

“Sabemos que ainda há muito o que melhorar, mas desde o primeiro dia do nosso governo cobramos das empresas a renovação da frota e garantia da qualidade e segurança, tanto para os passageiros e passageiras quanto para os rodoviários”, ressaltou o prefeito Rubens Bomtempo.

Entre as ações realizadas pela atual gestão da Prefeitura está a substituição, em julho de 2022, de algumas linhas da empresa Cascatinha, na região do Carangola, pela viação Cidade das Hortênsias, por conta das más condições do transporte na área.

Em novembro deste ano, a Prefeitura, por meio da CPTrans, iniciou o processo de intervenção na linha 464 - Nelson Roncoroni via Eugênio Werneck, no Morin, após um grave acidente. O atendimento está sendo feito por meio de vans, de responsabilidade da Petro Ita, até que a empresa apresente condições de operar na região (com ônibus que apresentem segurança para os moradores e moradoras).